domingo, 31 de outubro de 2010

Discurso de Serra indica que ele tentará em 2014 chegar a presidência.

"Para os que nos imaginam derrotados, saibam de uma coisa: apenas começamos a lutar de verdade. Vamos dar nossa contribuição ao país em defesa da pátria, da liberdade,da democracia, do direito que todos tem de falar e serem ouvidos. Da integridade da vida pública. Essa será nossa luta nos próximos anos. Por isso, minha mensagem de despedida para vocês não é um adeus, é um até logo. A luta continua".
Ainda bem. Jamais me sentiria confortável tendo que apoiar projeto político de traidores como Aécio Neves, que nesta campanha traiu do começo ao fim, colocando a cara para a aparecer na TV, no segundo turno mas, nos bastidores, ensinando e incentivando seus seguidores a apunhalar José Serra.
Lula tentou quatro vezes até conseguir. Serra tem esse direito também. O Brasil terá mais tempo para refletir. Em 2014, Serra terá 72 anos. Novo e maduro para ser presidente.

Os homens fortes de Dilma aparecem a seu lado

Dilma aparece na Globo como presidente eleita. Está num hotel em Brasília. Ao seu lado, dois homens que vão dominar o governo e as manchetes. Antônio Palocci volta após o escândalo da quebra de sigilo do caseiro Francenildo. Fernando Pimentel, ex-guerrilheiro e parceiro de armas de Dilma, aparenta ser o segundo na hierarquia do poder. Ambos surgiram com ela para serem vistos pela platéia e por jornalistas. Estão condunzindo a pauta. Dilma começa a falar, após ser apresentada por José Eduardo Dutra, presidente do PT.
Uma coisa está muito clara: seu linguajar terá que sofrer bruscas alterações. Do contrário, logo se tornará cansativo.
Um acotovelamento que sufoca a nova presidente acaba de formar uma espécie de mosaico de segundas pessoas da presidente eleita. Discreto, Fernando Pimentel abriu espaço para alguns que se acotovelavam para aparecer na imagem que agora invade o mundo inteiro. Magno Malta, Senador pelo ES, Luiziane Lins, prefeitra de Fortaleza, José Eduardo Dutra e José Eduardo Cardozo formam um monobloco que tira do foco a mulher que acaba de se eleger presidente. O discurso de Dilma já dura mais de quinze minutos. Entra na fase de agradecimentos.
Discurso encerrado. Exatos 25 minutos, conforme afirmou a Rede Globo. O discurso ficou menor que o tamanho da vitória e muito abaixo da exigência do cargo. Deus ajude nossa presidente. Ela vai precisar de força, compreensão, tolerância e muita sorte. O povo brasileiro merece o melhor. Terá dentro do possível.
O Brasil que Dilma governará é aquele que ela ajudou a criar nos últimos oito anos. Brevemente, terá que arcar com R$ 1,6 trilhão em papéis que estão pra vencer.
Não tenhamos ilusões. Por trás da tinta da fachada há uma parede cheia de infiltrações, carecendo de imediatos reparos. Palocci, o homem que já colocou a cara para aparecer nas manchetes de amanhã como o condutor do Tesouro, sabe perfeitamente que 65% do PIB está reservado para quitar dívidas fermentadas por juros astronômicos, os mais elevados do mundo ocidental.
Estamos no período da bonança. Graças a Deus. O discurso de Dilma deixou algumas pistas. Quem tiver tempo para gastar com o tema, faça descobertas e nos informe. Sou suspeito. Mas ela falou em cortes nos gastos. Falou também que bateria sempre que necesário na porta de Lula. Não para falar em cortes. Ele já perdeu um dedo assim e é do tipo que só raciocina no sentido de gastar. O PAC já começado está aí para provar. O PAC a ser concluído é o assunto a ser tratado agora e sempre.
Viva a democracia. Todos os estados do Brasil votaram com a calculadora na mão e um cofre no bolso. Uns pensando em produzir mais. Outros pensando em gastar mais. Esses dois Brasis brevemente tentarão entrar num acordo. Resta saber quem cederá. E o que cederá. Da nossa parte, nada temos a ceder. Só temos cedido até hoje. Está na hora de só querer e só cobrar. A dívida do Brasil com o Araripe é monstruosa. Vamos! Comecem a pagar!

Dilma já é presidente do Brasil

Com cerca de 95% dos votos apurados, Dilma Rousseff já pode ser considerada eleita presidente do Brasil. Eis o resultado oficial divulgado pelo TSE:
DILMA 55,65%
JOSÉ SERRA 44,35%
Minas se constituiu na maior frustração para o PSDB, que apostou muito na força de Aécio Neves. Naquele estado, Dilma venceu com quase 20% de folga sobre José Serra. Este resultado tem consequências diretas quanto ao formato da futura oposição ao PT. Aécio fica descartado como postulante a presidência pelo PSDB. É provável que ele se mova em direção a um novo partido e se una a Eduardo Campos num futuro próximo. Pela oposição que hoje conhecemos, Aécio não terá chances de disputar. O provável é que figuras como Sérgio Guerra e outros adesistas rumem para uma nova sigla e o PSDB se reformule nas regiões em que se mostrou entreguista, como em Pernambuco. É quase certo que um novo partido oposicionista surgirá, para o qual rumará Jarbas Vasconcelos. Uma outra alternativa seria Michel Temer oferecer a Jarbas a alternativa de sair do PMDB sem perda de mandato. Neste caso, Jarbas seria convidado por Serra e Alckmin para comandar o PSDB em Pernambuco. A criação de partidos novos é uma janela deixada pela Lei para que políticos troquem de partido. Jarbas não poderia deixar o PMDB sem levar seus aliados próximos. Daí porque a sua melhor alternativa ser mesmo a criação de um novo partido. Pode ocorrer a fusão do PPS e PMN, partido no qual Jarbas deve se abrigar.
O fato é que a oposição que hoje conhecemos não mais existirá. Não teremos oposição tão frouxa. Assim como não teremos governo tão forte. O Brasil sem Lula será outro. As forças que apoiam Dilma são heterogêneas. Muitos corruptos e chantagistas estão sob o teto e o manto da presidente eleita. Mistura explosiva. Forças abatidas no caminho como Jáder Barbalho e Romeu Tuma Jr. certamente esticarão a corda até o limite do tolerável.
Os estados também se dividiram entre os que mais produzem e doam (por meio de impostos) e os que mais recebem subsídios.
Serra venceu em São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Rondônia, Acre e Roraima. Dilma venceu no Nordeste, no Norte, em Minas e Rio de Janeiro.
A divisão por vocação econômica está definida. Onde há mais produção, Serra saiu vitorioso. Onde prevalece a política assistencialista, Dilma venceu. É este o Brasil que está posto para análise política.

Agora é oficial


Com 73% dos votos apurados, é este o resultado da eleição presidencial:
DILMA 53,16%
JOSÉ SERRA 46,84%

Goiás elege tucano desafeto de Lula.

Lula nunca admitiu que Marconi Perillo foi o primeiro que o avisou sobre o Mensalão. E que também foi quem deu a ele a idéia do Bolsa Família. Lula fez tudo para derrubar o tucano. Derramou dinheiro em Goiás. Visitou. Implorou. Palanqueou. Quase chorou. O tucano e o povo goiano acabam de dizer não ao petismo bolivariano. Perillo está eleito.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Debate: Está envergonhado com ela?

Fica assim combinado: Nós não vamos comparar Serra com Dilma. Não podemos ser duros com os eleitores que escolheram ela para votar. Não tem como comparar. É muito grande a diferença de talento, de capacidade e de postura. Gosto é como aquilo. Cada um tem o seu. Também não podemos comparar Serra com Dilma em respeito a ele. É triste você nascer pobre, filho de verdureiro imigrante, ser discriminado porque é pobre, porque é feio, porque é careca; depois ser perseguido porque é destemido e combativo e sobretudo porque é inteligente. Depois de tudo que Serra sofreu, tendo se preparado para presidir o Brasil como nenhum outro homem, ter que ser comparado a alguém que só chegou aí (candidatura) onde está por decisão pessoal de outra pessoa, é duro.
Então não vamos comparar Serra com Dilma. Não somente pelo seu explêndido, perfeito, exemplar desempenho no debate. Mas em respeito a biografia dele.
Sobre o voto propriamente dito, nós vamos pegar pesado.
Você está com vergonha da candidata que o PT lançou? Problema do PT. Não seu. Você não é eleitor de cabresto. Pode mudar o voto e fazer justiça. Pode, inclusive, acabar com a figura do poste na política. Pois, se prevalecer a indicação, você será vitima de qualquer poste nas disputas que travará ao longo da vida. Pior ainda: se você prepara seus filhos, saiba que o exemplo do poste vai cair sobre a cabeça deles. Os postes indicados pelos poderosos vão assumir os melhores postos do poder e dos negócios; os postes vão prevalecer sobre o mérito.
Não carregue um poste nas costas. Eleja um presidente e coloque o poste no chão para que o jabuti desça dele sem se machucar. Afinal de contas, jabuti não sobe em poste. Se está lá, no lugar errado, correndo risco e pondo os outros em risco também, é porque algum irresponsável cometeu o crime contra essa vida, em particular, e de milhões de brasileiros, no atacado, com uma postada só.
O voto é seu. Se quiser levar postada, é um direito seu. Mas pense nos milhões de brasileiros que merecem lugar ao sol, sem necessariamente ter que ser indicado. Poste? só com luz própria.
Serra é brilhante. Tenho orgulho da escolha que fiz. Não me envergonharei nunca da decisão que tomei e das propostas e ideias que defendi durante esta campanha.
Viva o Brasil. Viva a liberdade de expressão, que precisa ser defendida e ampliada. Ela fechou o debate com uma ameaça disfarçada à internet, único meio de comunicação que não conseguiu comprar, envelopar e dobrar. Sorte nossa: poste sem luz não fecha o Google.
Acabo de receber uma informação preciosa de São Paulo: Serra venceu o debate para 89% dos entrevistados. Até os petistas ficaram envergonhados e não ousaram esconder o Poste. Acho que o IBOPE não vai divulgar isso. O Ibope carrega poste nas costas mas não tem tanta cara de pau.

Não temos nada a ver com isso!


A nossa parte é a que está sendo feita para evitar que o pior aconteça. Não fizemos o vídeo. É bem feito, mas não podemos assiná-lo. Não temos essa competência. Estamos longe desse nível. Só dedilhamos. Só divagamos sobre hipóteses, teses, teorias. Você, do outro lado, concorda ou discorda. Acho que estamos contribuindo para melhorar o debate. Para aprofundar nas questões centrais. Como diz o pernambucano mais famoso da história, 'nunca antes nesse município' a notícia correu tão solta, sem cabresto e sem porteira. Espero que entremos em 2011 podendo escrever e divulgar por aqui. Mesmo que você seja um dos poucos a discordar, sentirá saudade do tempo que podia me sacanear aqui ou ali. Mas Serra vencerá e a liberdade vai prosperar.
Hoje o resultado da eleição é uma incógnita. Pesquisas do PSDB indicam que Serra tem chances de vencer, se você fizer sua parte e a abstenção no Sul for menor do que no Nordeste. As pesquisas do PT, compradas sob encomenda, repetem as mesmas mentiras do primeiro turno. Não importa. Este blog surgiu por um motivo mais singelo, porém valioso para nós: avistei a casa do fundador de Araripina sendo derrubada. Resolvi protestar anonimamente. Queria dizer coisas aos que derrubavam o nosso maior patrimônio histórico. Ninguém se pôs contra homens de marreta e máquinas. Tudo virou pó. Hoje, na esquina da Igreja Matriz, onde seu Chiquinho Cícero morou e de onde se agigantou para edificar a capital do gesso, só um terreno de chão batido restou. O Meu Araripe surgiu assim. Acho que você nem leu o nosso primeiro 'rabisco'. Mas ele foi nobre, assim como continua sendo nobre a nossa causa. Num passado não muito distante, coloquei a cara para evitar outras coisas. Minha tentativa foi em vão. É difícil. Sei disso.
Sei que muitos continuarão a insistir para que eu coloque a cara; para que assuma a autoria do feito. Volto a repetir: o intuito não é aparecer. Não vivo disso. Escrevo porque penso. Logo, existo. Só isso. Não sou jornalista. Apenas aprendi a escrever um pouquinho com Dona Áurea, a quem sempre vou continuar em débito. Voltando ao blog:
Posso continuar escrevendo ou vão me entregar a turma da Dilma?

Dilma em pânico pré-debate

No debate de hoje à noite, na Rede Globo, os 80 eleitores indecisos, selecionados pelo Ibope, formularão questões que foram previamente aprovadas pela Rede Globo. São sorteados na hora e fazem as perguntas aos candidatos. O candidato responde, o adversário comenta, o candidato faz a tréplica. Tudo em revezamento. A grande vantagem é que poderemos ver Dilma Rousseff desfilando com aquele seu 'traquejo' de Maria Bonita do asfalto, andando pelo cenário, fora do cercadinho de acrílico de toda a campanha, sem poder ler os apontamentos do marqueteiro. Dizem que a petista está com os nervos em frangalhos, pois sabe que, no último dia, estará completamente exposta ao eleitor. O maior adversário de Dilma Rousseff não é José Serra. É ela mesmo. Ela e os seus dois neurônios.
Depois que peitou o Papa, ela própria acha que exegerou na dose e está irreconhecível.

Católico que votar na Dilma tem uma alternativa a analisar: trocar de igreja e de papa, trocar o papa Bento XVI pelo "papa" Edir Macedo.

Aqui a posição de Bento XVI sobre o aborto e contra Dilma, que defende a descriminalização do aborto:


Aqui, a posição assassina de Edir Macedo, defendendo que a mãe assassine um filho ainda na barriga. Tudo para não desagradar aos demais filhos, quando estes não aceitam dividir presentes e mesadas. Com Dilma, as mães serão forçadas a discutir diante de filhos inocentes o assasinato de fetos indefesos, quando indesejados pelos pais ou irmãos avarentos e materialista e sem espírito, como ela e esse chefe da Universal.
Dever de ofício: todas as demais Igrejas Evangélicas do Brasil mantêm linha humanista e defendem os valores da cristandade. Somente a Universal coloca o dinheiro acima dos valores cristãos. Somente a Universal é intolerante e prega a intolerância, inclusive chutando imagens de santos.



Aqui, ouça Dilma defendendo a descriminalização do aborto. Depois do aperto de pastores e do Papa, ela começou a negar que falou.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Os institutos serão salvos pelo Papa.

Quando tiverem que corrigir os números mentirosos das suas pesquisas, os institutos que, sem exceção, estão na caixinha do PT, poderão dizer: foi o Papa, foi o Papa! Sim, porque a eleição mudou. E a frente formada pelos institutos que, sem exceção, estão na caixinha do PT, apresentando os mesmíssimos números mentirosos, de forma combinada, vão ter que achar uma justificativa.Vão afirmar: "foi o Papa, foi o Papa!".

Dilma peita o Papa e diz que a posição de Bento XVI sobre o aborto é a "crença dele".

Da Folha Poder
LEIA aqui declaração de Dilma Rousseff, onde ela "peita" o Papa Bento XVI, pela orientação que o Sumo Pontífice deu aos fiéis brasileiros para que não votem em quem é, como ela, a favor da liberação do aborto:

"É a crença dele e ele está recomendando uma orientação... Ele veio a público e falou a posição dele."

COMENTÁRIO DO BLOG
Dilma assume assim, mais uma vez, sua posição contra os fundamentos do cristianismo.
Imagine com serenidade e sem paixão uma Nação cuja figura da mãe entra em confronto com marido e filhos para NÃO TER QUE ABORTAR, sendo isso uma coisa legal, como quer Dilma.
A mãe fica grávida. O pai é contra a gestação. Joga o assunto em discussão, chamando o filho de dez anos a ficar contra aquele que no útero da mãe ainda não pode se defender. A mãe chora, fragilizada e inferiorizada numericamente em casa.
Os argumentos do filho de dez anos serão, inevitavelmente: "Vai ter que dividir tudo com ele; minha mesada; meus presentes; tudo". Prevalecerá inicialmente a questão dos valores materiais.
Mas o pior não é isso. Ao conseguir matar um irmão pressionando de todas as formas a mãe, com incentivo do pai, estará criado o monstro do futuro. Uma criança que discute a morte de um irmão por interesses mesquinhos, certamente estará com a conduta pronta para assassinar quem se contrapor a seus interesses no futuro.
É isto que representa a descriminalização do aborto. É esta a sociedade que a "Companheira de armas" de Zé Dirceu planeja criar. A revolução que ela quer se faz através de armas e pessoas brutalizadas.
É sempre por isso que o Papa, os Bispos e os pastores evangélicos se posicionam contra o aborto. Não se trata apenas de religião. Também envolve sociologia.
Você faz parte dessa cruzada. Você pode evitar essa discussão na sua mesa ou em sua volta. Você pode evitar o surgimento de uma sociedade fria e deliberadamente assassina.
Escute o seu pastor. Se for católico, escute o Papa.

Santa Dulce.

Vaticano reconheceu hoje, pedido de beatificação de Irmã Dulce. Em 2007 José Serra também se somou aos que fizeram e fazem esse apelo ao Vaticano. Na época, o ex-governador o ex-governador de São Paulo pediu que fosse dada a atenção merecida ao caso e declarou confiar plenamente na santidade da Irmã. A Congregação das Causas dos Santos do Vaticano reconheceu como milagre de Irmã Dulce a recuperação de uma mulher sergipana que teria sido desenganada pelos médicos durante o parto, depois de sofrer uma forte hemorragia. A beatificação ainda depende da assinatura do Papa, mas já é considerada certa para todos os envolvidos no processo. Ver mais em http://bit.ly/a9RgiK

José Serra comenta decisão do Papa de cobrar dos bispos brasileiros orientações aos fiéis. Atitude de Bento XVI vem somar ao que já fazem pastores que também defendem Serra alertando fiéis a não votar em Dilma. Na verdade, trata-se de uma cruzada do bem contra o mal.
O candidato a presidente José Serra (PSDB) fez um rápido comentário nesta quinta-feira em Uberlândia (MG), sobre a atitude do papa Bento XVI, que condenou o aborto e conclamou os bispos brasileiros a orientarem politicamente os fiéis católicos. Serra disse que não leu a declaração do papa na íntegra, mas que conhecia o seu teor, informa o Estadão.

'O papa é um líder espiritual mundial da igreja católica, ele tem o pleno direito de emitir as suas diretrizes e orientações para os católicos do mundo. (Ele) Tem plena liberdade de fazê-lo, é um guia espiritual muito importante, e a defesa da vida é algo que merece fazer parte das palavras do Papa, além do que é previsível, além do que é bom para o mundo ouvir isso: a defesa da vida', disse o tucano.

Enquete ao lado

Mal termina uma eleição e outra já é iniciada. O Meu Araripe não vai ser voz discordante e parte na frente para saber do seu leitor o cenário mais provável pela disputa da prefeitura em 2012.
As opções contemplam a disputa nua e crua entre Valmir Filho pela oposição x Lula Sampaio pela situação; Valmir Filho pela oposição enfrentando Lula Sampaio e Valdeir Batista (neste caso a situação rachada e a oposição unida); Valmir Filho enfrentando Valdeir Batista, num duele entre situação e oposição; Valmir Filho enfrentando Lula Sampaio, Valdeir Batista e Bringel (cenário de racha geral); e Valmir Filho enfrentando Bringel e Lula Sampaio (oposição rachada e situaçãounida)
Vote e opine sobre o que pode acontecer. Ou, se for seu caso, aquilo que você gostaria que ocorresse.
Antes que comecem a votar asseguro: a turma de Lula prefere a opção de enfrentar a oposição rachada, com Valmir Filho e Bringel rompidos. O que ficaremos sabendo com a enquete é o tamanho do time de Lula que entra aqui.

DISPUTA PELA CÂMARA
Se você é candidato ou conhece alguém que seja candidato a vereador em 2012, entre na área de comentários e indique os nomes. Não precisa se identificar. Se estiver inseguro para informar, crie uma conta de e-mail que não seja a que rotineiramente usa. Também não precisa indicá-la, se preferir o anonimato.
Se for do seu interesse, pedimos que indique nomes (pode ser mais de um) de pessoas preparadas que deveriam entrar na política, disputando mandato de vereador, ou mesmo de prefeito.
Use sempre esse post para não fracionar as contribuições. Estaremos, periodicamente, trazendo-o para o topo e compilando os comentários.

O tracking agora vira ação intensiva. Tem "V" de vitória.


A partir de hoje, por razões estratégicas, não dá para dizer mais nada sobre tracking. O adversário não pode ser orientado por nós nesta reta final. Fato é que o eleitor está mais volúvel do que se imagina. Inseguro com a Coisa. Quase trinta por cento admitem mudar o voto. Os indecisos aumentam significativamente. O IBOPE e demais pilantras escondem essa informação. Prova de que seu trabalho de militante e a propaganda estão dando resultado. É assim mesmo: primeiro admitem mudar o voto. Mudam mesmo na hora H. Por isso, vá para a fila cedo e faça opinião. O debate da Globo é quase uma bomba atômica no processo.
Ademais, existem dois ou três fatos acontecendo no Brasil que dão um indicativo poderoso de que o "V" de Virada e de Vitória começa a tomar corpo. Não nos dispersemos. A Onda Azul depende de cada um de nós. Nunca um voto, o seu voto, o voto que você está buscando, e a sua OPINIÃO foram tão importantes. O "V" mais importante é o de Você! Acreditem, há coisas maravilhosas acontecendo. E fiquemos por aí...
Fique atento: as pesquisas que são divulgadas estão longe de serem reais. Visam tão somente mandar para praia distante os eleitores paulistas e mineiros que querem Serra na presidência. Tempo perdido. Outros feriados virão e com dias melhores para todos nós.


Salários atrasados impacientam servidores da prefeitura. Risco de manifestos são reais.
O prefeito Lula Sampaio começou a dançar com fogo novamente. Já entra para dois meses de salários atrasados aos funcionários efetivos. Considerando que o 13% está batendo à sua porta, corre o risco de virar o ano devendo três folhas do seu governo e uma de Valdeir Batista. Quatro meses no total. Está peitando o lado errado, que se manifesta e vai às ruas levando muitos para reforçar o cordão.
Os servidores criaram um sindicato, que aparentemente não corresponde. A turma já começa a mandar recados perguntando sobre esta e entidade. A resposta é: não sabemos. A turma que pede intervenção na prefeitura começa a se ouriçar e dá mais corda aos quase enforcados. A turma que quer a cadeira de Lula volta a sonhar com uma onda de revolta que os leve ao posto máximo. Mistura explosiva essa, em tempos de festa de fim de ano.
Parece que ninguém perto de Lula alerta para esses fatores de risco. Por falar em turma que aconselha: quem é o atual líder do governo na câmara?


Até o Sumo Pontíficie condena posição de Dilma sobre a liberação do aborto. E ordena que religiosos orientem fiéis.

Da Folha Online:

O papa Bento 16 condenou nesta quinta-feira, em reunião em Roma, o aborto e clamou para que um grupo de bispos brasileiros orientem politicamente fiéis católicos, sem mencionar diretamente as eleições que acontecem no próximo domingo. "Os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas." O papa reiterou a posição católica a respeito do aborto, condenando o uso de projetos políticos que defendam aberta ou veladamente sua descriminalização. Segundo ele, a democracia só existe quando "reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana". Bento 16 fez um "vivo apelo a favor da educação religiosa" nas escolas públicas e pediu ainda pela presença de símbolos religiosos em locais públicos. O Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, é citado como um exemplo de monumento que contribuiu para o "enriquecimento da cultura, ao crescimento econômico e ao espírito de solidariedade e liberdade

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Recife fez festa para Serra na tarde de hoje



O repórter Daniel Guedes conta que a caminhada do tucano José Serra pelo centro do Recife é marcada por muita confusão, em função do grande número de gente que quer abraçar o candidato e as ruas pequenas e apertadas.

Para fugir da confusão, de acordo com o repórter, Jarbas, Maciel, Terezinha Nunes, caminham mais a frente. Pedro Eurico estava ao lado do tucano, no meio do aperto.

"Tem até mulher com menino de colo querendo abraçar o candidato", diz Daniel Guedes.

No meio da caminhada, quem apareceu para dar aval ao tucano foi a musa do Sport, que foi eleita no programa do caldeirão do Huck. Ela é de Jaboatão, terra do tucano Elias Gomes. Disse que já votou em Lula, mas agora vota em Serra. "Pela transparência".

Ficha Limpa está valendo. Viva Índio da Costa!

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na noite desta terça pela validação da Lei do Ficha Limpa já para as eleições deste ano e contra o recurso do deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), eleito senador nestas eleições, mas impedido de assumir o cargo pela Ficha Limpa. Após um impasse decorrente do empate da decisão dos juízes, o caso foi concluído com a validação da decisão anterior do Tribunal Superior Eleitoral, favorável à Lei do Ficha Limpa. O critério de validar a decisão do TSE foi sugerido pelo ministro Celso de Mello e acompanhado pelos ministros Joaquim Barbosa, Carmen Lúcia, Ricardo Levandowski, Ayres Britto e Ellen Gracie.

Isto tem implicações decisivas sobre o futuro. O passado está enterrado. A menos que seja limpo.

Médico para vereador

O medico Zé Alencar, que já foi vice-prefeito de Araripina, vereador e presidente da câmara, não esconde de mais ninguém que será candidato a vereador em 2012. A última eleição que se envolveu diretamente foi a de 2004, quando disputou a prefeitura e ficou em terceiro lugar, atrás de Valdeir Batista e Lula Sampaio.
Rompido com Lula Sampaio, seu novo trajeto será pela oposição. Com certeza não permanecerá no PSB, dado que este partido será controlado pelo deputado Raimundo Pimentel, de quem administra distância regulamentar elástica.

Outros nomes
Quem nunca parou de trabalhar na tentativa de retornar à câmara foi Paulo de Zé de Senhor. Foi cordenador da campanha de Dr. Divanágoras e a maioria dos favores passaram pela sua agenda. O partido deve ser o PTC, pela chamada terceira via.
Noutra escala de votos estarão novamente na disputa diversos nomes: Idelfonso, Robinho, Maria Francisca, Divona, João Doutor, Genival da Vila, Zé Batista da Ranciaria, Didô, Mosisés Neri e por aí segue.

A turma que fica abaixo dos 500 votos aguarda a movimentação final dos peixes graúdos para saber em que barco entrar.
Fala-se numa chapa composta por gente entre 500 e 700 votos e outra com candidatos entre 350 e 500 votos. É voz corrente que os vereadores e ex-vereadores ficarão nas mesmas chapas. Uma de oposição e outra de situação. Some-se a isso as duas chapas alternativas e já se chega a quatro chapas competitivas. Havendo uma terceira via disputando a prefeitura, têm-se como certo o lançamento de 5 chapas com chances reais de preencher as 15 ou 17 vagas da câmara municipal.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Dilma faz pouco caso do Nordeste e foge de outro debate. SBT não cumpre as regras assinadas e sequer entrevista José Serra, após receber pressão do PT

Dilma foge de debate. SBT cancela entrevista com Serra
Renata Lo Prete, Folha.com

O SBT-Nordeste procurou a campanha de José Serra para cancelar a entrevista que faria com o candidato tucano à Presidência da República nesta quarta-feira, às 12h20, em substituição ao debate inviabilizado pela recusa de Dilma Rousseff (PT) em participar.

O evento, sobre temas específicos da região, seria transmitido por dez emissoras afiliadas ao SBT, com geração pela TV Aratu de Salvador.

Quando da negociação das regras do debate com as duas campanhas, ficou estabelecido por escrito que, em caso de desistência de um dos participantes, o outro seria entrevistado por 30 minutos, e a ausência do oponente seria mencionada pelo mediador no início de cada bloco.

O SBT-Nordeste, porém, alegou a assessores de Serra ter recebido pressão da cúpula nacional da emissora para não realizar a entrevista.

Empate técnico

O PSDB registrou uma pesquisa no TSE. Na estimulada, Dilma 46% x Serra 41%, com 6,6% de indecisos e 6,0% de brancos e nulos.
Para que Serra seja o próximo presidente, basta que as abstenções sigam a linha histórica em todas as regiões. Ou que os indecisos sejam na verdade pessoas com medo de dizer não ao PT.
Com Serra subindo 2,6%, a fatura está liquidada.
Faça a sua parte. Estes são os números reais hoje. Aqui estamos falando de pesquisa, pois os tracking não estavam mais dando garantias. As pessoas mudavam de idéia como mulher muda de batom.
Conquiste mais um voto. Cada voto no Nordeste vale por três.

Pela segunda vez, Dilma esnoba os nordestinos e não vai ao debate do SBT.

Do Estadão:

A desistência da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, de participar do debate promovido pelo SBT Nordeste, amanhã, causou o cancelamento do evento, comunicou na tarde de hoje a assessoria de imprensa da TV Aratu, retransmissora da rede na Bahia, que seria a sede do encontro. A campanha petista havia oficialmente descartado a presença da candidata ontem à tarde, alegando motivos de agenda de campanha, mas a TV afirmou que, diante da confirmação da presença de José Serra (PSDB), haveria uma sabatina com o tucano. Hoje à tarde, o evento foi definitivamente cancelado. O debate seria o penúltimo da campanha - na sexta-feira, está previsto o debate na Rede Globo. Em 20 de setembro, o SBT Nordeste promoveu um debate entre os presidenciáveis que concorriam ainda no primeiro turno. O evento, realizado em Recife, teve como foco os projetos dos candidatos para a região. Na ocasião, Dilma também não participou, deixando a troca de ideias para Serra, Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL).

Fingindo que a crise não existe

Quem ouviu o futuro ex-presidente da República epelidar a grave crise que se alastra pelo mundo de marolinha achou engraçado. A grande mídia deu destaque. Interessa a todo mundo fingir que a crise não existe. O presidente 'negociou' por fora com as montadoras, diminuiu o IPI (que pertence aos municípios), e os já endividados da falsa classe média pisaram fundo no acelerador comprando carros e mais carros. Tudo em montanhas de prestações e juros abusivos. Foram assaltados pelo governo e pelos bancos, que financiaram a longa agonia da falsa classe média. Também compraram casas financiadas a taxas abusivas de juros, os mais altos do mundo, e encargos financeiros de levar gente para a cadeia em qualquer país sério. Para quem não faz conta direitinho vai uma aqui um dica simpes: um imóvel que custa 40 mil para ficar pronto é financiado por cerca de 120 mil pelo sistema.Quando os juros e os seguros são embutodos, forma-se o monstro assustador do mercado. Uma bolha três vezes maior do que a americana, levando-se em conta as economias.
Na parte mais abaixo da pirâmite social, os aposentados contraíram empréstimos consignados, e não quitaram. Renegociaram a dívida, e novamente não quitaram. renegociaram a dívida outra vez e,já com outro banco, empurrados pela propaganda de Zé Dirceu, e novamente contraíram outro empréstimo consignado que lhes consomem quase toda a renda familiar. Da mesma forma agiram milhões de funcionários públicos municipais, estaduais e federais.
Hoje, aquela música de Luíz Gonzaga imitando o chocalho do boi financiado pelo banco serve para quase todo mundo: "Eu sou do banco, do banco, do banco".Os banqueiros estão mais ricos do que nunca. Lula foi o melhor de todos os presidentes para os banqueiros. O brasileiro hoje é do banco e não sabe.

FALSOS MILHÕES DE EMPREGOS
O governo acionou o Ministério do Trabalho. Apertou pequenas empresas através de uma fiscalização implacável. Formalizou empregos que já existiam. Criou o empreendedor individual e através dele também formalizou outros milhões. Juntou tudo e anunciou como emprego gerado. A mentira tem um custo elevado. Não havia base sustentável. Muitos ainda não descobriram quanto já devem aos órgãos municipais, estaduais e federais. Sequer têm noção de que a dívida está colada no seu CPF para sempre.
A propaganda funcionou. A marolinha virou modinha. O quilo de feijão está a preço de carne. A costela de segunda está a preço de picanha lá na Argentina. Um quilo de batata inglesa está pelo dobro do ano passado. Todos estão sentindo no bolso. Mas a imprensa não estimula mais os fiscais do Sarney. Isso arrebentaria os planos do núcleo dominante.
Quer saber da verdade escondida? Passe nas lojas e fale baixinho com os vendedores.
Essa bomba tem efeito retardado. O pavio só espera até o dia 31 de outubro.

Querem 'enterrar' Lula Sampaio ainda vivo

As cabeças que gastam o tempo de vida deitadas em redes esperando viver de boquinha da prefeitura, recebendo por obras que não realizam, estão tentando enterrar o prefeito Lula Sampaio com menos de dois anos de mandato.
Uma corrente quer depô-lo do cargo. Outra corrente quer começar a sua sucessão municipal nas mesas de bares para antecipar o fim (diminuir o poder) do atual prefeito.
Esta última corrente citada já prega aliança entre dois aliados de Lula Sampaio. Citam que Valdeir Batista lançará o candidato a prefeito (com o apoio de Lula) e do deputado estadual Raimundo Pimentel. Também espalham pelos bares que Valdeir Batista, após lançar o candidato a prefeito com apoio da prefeitura, apoiaria Raimundo Pimentel para deputado federal, esquecendo que este é o desejo de um dos filhos do empresário. Esqueceram de perguntar, também, se Lula não vai querer disputar reeleição. Esqueceram de perguntar se ele não vai estimular o surgimento de três candidatos alternativos para se garantir no posto com 28% dos votos.
E esqueceram, por fim, de combinar o jogo com a oposição, com as associações e com os búzios.
Pelo pouco que entendo de política, parte dessa turma vai continuar quebrando esgoto e calçamento em semana que antecede o inverno para afundar a imagem de Lula; e a outra banda vai continuar preenchendo nota fiscal de serviços intelectuais não realizados. Ambas continuarão batendo na porta do tesoureiro para receber pelos maus feitos 'prestados'.
O futuro político de Araripina a Deus pertence. A imagem derradeira de Lula Sampaio e suas ações dependem de gente abaixo de Deus, que cercam o prefeito. Algumas rondam a igreja. Outras saem de casa ou da prefeitura em direção a Bomba. O retrato final da administração de Lula muito dependerá da força que esses grupos exercem sobre ele. Se prevalecerem a teoria e os conselhos dos que vão à igreja, a coisa será uma; Se prevalecer a máxima dos que vão à Bomba, a porcaria será outra.

Pesquisas 2012
No final, todo mundo que faz política vai querer saber apenas duas respostas do eleitor entrevistado em maio de 2012:
1) Você vota em Lula Sampaio outra vez ou em candidato apoiado por ele?
2) Você prefere votar num candidato de oposição ou em alguém que represente o grupo de Lula Sampaio?
Com 500 pessoas respondendo a essas duas bobas perguntas, em maio de 2012, os homens e mulheres da política de Araripina se posicionarão. Uns terão dignidade e se posicionarão conforme suas convicções, levando adiante os seus projetos e anseios. Outros tomarão o lado que apresentar mais cheiro de poder, pensando justamente em mais uma vez quebrar calçamento em véspera de chuva e em produzir trabalho "intelectual" de gosto e natureza duvidosos.
Quando começar a propaganda de rádio e carro-de-som, muitas variáveis poderão contrariar as evidências no meio do caminho e forçar o cheiro de poder a mudar de camisa. Aí você já sabe: tem gente que aceita cheirar qualquer 'suvaco', admitindo mudar de lado no último segundo da eleição. Já assisti a cena de um suplente de vereador trocar a camisa amarela por uma vermelha em frente à igreja matriz, às 8 da manhã, no dia da eleição, quando viu o mar de gente que vestia essa cor na campanha de 2004.
Até 2012, muita gente vai mimar e ternurar Valdeir Batista na tentativa de furar o bloqueio na Rádio Arari. "Me engana que eu gosto", diria uma pessoa que eu conheço e que muito gosta do empresário.
Outro complicador: a divisão das vagas na câmara de vereadores. Não digo eleição para vereador porque aqui elas não existem há muito tempo. A "ruma" de 'otários' que apresenta potencial em torno de 500 votos se aglutina geralmente em volta de quem é 'forte'. Faz isso sem montar o esqueleto da vitória previamente, razão pela qual se transformam em calda e passam a ser palhaços no cirmo armado para eleger os preferidos das cúpulas. Com pesquisas bem conduzidas, já vi os donos da bola evitar derrotas e retirar mandatos já assegurados pela vontade do eleitor. Já vi, inclusive, 40 ternos de futebol e 100 bolas de "couro" mudarem de lugar no armário e de dono, na hora da entrega. Convenhamos que quem promete e não cumpre não tem chance perante quem não promete e entrega 40 ternos e cem bolas. Bobagem, você pode pensar. Não para quem vende voto ou, em última análise, para quem mede o homem pela palavra empenhada. Não estou aqui me reportando ao tempo em que o número de candidatos lançados era igual ao número de vagas existentes na câmara. Aí é voltar ao tempo dos coronéis de verdade.
Também já patrocinei direta e indiretamente as duas solitárias excessões conhecidas na câmara de vereadores. Já ajudei a livrar dois candidatos 'nanicos' da degola certa. No lugar de duas forcas, colocamos duas gravatas. Até hoje os "sobreviventes" circulam risonhos, sem saber ao certo o risco que correram e o que propriamente se passou. Nem mesmo são capazes de saber a quem agradecer. Continuam incapazes de olhar com olhar profundo para ver quem à sua volta ficou de fora da câmara tendo obtido mais de 1.400 votos. Falta a esses sortudos capacidade mínima para entender direito o que significa fugir da derrota previamente preparada pela cúpula. É a vida! Que é bonita e é bonita!
Em tempo: O circo continua armado (definitivamente) e os fracos continuam correndo em função das pesquisas falsas. Pra lá e pra cá. Do alto do palácio, ou de cima do cofre estufado, os donos da bola continuam rindo e zombando da personalidade bumerangue desses que se dizem agentes diretos da 'pluralidade política e cultural' de Araripina. Sabem os chefões que gente assim nunca passará de pombo-correio de notícia ruim ou de espalhador de boato falso.
Deus nos acuda!

Um cadáver que o PT não consegue esconder e três depoimentos de um irmão que foge para a França a fim de não ser assassinado pela máfia petista







Assim atua o PT. Não existe companheiro, existe comparsa. Se o companheiro for do bem e ameaçar seus negócios sujos, como era Celso Daniel, eles matam. Matam também todas as testemunhas e soltam o único assassino confesso para ameaçar a família da vitma.
Este que fala é Bruno Daniel, irmão do ex-prefeito de Santo Andre, assassinado, após descobrir e interromper a máfia que tentava se instalar em sua terra.

Serra reinou absoluto no debate.

A participação de Serra no debate da Record beirou a perfeição. Dilma se atirou nas cordas por conta própria e de lá não saiu mais. Vai chegar no debate da Globo em frangalhos. Não há como levantar a moral da candidata. Está completamente derrotada por sua própria incapacidade de dizer o que seus chefes pensam e ordenam. O que fica muito claro é que ela faz o papel de uma testemunha de defesa (de bandidos) sendo ela própria a 'mão suja' responsável pelos crimes. Será que ela vai ao debate da Globo?

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Tracking: dois pra lá, dois pra cá.

O que o Tracking da Virada está dizendo é que têm dias que o do Bem está na frente, há momentos em que a Coisa assume a ponta. E que existe um rigoroso empate técnico. Diz mais: é hora de trabalhar porque não vai desempatar, vai ser assim até a última hora, pois assim está há dez dias.
Os indecisos podem decidir. Converse com eles. Use frases curtas e adequadas.
Mas as abstenções também são decisivas. O Vox Populi começa lentamente a apontar a queda anterior de Dilma. Não aconteceu agora. No momento tudo está estacionado. Ela caiu lá atrás, depois subiu um pouco e estacionou nos 48%.
A diferença aparecerá no dia. Chegar cedo na fila e fazer opinião é muito importante. Muito não. Muitíssimo. Olhe a frase aí de cima no fundo azul. É adequada para gente que como nós "admira muito o presidente Lula e torce pela sua volta em 2014. Use à vontade. Nunca falha nem faz mal.

Serra registra pesquisas no TSE mostrando empate técnico. Se o IBOPE e irmãos de fraude mostarem resultados falsos intencionalmente, serão processado.

A campanha do candidato a presidente José Serra (PSDB) decidiu registrar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pesquisas eleitorais internas para poder divulgar seus resultados que, segundo afirmou na tarde desta segunda-feira o candidato a vice Indio da Costa (DEM), apontam empate técnico com a adversária Dilma Rousseff (PT). Serra vencerá em função da escolaridade do eleitor que prefere mudança e também em função das diferenças entre abstenções históricas nas regiões.
O que o IBOPE, o PT e as televisões e jornais comprados pelo governo querem é desmotivar o eleitor de Serra com pesquisas mentirosas, visando aumentar a abstenção nas regiões onde o tucano predomina.

DIVULGUE. É IMPORTANTÍSSIMO.


Divulgue este vídeo. Pode ser que, até domingo, a gente consiga saber quem é a verdadeira Dilma. Ou ajude a impedir a eleição de uma farsa.

Pesquisas: PT já pagou e já sabe o resultado

Eis o calendário das cinco pesquisas de intenções de votos desta semana. Ainda não foram a campo. Algumas sequer irão. Mas o PT já sabe o resulado.
2ª feira : Vox Populi pode divulgar nova sondagem sobre a eleição presidencial
3ª : é vez do Datafolha
4ª : CNT/Sensus
5ª : Ibope.
6ª : de novo Datafolha.

Raimundo Pimentel escapa ileso de sério acidente



No trajeto de volta do município de Glória de Goitá, onde foi agradecer votos lá obtidos, o deputado Raimundo Pimentel teve seu veículo atingido por um ônibus que supostamente entrou numa contra-mão nas imediações da fábria da Sadia, em Vitória de Santo Antão. O carro do parlamentar capotou três vezes. Pimentel teve o rosto machucado. Foi socorrido por uma ambulância do Samu, e em seguida levado a Recife para avaliação médica. Já está no apartamento, repousando.
O deputado e seu motorista de confiança passam bem. Seu suplente também.

Padin Ciço em vídeo inédito será exibido em Juazeiro do Norte, no dia 31

Comenta-se em Juazeiro do Norte que uma gravação inédita de Padrinho Cícero, editada com fotos, será exibiba em praça pública, no dia 31 de outubro, domingo próximo. 'Quem garante que já ouviu' diz que emociona a ponto de arrepidar e fazer chorar. O Padre, considerado santo, também era um filósofo.
Juazeiro está se preparando para receber cerca de 1,5 milhão de pessoas no dia 31 de outubro. Um comerciante que afirma ter acesso ao material, assegura que venderá cópias por apenas R$ 10,00. Crato e Brarbalha também estão se preparando para tirar proveito do evento, oferecendo almoço em conta e dormida mais barata. Muita gente vai querer pernoitar para comprar o DVD.

domingo, 24 de outubro de 2010

Tracking: São dois pra lá, dois pra cá.

É rigoroso empate técnico. Entendam o recado de José Serra: se você já vota em mim, consiga outro voto. Há mais de uma semana a diferença é de dois pra cá, dois pra lá, como no tango. É possível. É viável. É visível. Por que Lula está tão desesperado? A eleição está entre a abstenção e as viagens. O Tracking da Virada aponta esta alternância. Calma com os programas de TV, eles estão sendo monitorados com a ponta dos dedos. Bate, cai um ponto. Não bate, sobe um ponto. Volta a bater, sobe um ponto. Pára de bater, cai um ponto. A eleição não está mais na mão dos marqueteiros. Há pouca coisa a fazer na TV. Agora a eleição será vencida na rua. No trabalho de cada um. Deu para entender ou é preciso desenhar? Ao trabalho, à luta.
Hoje, por exemplo, nossos atacantes fizeram gools magistrais. Driblaram em Copacabana e entraram com bola e tudo na trave do PT.
Amanhã tem debate na Rede Record. A TV do Bispo avarento e abortista mudou as regras do debate para tentar proteger Dilma. Não adianta. Ela chamará goiaba de golhaba. Ela própria está bichada. Não adianta inventar eleitor que se diz indeciso para encurralar Serra com perguntas descabidas. Eleitor indeciso uma ova: São batedores de carteira ligados ao bispo que farão as perguntas. O único problema é a hora. Edir não é católico mas fará o debate na hora da missa do galo para livrar a Coisa de vexames de consequências irreparáveis. Sem saída: Serra vai cortar o esporão do bispo abortivo mesmo assim.

Será o começo do fim. Ou apenas fim do começo? Som na caixa, Veja!

A polícia que faz grampo para gravar a si própria e ao patrão.

O PT está frito. Ou terá que fritar águia voando.

Por que Lula e cia. não pularam no pescoço da Veja negando a existência de comentários gravados sobre encomenda de dossiês?

Simples. Por que o dono das gravações, o ex-secretario nacional da Justica [Romeu Tuma Junior], confirmou que elas existem. E não dá para desqualificá-lo.

Por que não dá para para desqualificar o ex-secretario?

Por que ele tem outras gravações. O governo Lula é refém de gente assim desde o mensalão.

Por que não se põe a Polícia Federal para investigar o Tuma Jr. E desmonta logo essa 'farsa' de gravações 'encenada' por ele e a Veja?
Simples de responder: Tem gente no Brasil inteiro gritando: "Som na caixa, Veja!"A qualquer hora a bomba explode. A menos que a Revista que assino esteja apenas seguindo o exemplo de outros veículos de comunicação e exigindo do PT o que todos os jornais e revistas lucraram juntos e somados nos últimos oito anos. Se isto acontecer, deixo de ser assinante de revista pelo resto da vida. Assino Veja há quize anos. Sempre estive certo de que ela era e seria sempre o pilar que sustenta a nossa debilitada democracia. Fiz um investimento na liberdade de imprensa. Não acredito que financiei outro grupo de picaretas que entra no jogo sujo da chantagem para tomar dinheiro de partido e político dorrupto, como fez a Rede Record e SBT.

Que bela chance de o PT acabar de vez com a credibilidade da Veja - não é mesmo?

Avante, PF. Investigue tudo rapidinho. Uma semana é uma eternidade para quem quer descobrir e provar o alegado. Fala alto e fala grosso, Lula! Ataca a Veja. Chama de mentirosa.

Em tempo: Além disso e aquilo, as fitas estão em poder da Veja, que pode disponibilizá-las aos leitores a qualquer momento. Façamos coro: Som na caixa, Veja!

Minha tia que nunca foi à escola e a futura professorinha que pronunciava “golhaba” vão às urnas.

Era 1970. Araripina contava à época com a conceituada Escola Normal Don Malan, funcionando ali naquele imponente prédio que toma quase um quarteirão inteiro na Avenida da Igreja (Antônio de Barros Muniz). De muitas partes chegava gente. Moças de cidades e estados vizinhos vinham para cá fazer o magistério. Mestres de primeira linha formando aquelas que num futuro próximo seriam professorinhas em muitas salas de aula de Araripina e arredores .
Moças bonitas e elegantes. Vestiam saia comprida para ir à escola e saia curta para ir ao Bar “Escondidinnho” ou ao Cine Marilac. Mas tudo no melhor comportamento.

A “golhaba” da minha tia
Minha tia mais velha das que hoje vivem possuía casas na cidade. Numa delas, uma mercearia bem sortida. A casa de morar começava numa rua e terminava na outra. Num dos muros, algumas fruteiras. Uma goabeira impressionava pela quantidade que frutificava.
Uma futura professorinha chegou de uma cidade vizinha. Veio à casa da minha tia visitar amigas que já cursavam o magistério. À época, existia um teste de admissão para quem terminava o primário ingressar no curso ginasial. Uma espécie de vestibular. Há controvérsia, pois a amizade às vezes definia quem seguiria adiante nos estudos, ocupando as poucas vagas existentes na escola pública. Pelo tamanho da mala, a moça era filha de fazendeiro. Provavelmente na sua cidade não existia ainda o curso ginasial.

À ‘golhaba’ propriamente dita
Ao descer pelo corredor e chegar ao muro, a jovem moça se deparou com uma fruteira que possivelmente ainda não existia na sua cidade natal. Ou então queria encontrar uma forma de puxar conversa com a minha tia e os que a cercavam.
Foi direto ao assunto:
- “Seu pé de ‘fruita’ dá muita ‘golhaba’, né dona (...)?
Minha tia, que nunca foi a uma escola, mas aprendeu a ler como autodidata e desenvolveu um vocabulário mais rico, baseado na bíblia, abriu um sorriso complacente ou piedoso e respondeu:
- A minha fruta ficou com um nome bonito na sua boca, não foi moça?
Além de falar um pouco mais bonito e curtir filosofia sem nunca ter ouvido falar em civilização grega, minha tia era também diplomática e gentil.
Um garoto de apenas quatro anos, que via o irmão soletrando o que levava anotado no caderno a mando da professora Clarinha (de uma escola improvisada mantida pela prefeitura) não entendeu direito o ‘lh’ introduzido na goiaba (golhaba na versão da moça) e soltou um protesto infantil:
- Não existe golhaba, é goiaba o nome!
Minha tia pôs um olhar severo e despistou, fazendo brotar outro assunto mais ameno para a moça que encantava o menino mais pelo belo par de pernas pouco protegidas do que propriamente pelo vocabulário inovador.
A vida seguiu. A moça continuou estudando. Não sei se concluiu o magistério. Sei apenas que arranjou um emprego de professora leiga na sua cidade. Também não sei se ela freqüentava mais o “Escondidinho” e o Cine Marilac ou se dava preferência às aulas da Escola Don Malan. Por conta de tantas dúvidas, fica impossível saber e afirmar se ela formou muitos cidadãos escolados ou se fez estragos na gramática e na cidadania de tantos que por ela passaram.
Hoje não existe mais escondidinho nem Cine Marilac em Araripina. Existem, porém, outras ofertas que concorrem com as escolas disponíveis. Além de praças atrativas e bares igualmente chamativos, muitas casas com computadores e internet livre para quem pode pagar pelo serviço predominam na paisagem. Goiaba é fruta comum. Livros abundam. Só por descuido alguém chamará a fruta da casca amarela de golhaba. Mas isto não significa garantia de que todas as escolas de Araripina e entorno estejam abarrotadas de grandes mestres ensinando corretamente e ganhando decentemente. Nem tampouco podemos descartar a hipótese de um ou vários ‘discípulos’ da professorinha que trocou o nome da fruta estarem por aí mudando o Aurélio à vontade em salas de aula.

CONSEQUÊNCIAS INEVITÁVEIS
Lula se elegeu presidente da República trocando letras e até palavras inteiras. Acaba de ensinar o eleitor a dar porrada no principal adversário político. Tiririca foi eleito deputado federal fugindo de um teste simples que descobriria seu talento com as letras. Preferiu seguir os ensinamentos do PT e forjou uma declaração. Pouca gente demonstra preocupação com esses "valores".
Minha tia tinha razão: não vale a pena corrigir nem desmerecer quem chama a fruta de ‘golhaba’. Melhor relevar. Mas tem uma condição: o presidente da República não pode cortar o tronco da goiabeira para abrir fenda na cabeça do adversário.
Dia 31, domingo próximo, coma uma goiaba sadia e faça bom uso da urna. Por zelo ao eleitor rival ou adversário, deixe o tronco da goiabeira em casa.

Mais direito de resposta contra a reincidente

Serra acaba de ganhar mais um direito de resposta no guia de Dilma. Pelo andar da carruagem e pelos crimes cometidos no guia contra Serra, ela vai acabar sem tempo para se despedir do eleitor no último dia da propaganda de Rádio e TV.

Jornalista entra na justiça para abrir no STM o cofre com 12 anos de crimes cometidos por Dilma. A Folha de São Paulo também tentou mas não conseguiu.

O jornalista gaúcho Políbio Braga protocolou na sexta-feira (22) Mandado de Injunção junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de liminar, para que o Superior Tribunal Militar (STM) entregue em 24 horas os autos dos processos que resultaram em condenações de Dilma Roussef por crimes de natureza militar.

O Mandado de Injunção foi o remédio legal escolhido pelo advogado gaúcho Leudo Costa para o caso, já que o STM negou acesso aos seus arquivos.

Polibio alega que o STM está sonegando ilegalmente aos eleitores o direito de conhecer 12 anos da vida de Dilma Roussef.

Em seu blog e no Twitter, Políbio pergunta:

- O que escondem esses processos que o STM esconde tão decididamente?

Rio: Quando uma virada espetacular começa a acontecer num estado civilizado


Acima, Dilma cercada apenas de seus milicianos truculentos no Rio. Abaixo, Serra cercado de uma multidão de gente do bem, no mesmo Rio, na mesma data e na mesma hora. Resposta à violência de segunda-feira.

O Rio é muito festivo, meio irresponsável, aberto ao aborto e ao sexo por dinheiro. Também é subversivo e acostumado com marca de bala na janela. Mas, aparentemente, não aceitou ter sua imagem associada a umaagressão gratuita a um presidenciavel do bem.
Serra marcou evento para o Rio no dia de hoje. O PT fez o mesmo em forma de provocação. Ja havia feito o mesmo onteme em São Paulo, repetindo Minas Gerais anteontem. O PT está em busca de um cadáver. Quer vestir alguém de azul para matar alguem de vermelho. Quer sangue. Quer cena. Está tentando fazer com que iss aconteça. Vem tentanto gerar fatos desagradáveis em Pernambuco. Marcou e desmarcou evento da candidata em Recife. Queria no mesmo horário de um de Serra. Serra desmarcou. Já estão provocando para terça-feira novamente. É um asurdo que num País tão grande a campanha de Dilma só encontre agenda justo nos lugares onde Serra vai.

O RIO DEU A RESPOSA.Vejam as fotos acima. Ambas são do Rio, no dia de hoje. Serra seperdeu na multidão. Dilma andou desacompanhada, de carro. O povo não seguiu. Nem os bandidos mais temidos do Rio concordaram em praticar a violência pregada pelo PT. Um vídeo mais abaixo mostra claramente de onde vem a ordem. Faltou quem cumprisse as ordens no dia de hoje.Efaltou gente para seguir Dilma. Gente do bem foi o que sobrou na caminhada de Serra. O Rio mostra sua cara. A cara de quem quer ser sede de olimpíadas.

No que se refere ao que se refere a burrice. Porque o dia é de circo e pelo direito de sorrir.

Empate técnico poderá ser decidido pela abstenção. Você entendeu?

A polarização acentuada entre as campanhas de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) na reta final da corrida presidencial passou a ser vista pelos dois lados como um fator que poderá contribuir para conter o volume de abstenções no segundo turno. No primeiro turno, 24,6 milhões eleitores não votaram, o equivalente a 18,12% do total de brasileiros aptos. Em números absolutos, a abstenção superou a opção do eleitor pela terceira via de Marina Silva (PV), que recebeu 19,6 milhões de votos.
O PSDB demonstra maior preocupação com a possibilidade de o feriadão prolongado de Finados (2 de novembro) - e que em muitos Estados se somará ao do dia do servidor (28 de outubro) - provocar impacto na campanha. Isso porque, na avaliação dos tucanos, a disputa está empatada e porcentuais mínimos farão a diferença.
Que na nossa região a abstenção só prejudique a Coisa. Quem é esclarecido sabe o que fazer.

Só 30 segundos espetaculares. Passe para cem contatos em dez minutos.

Política local, para quem gosta. Araripina em 1998, 2002, 2008, 2010, 2012 e 2014.

Leitores do blog que gostam da abordagem dos temas locais estão batendo na porta dos comentários. Querem que eu volte a essa pauta. Pedem minha opinião sobre o cenário local. Pedem que eu fale também de política municipal.
Ainda sou ‘ bebê de colo’ nesse quesito. Sequer sou capaz de imaginar o que os mais idosos da praça planejam na arte de fincar mais uma espada no próprio peito. Por isso, pouco me arrisco a abordar esse tema sem que tenhamos definida a eleição presidencial. A de governador já foi decidida, e nela, todos saíram perdedores. O eleitor perdeu mais. Os políticos perderam menos, mas também não ganharam. Terminaram todos (quase) no mesmo saco. Muito apropriadamente. Pois convenhamos, Araripina ainda é a capital da farinha.

DUAS PERSPECTIVAS, CADA UMA COM ESTRADAS CHEIAS DE BIFURCAÇÕES
De uma coisa ninguém tem a menor dúvida: o futuro presidente indica o grupo mais forte para 2014. Não o vencedor, mas os reais postulantes.
Independente dos reflexos para 2012, Dilma vencendo em Araripina, Lula Sampaio chama os ‘amigos’ que lhe restam e juntos farão uma barulhenta carreata pela cidade. Novamente passarão em frente à casa de Bringel dizendo 'palavras de ordem'. De nada vai adiantar não assumir o voto em Serra. Mas a alegria de Lula pode acabar quando o último carro 'alegórico' entrar na garagem e o motorista, de porre, pegar em ingênuo sono.
Dilma vencendo também a eleição em nível nacional, o cenário real fica desenhado no dia seguinte, quando dois personagens roubarão a cena. O mais vistoso deles é Raimundo Pimentel, eleito deputado estadual e pré-candidato a deputado federal. Com a Assembléia Legislativa lotada da turma que ainda toma leite em mamadeira, a partir de fevereiro, e sem Bringel dando trabalho – levantando problemas reais da paróquia -, Pimentel reinará absoluto na região e se firmará entre os fortes da tropa de elite de Eduardo Campos. Não será presidente da Assembléia, mas poderá até ser chamado algum cargo dde destaque na mesa, ou mais ainda, para assumir a secretaria de saúde do Estado, por ter perfil. Eduardo tem compromisso de chamar três deputados para assumir pastas polítias e burocráticas. Pimentel pode levar esta, substituindo João Lira, que precisa repousar para que a o estado respire aliviado em cada hospital público.
O outro personagem não é solução para Lula. É problema. Atende pelo nome de Ricardo Arraes. Nada de Alexandre Arraes. Este não tem traquejo na arte de tomar café em copo de plástico, nem água de barreiro em cuia de coité. Ricardo faz isso com sorriso de ator global. Mais ainda, já participou de muitas licitações, conhecendo previamente o terreno da obra e o nome dos pedreiros que iriam sublocar. Sabe muito acerca das três esferas de governo. Conhece bem o emaranhado de veias que ligam ONGs, prefeituras, Estados e União agindo juntos para deixar pronta uma mesma obra. É engenheiro, diga-se de passagem. E tem muito gosto por política. Se política fosse uma guerra, poderíamos dizer que ele já levanta da cama com o pau armado para “fazer arte”. Vai novamente dizer que quer disputar a prefeitura, mas está mesmo de olho é numa vaga na assembléia legislativa. Não mais se dirá candidato pelo PSB. Este partido ele já perdeu no primeiro turno para Raimundo Pimentel. Mas isto não é problema. É solução. Se for mesmo amigo do peito do governador, este lhe dirá qual o partido nanico a se filiar e o nome dos otários que lhe servirão de calda em 2014. Enquanto isso, o irmão Alexandre treinará bastante para aprender a tomar água barrenta em cuia de coité. Tem tempo de sobra para aprender essa, que no seu caso, pode ser uma inutilidade.
O único problema de Raimundo Pimentel é a escolha que fatalmente terá que fazer em 2012. Tentar dar polimento em Lula Sampaio ou lançar a esposa na disputa pela prefeitura. Eu, particularmente, acredito nessa hipótese. Só falta para a engenharia dar certo o médico resolver um detalhe bobo: Também dar um polimento no prefeito de Ouricuri. Polimento pode ser traduzido com duas palavras duras: intervenção branca e trabalho paupável. Sem isto, nada a declarar em 2012. Melhor mergulhar em piscina de água transparente, como tem feito até agora nas disputas indigestas . É pouco provável que Pimentel se alie em Araripina a um candidato alçado por Valdeir Batista, dado que o projeto de ambos se choca em 2014. E também é pouco provável que se alie a Valmir Filho, a menos que Bringel pule a cerca outra vez e o herdeiro político de Valmir Lacerda passe a ser candidato bicolor, como foi Lula Sampaio em 2008. Um cenário possível, mas improvável.
O leitor deve está estranhando o Meu Araripe falando quase que somente da turma do contra. Se abestalha não 'bobo', é tática. Deixa Serra vencer dia 31 que eu digo quem tem cerca para quebrar vara na hora do pega de 2012.
Ademais, não posso falar muita coisa de algo que não existe organicamente: oposição. A única coisa que sei é que Bringel afirmou na Rádio Grande Serra que não será mais candidato a prefeito. Isso é o óbvio. Quem procura cabelo em ovo não levou a sério. Eu levei. Mas se existirem dois ovos a meu dispor, eu coloco um numa cesta e o outro no bolso. Ficarei com três. Corrigindo: com quatro. Melhor dizendo: um num canto e dois no outro, nunca juntos. Vai que gorem os quatro nas trovoadas de dezembro. Fiquei ruim de conta. Não levem em conta os erros contidos na soma.
Voltando a falar sério. Vou citar um exemplo do passado para clarear os horizontes. Na eleição de 1998, Valdeir Batista e Valmir Lacerda tiveram a intenção de marcharem juntos, porém separados por partidos. Traduzindo: Valdeir Batista seria candidato a deputado federal pelo lado de Miguel Arraes e Valmir Lacerda candidato a deputado estadual pelo lado de Jarbas. Ambos se apoiando em Araripina. Ambos já saindo eleitos das convenções. Valdeir Batista, dias depois, passou a acreditar que possuía "bala" para ser eleito deputado federal e de quebra eleger um deputado estadual do seu convívio. Lançou o habilidoso sobrinho Eduardo Rodovalho para deputado estadual - que hoje faz muita falta.
Quando as urnas foram abertas, Valdeir deixou de ser eleito por 400 votos, perdendo a vaga para Volney Queiroz, e Valmir Lacerda ficou na suplência por lhe faltarem cerca de 2 mil votos. Eduardo Rodovalho ficou com mais de 12 mil votos. Só dois mil resolviam o problema de Valmir Lacerda para chegar à assembléia. Os doze mil de nada serviram a Eduardo Rodovalho. Algo se repetiu agora, com os votos tirados por Dr. Divanágoras. Valdeir Batista não tirou sequer um terço dos votos de Araripina, com o racha instalado. Poderia ter levado 80% dos votos válidos se a aliança com Valmir Lacerda tivesse se concretizado. Dizem as más linguas que Valdeir sabia da impossibilidade de eleger o sobrinho para a Assembléia, mas tinha como certa a sua eleição para a câmara federal. No caso, segundo esse linguarudo, o empresário queria chegar à câmara federal e não deixar que surgisse novo nome para a disputa local (prefeitura) no futuro. Achava que Eduardo Rodovalho se credenciaria para ser o futuro prefeito, impedindo a reeleição de Bringel (aliado e de situação). Dizem as mesmas linguas que Bringel não se esforçou para dar boa votação a Eduardo Rodovalho por saber desse plano. Não acredito que Valdeir seja tão maquiavélico assim, mas conheço gente que cruzou os braços para a eleição de Rodovalho. Explica alguma reação ocorrida anos depois? Não consigo responder agora porque estou tomando "Kisuco" de framboesa e porque me preparo para calcular quanto gastarei amanhã para ir à Ouricuri fazer exame de vista a fim de renovar minha carteira de motorista. Aproveirarei e tentarei uma ficha para ser atendido daqui a seis meses num exame de feses. Isto sim é um reflexo da briga desses senhores, que muito contribuíram no passado para o desenvolvimento local, mas que ultimamente estão espalhando pólvora na cidade e colocando tochas de fogo nas mãos de 'macacos'.
Outro exemplo? Eu cito: Não reflete nada do episódio acima. Mas Valdeir Batista e Bringel se bicaram em 2008. Como consequência natural, Lula Sampaio pegou a prefeitura sem que um único cachorro de rabo fino latisse em sinal de recusa na entrada da cidade. Acaba de eleger o governador com os votos de Bringel e Valdeir Batista, e de quem mais se sentir 'esperto' para dividir o “mérito”. Lula também fez o seu deputado estadual e ajudou a eleger Volney Queiroz deputado federal, justamente aquele aborrecente que em 1998 tomou a vaga de Valdeir Batista na câmara federal. Isso é ironia do destino? É nada. É o efeito milonga mesmo.
Por esses e por outros motivos, me sinto incapaz de prever qual será o próximo tiro no pé que esses senhores radicais vão se presentear de hoje em diante. Se as lições do passado servirem para alguma coisa, poderá acontecer o imprevisível: eles sentarão à mesa, decidirão quem lançará entre si candidato a prefeito, vice, deputado estadual e deputado federal. Deixarão para escolher nomes mais tarde (ou fingem que não escolhem nomes agora). Do contrário, continuarão a surgir grupos independentes (GI). Já existe um, encabeçado por Dr. Adauto Leite. Este propôs a um confidente a criação ou denominação de outro grupo. Foi atendido: surgiu o GSL, que significa Grupo Sem Líder. Já conta com no mínimo 30 seguidores.
Mais não conto porque não consegui encontrar no dia de domingo um capacete adequado ao momento vivido aqui, e também no Brasil, especialmente por José Serra, no Rio de Janeiro. Por falar em capacete, já decidi: vou colocar uma loja para vendê-los na eleição de 2012. A disputa pela câmara de vereadores vai exigir seu uso obrigatório. Militantes com bolinha de papel e rolo de fita formarão exércitos. Dilma Rousseff já deu a ordem no Rio e foi atendida. A briga aqui vai ser feia. Toda cuidado com as palavras é pouco.

Jornal quer mostrar ao Brasil quem é Dilma. O PT esconde seus processos num cofre.

Por Inaldo Sampaio:
"Folha quer de todo jeito ter acesso ao processo que levou Dilma ao xilindró
Na última sexta-feira, a advogada Taís Gasparian, em nome da Folha de São Paulo, entrou com uma ação cautelar no Supremo Tribunal Federal, contra o Superior Tribunal Militar, que lhe tem negado acesso aos autos do processo que levou Dilma Rousseff à prisão durante o regime autoritário.
O STM adiou duas vezes a decisão sobre se daria ou não ao Jornal o direito de ter acesso às informações. O presidente Carlos Alberto Soares trancou o processo num cofre e levou a chave para casa suspeitando de que, segundo contou, o Jornal quer fazer uso das informações com interesse eleitoral.
A Folha considera o assunto ''de interesse público'' e pediu urgência na decisão do STF, dado que o segundo turno da eleição presidente será no próximo domino, dia 31".


DIMLA: Vários crimes horríveis escondidos num cofre, sob proteção do PT. O Brasil tem direito de conhecer para escolher seu presidente.

O "caixa 2" de Dilma é a sua biografia.

A biografia de Dilma Rousseff está no limite da ilegalidade. Quantas vezes, na sua curta vida pública, ela teve que "negar veementemente" a participação em alguma falcatrua, como mostra o Estadão de hoje? Desde o Dossiê contra Fernando Henrique Cardoso e Dona Ruth Cardoso, que reconheceu como sendo um "banco de dados" até o pedido para que a Receita Federal botasse uma pedra sobre uma investigação contra a Quadrilha do Maranhão, passando pelo Dossiê contra Serra e chegando, agora, à acusação feita pelo número 2 do Ministério da Justiça, em gravações transcritas pela revista Veja, de que pressionava um órgão público para que montasse ataques a adversários. Lula, envolvido em "caixa 2" e no mensalão, foi poupado, pois a oposição achou melhor "deixá-lo sangrar". Não é possível que o país deixe passar mais esta gravíssima acusação contra uma candidata à presidência, cuja biografia está escondida e blindada no cofre do Superior Tribunal Militar, por iniciativa de uma juíza que já foi a ela subordinada e que só está por sua indicação e interveniência. Depois de ter lutado para impor uma Comissão da Verdade, para julgar "crimes cometidos pela ditadura" , ou seja, os crimes dos outros, por que Dilma Rousseff não revela a sua biografia sobre este período? Isto permite que o Brasil pense o pior a seu respeito. Que pode ter "justiçado" ou delatado companheiros, por exemplo. E que as "torturas" que alega ter sofrido tenham sido falsas, apenas para resguardar a biografia de uma delatora. Poupar Lula foi um erro que poderá custar, muito em breve, a nossa própria democracia. É inconcebível que a Oposição permita que uma candidata passe uma vida inteira transgredindo a leia e ainda chegue às vésperas das eleições com um "caixa 2" na sua biografia. Com certeza, hoje, mais de 90% dos brasileiros não sabem que Dilma Rousseff pegou em armas e participou de organizações terroristas que mataram, torturaram e assaltaram. É correto que o Brasil não tenha o direito de concordar ou não com isso? José Serra não está escondendo nada sobre a sua vida. E tem o direito de exigir que Dilma Rousseff faça o mesmo, no horário político eleitoral;


Bispo de Guarulhos: PT é o partido da 'morte' e da 'mentira'
Em ecampanha contra aborto
Em entrevista, dom Luiz Gonzaga Bergonzini diz que, se Dilma ganhar, ele vai "lamentar" e "continuar
Andréa Michael

Em documento distribuído à imprensa, o bispo diocesano de Guarulhos, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, cuja campanha contra o aborto está no epicentro da disputa presidencial, chama o PT de "partido da morte" e da "mentira".

Na coletiva que concedeu ontem, o religioso afirmou: "Não votem em Dilma [Rousseff]", ressalvando que sua recomendação não sugere automaticamente que o eleitor opte pelo adversário da petista, o tucano José Serra.

"Existem opções: anular o voto ou votar em branco. Mas se você me perguntar como vou votar, não respondo."

"Deixo a consciência de cada um fazer sua escolha. Só estou dizendo para não votar na Dilma. Se ela ganhar, vou lamentar, mas vou respeitá-la como presidente e continuar minha campanha contra o aborto."

O aborto se transformou num dos principais temas da disputa. Integrantes da campanha da petista avaliam que Dilma não venceu a corrida no primeiro turno, entre outros motivos, por conta da polêmica criada em torno da opinião dela sobre o tema.

Em 2007, em entrevista à Folha, ela se declarou a favor da descriminalização. Agora diz ser pessoalmente contra a prática.

Assinante do jornal leia mais em PT é "partido da morte" e da "mentira", afirma bispo de Guarulhos

sábado, 23 de outubro de 2010

Não fale ao telefone. O Sertão todo está grampeado.

Há um mês recebi informaões privilegiadas. Gente que olha da posição usada pelas águias me informou que a banda petista da Polícia Federal está tão abarrotada de serviço de escuta telefônica que não sabe mais quantos telefones estão grampedos. Os grampos são sempre iniciados por alguma autorização da justiça. Uma operação sobre venda de produtos piratas, por exemplo. Um troço genérico, que abre um leque interminável de suposições e opções de escutas.
O PT quer intimidar. A Veja revelou só parte, quando mostrou um dos grampos feitos "legalmente", pegando na arapuca justamente a chefe da quadrilha, a própria Dilma. Tem gente que serve ao PT e por isso se considera protegida. Talvez sejam esses serviçais os mais complicadas no assunto "escuta telefônica", justamente porque muitos estão envolvidos nos negócios do PT e sobretudo no arrumado apressado de notas fiscais para cobrir gastos de campanha, através de liberações também apressadas que visam forrar os bolsos dos donos da Nova Ordem, que é vender pesquisas e comprar lideranças, para silenciar o resto.
SÓ UM EXEMPLO CLÁSSICO: O PT fez um dossiê através de um jornalista. O jornalista cobrou o dobro do combinado pelo serviço. O PT preferiu roubar o jornalista, através de um ex-deputado do PT, que cedeu um apartamento ao espião improvisado que fez o serviço sujo. Resultado: enquanto entrou num motel com uma "gata" encomendada pelo próprio PT, o ex-deputado usou a chave que tinha do apartamento e copiou todos os dados armazenados no computador portátil do jornalista "namorador" . A esposa deste foi devidamente informada da traição, inclusive com imagens. Resumo: como autor indreto do crime, o PT se safou e apenas o jornaista contratado vai pagar caro pelo que fez a mando do partido de Dilma. Assim como ocorreu à funcionária da Receita, que além de demitida foi acusada de vender sigilos.

DE VOLTA ÀS ESCUTAS.Itálico
O que não faltam são processos e acusações envolvendo amigos e conhecidos que moram ao lado. Seu nome está na agenda telefônica do amigo? seu e-mail está na lista dele? você conversa quando bebe? seu amigo também? Pois saiba que o amigo é grampeado, e em seguida os amigos do amigo forma uma pirâmide que não tem fim. Assim está nossa terrinha, desde o ano de 2008.
O PT da Dilma manda um recado: sua voz é linda....
Aquele cheque? Que cheque? Aquele depósito? Que depósito? Aquela conta? Que conta? E a aplicação? É tudo do espólio: Que espólio? E aquele (a) amante? Que amante?
O PT manda outro recado: a voz dele (a) é linda...
Quer um conselho: eleja Serra e queime essas gravações! Você não tem cacife para enfrentar o PT no quesito escuta, espionagem e chantagem.
BOBINHO! Qualquer 'garoto' da máquina petista tem teus dados e teu saldo. Tá tudo disponível em qualquer "aparelho" federal. A Super Receita é só um detalhe. Não adianta rasgar seu CPF. Nem se atirar de cima de um pé de coentro. As escutas são apenas diversão. E para te constranger. Ou para te levar na passeata à força. Como a senha da moça de Mauá existem milhares espalhadas nas mãos de petistas Brasil à fora.

Perguntar esclarece: Você acredita que Dilma tem força e pulso para segurar essa gangue da escuta e contra-escuta comandada por Zé Dirceu?
Você acha que essa história vai terminar com ela na cadeira, tendo sido forçada a escolher para vice justamente o chefe da quadrilha parlamentar, Michel Temer?

A virada empatada rigorosamente

O Meu Araripe não engana seu leitor. Todos sabem que houve uma guerra suja armada contra José Serra. Todos viram o barbudo pedindo um presente de aniversário. Aquilo ajudou a coisa. Os dois fatos ajudaram. Só com a depuração da guerra do Rio, especialmente com a reportagem do Jornal Nacional, Serra recuperou fôlego entre os indecisos. Agora, os votos válidos estão rigosamente divididos: 50% para cada lado. Mas pendem para Serra, por dois motivos. O Sul se revoltou e o Sudeste está querendo comer Zé Dirceu sem maionese. São Paulo está despachando os bandidos diretamente para Carandiru.
Minas, contudo, reage lentamente. Mas este é o jeito mineiro. Aécio está sendo confrontado com a história de Minas e não vai deixar barato. Os ventos sopram em favor de Serra. As imagens usadas agora, sob prssão da militância, diga-se de passagem, estão gerando um tremeno resultado pró-Serra. Nosso candidato é igual a São Francisco: entrega tudo que tem e se brincar ainda agradece por ter apanhado. Mas juntou-se um conselho político e deu um basta. Cachorro do PT não tem mais autorização para bater.
Entenda a lógica atual do PT: tentar crescer no Nordeste, amedrontando os fracos com pesquisas falsas e mentindo sobre o fim do bolsa família. Só está dando resultado na Bahia, estado retrógrado governado pelo PT, cujo chefe tem o rabo de Dilma preso.
E pasmem: no Rio de Janeiro, estado que rivaliza com São Paulo e quer transformar o Brasil na pátria da bunda para cima e da indústria do sexo quitado no cartão de crédito, Dilma também não caiu. Lá eles estão acostumados com bala no vidro da janela e não se chocam com porraada na cabeça.
Quero dizer com isso o seguinte: O Norte e o Nordeste são craques em abstenção. Os esclarecidos do Sul, do Sudeste e do Centro Oeste estão determinados: vão em peso votar e formar opinião nas filas, em favor de Serra. Você é do Norte e do Nordeste e é esclarecido? Então faça de conta que já está na fila. Saiba que a turma do governador EC está querendo enganar você com lorotas e lhe tirar mais médicos para mandar para outros lugares que a imprensa é livre.

A Veja decisiva escancara a Dilma tentando transformar a Polícia Federal em fábrica de dossiês.

"Não aguento mais receber pedidos de Dilma para fazer dossiês"


Esta é a capa da Veja que daqui a pouco vai estar nas bancas. Este aí com o dedinho apontando para a capa da Veja é o aloprado Pedro Abramovay, que substituiu Romeu Tuma Jr na Secretaria Nacional de Justiça, o substituto imediato do Ministro da Justiça. Ele foi gravado afirmando que Dilma e Gilberto Carvalho o estavam pressionando para montar dossiês. Com 30 anos de idade e um cargo muito acima da sua experiência, o moço aí da foto, certamente, obedece ordens. É um "laranja". Adivinha se ele montou ou não dossiês? A Veja vai responder.

VEJA - Dilma e Gilberto Carvalho pediam dossiês

O Globo:

Gravações feitas no gabinete do ex-secretário Nacional de Justiça Romeu Tuma Júnior, de conversas com altos funcionários do Ministério da Justiça, revelam o desconforto de Pedro Abramovay, que sucedeu a Tuma no cargo, com supostos pedidos do Palácio do Planalto para a confecção de dossiês.

As informações são de reportagem de capa da revista "Veja" desta semana. Numa conversa com Tuma Júnior, Abramovay teria feito a seguinte queixa:

"Não aguento mais receber pedidos da Dilma e do Gilberto Carvalho (chefe de Gabinete da Presidência da República) pra fazer dossiês. (...) Eu quase fui preso como um dos aloprados."

"Veja" informa que os registros foram "gravados legalmente e periciados", sem dar detalhes sobre quem fez as gravações nem quem teria autorizado o grampo.

Sobre a referência aos "aloprados", a reportagem explica que Abramovay trabalhava na liderança do PT no Senado e com o senador petista Aloizio Mercadante em 2006, quando petistas foram presos em um hotel de São Paulo ao tentar comprar um suposto dossiê contra José Serra.

Segundo a "Veja", na conversa com Tuma Júnior, Abramovay "sugere ter participado do episódio e se arrependido". Conta que quase teria sido preso na época e até teve de se esconder para evitar problemas. "Deu 'bolo' a história do dossiê", teria afirmado ele.

Abramovay, que era secretário de Assuntos Legislativos do Ministério, assumiu a Secretaria Nacional de Justiça em junho, depois que Tuma Júnior foi afastado do cargo em meio a denúncias de manter relacionamento com integrantes da máfia chinesa, em São Paulo. Procurado pela "Veja", ele negou o teor das fitas.

"Nunca recebi pedido algum para fazer dossiê, nunca participei de nenhum suposto grupo de inteligência da campanha da candidata Dilma Rousseff e nunca tive de me esconder - ao contrário, desde 2003 sempre exerci funções públicas", disse.

Tuma Júnior confirmou à revista os diálogos:

"O Pedro reclamou várias vezes que estava preocupado com as missões que recebia do Planalto. Ele me disse que recebia pedidos de Dilma e do Gilberto para levantar coisas contra quem atravessava o caminho do governo", replicou, acrescentando: "Há um jogo pesado de interesses escusos. Para atingir determinados alvos, lança-se mão, inclusive, de métodos ilegais de investigação. Ou você faz o que lhe é pedido sem questionar ou passa a ser perseguido. Foi o que aconteceu comigo".

Sem revelar nomes, Tuma Júnior segue: "Posso assegurar que está tudo bem documentado", diz o ex-secretário Nacional de Justiça.

Em passeata ontem em Diadema, no ABC paulista, Grande São Paulo, ao lado da candidata à Presidência Dilma Roussef (PT), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva Lula não comentou a reportagem da "Veja". Lula disse não ter lido a reportagem.

- Não vi a (Veja) de hoje nem a de ontem.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

PARA REFLETIR

Nada de novo debaixo do Sol
"Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos. Mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma. Um inimigo exterior não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega suas bandeiras abertamente. Mas o traidor se move livremente dentro do governo, seus melífluos sussurros são ouvidos entre todos e ecoam no próprio vestíbulo do Estado. E esse traidor não parece ser um traidor; ele fala com familiaridade a suas vítimas, usa sua face e suas roupas e apela aos sentimentos que se alojam no coração de todas as pessoas. Ele arruína as raízes da sociedade; ele trabalha em segredo e oculto na noite para demolir as fundações da nação; ele infecta o corpo político a tal ponto que este sucumbe. Deve-se temê-lo mais que a um assassino."Cícero tribuno romano (42 a.C)

O Segredo da Coisa e o motivo do apoio de Edir Macedo a Dilma. Saiba agora.


É CURTINHO. SÓ TRÊS MINUTOS.

Fique sabendo com todas as letras porque as igrejas do bem e seus pastores estão produzindo material gráfico e fazendo pregações para evitar que Dilma chegue ao poder. Saiba, também, porque Edir Macedo é a favor de Dilma e da matança. Ele próprio diz. Não precisa ninguém denunciá-lo. Só falta a Polícia Federal quebrar seu sigilo para saber quanto entrou do nosso dinheiro na Record, por exemplo.
Se você é do bem, entre numa igreja Evangélica do bem. Nunca aceite confundir Deus com dinheiro. A paz não virá dessa forma que Edir quer e prega, defendendo a matança indiscriminada em função do estufamento do bolso.

Pesquisa falsa será investigada, por autorização do TSE.

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves, deferiu nesta sexta-feira o pedido feito pela coligação O Brasil Pode Mais, do candidato à presidência José Serra (PSDB), para fiscalizar a pesquisa eleitoral do instituto Vox Populi que divulgou, no dia 19 de outubro, as intenções de votos dos eleitores para o segundo turno, segundo o portal Terra.

Segundo o ministro, o pedido foi aprovado pois a Lei das Eleições garante o acesso aos dados das pesquisas eleitorais. A lei estabelece também que os partidos podem ter acesso ao relatório entregue ao solicitante da pesquisa e ao modelo do questionário aplicado

Em carta aberta, pastores evangélicos consideram Dilma e o PT uma ameaça à família

Em documento entregue ao PSDB nesta sexta-feira, o grupo de evangélicos diz existir "uma disputa polarizada entre dois grupos". O primeiro, segundo os religiosos, "representa o desenvolvimento". O outro (o PT) "representa uma ameaça às famílias"


Fatos e imagens que mudaram a eleição e a história. Deus escreve certo por linhas tortas.

Tracking de ontem, dia 21.

Ontem, por volta de onze da noite, recebi informações dando conta de que a agresão a Serra e o noticiário, especialmente a reportagem de sete minutos do Jornal Nacional, da Globo, alteraram completamente a forma de pensar e agir do eleitor. As ligações foram feitas e repetidas várias vezes. O tracking não pode ser fechado porque as pessoas estavam com medo de responder a pesquisas. Uma balbúrdia sem a menor lógica.
As imprecisões das respostas e o medo do eleitor mais esclarecido está prejudicando as análises. Mas a tendência entre os que aceitaram responder apontava acentuado crescimento de Serra entre as pessoas esclarecidas e entre os que moram nas periferias onde o crime não domina. Serra não precisa mais prometer nada. Só precisa mostrar os riscos que o País corre. E orientar o eleitor a não mais responder a pesquisas nem aceitar provocações de petistas. De uma só vez, acaba com a bandidagem dos institutos e pesquisa, corta o peito que alimenta essa turma de Sarney e companhia e força uma mudança imediata na legislação que rege as pesquisas, proibindo de vez que institutos de pesquisa a serviço de partidos corruptos inutilizem o título de eleitor e sepultem a democracia.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Atenção para a armação! Fontes informam que alguém contratado pelo PT vai "agredir" Lula ou Dilma. Querem até um cadáver.

Está sendo planejado, dentro da Campanha de Dilma Rousseff, uma "agressão" à candidata ou ao presidente da República. Querem até mesmo um cadáver. A armação é gravíssima. É importante que o PSDB e os veículos de comunicação sérios estejam atentos. Há um plano em andamento para gerar um factóide que decida a eleição. Chegou a hora de chamar observadores internacionais e de fazer uma denúncia pública antes que isto venha a acontecer.Com a PF aparelhada e o TSE em dormindo em berço esplêndido, com 90% da imprensa vendida, chamem o New York Times, chamem logo uma coletiva com veículos internacionais! Chamem organizações de direitos humanos! Chamem Jimmy Carter!

CRISE MASCARADA. SÓ QUANDO PASSAR A ELEIÇÃO, A IMPRENSA COMPRADA MOSTRARÁ QUE A CASA ESTÁ CAINDO!

Prefeito exonera todos os secretários e cargos comissionados no RN
A crise financeira levou o prefeito de Ceará-Mirim (RN) a exonerar todos os 14 secretários municipais e os cerca de 400 cargos comissionados da cidade, que fica na região metropolitana de Natal. Antônio Peixoto (PR) decidiu tomar a medida após ser informado pelo Tribunal de Contas do Estado de que precisaria se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em Belo Jardim (PE), foram mais de mil contratados os demitidos. A crise existe e é forte. A bolsa despenca e o Real está supervalorizado. Os juros são astronômicos para uma taxa de inflação de apenas 4% ao ano. Tudo é artificial porque o ano é de eleição. O PT chama de marolinha. Os prefeitos, pendurados na brocha - pois se abrirem a boca perdem o mandato por atos de corrupção - arcam com as consequências. O PT gasta o dinheiro pagando agiotas e bandidos como Zé Sarney e Michel Temer. Se não pagar os mensalões, a Casa que cai é a do PT.
Derrube o PT nas urnas. O Brasil não vai suportar pagar mesada a tanto bandido organizado.
Eles estão descontrolados. As imagens provam.

Maria Augusta, Leonardo Farias e Zé Bolacha não serão candidatos a vereador, afirma blog.


"Desiludidos com o desprestígio atual da função de vereador em Araripina, por serem tratados com desrespeito por algumas pessoas desinformadas, os atuais parlamentares Maria Augusta (foto), o presidente da câmara de vereadores Leonardo Batista (foto) e também Zé Bolacha, já anunciaram em plenário e consta em ata, que não serão mais candidatos ao cargo de vereador de Araripina nas próximas eleições que ocorrerão em 2012".
É isto o que assegura um blog anônimo da cidade. Meu Araripe não ouviu nenhum dos citados. Também somos anônimos. Se a notícia não for procedente, o que duvidamos, a área de comentários está aí à disposição dos três. Se não se manifestarem, passarão a ser tratados como não candidatos de hoje em diante pelos jornalistas e também pelos eleitores.

A eleição já está decidida. O PT abreviou seu fim. Se eu fosse Serra enterraria também os institutos de pesquisa.

Se eu fosse Serra faria o seguinte, amanhã cedo:
1) Orientaria o eleitor que vota 45 a não responder nada a pesquisadores, para desmoralizar de vez as pesquisas compradas pelo PT. Com o eleitor orientado a não responder nada, a pesquisa não pode ser sequer considerada falsificada. Seria 100% para Dilma e 0% par a Serra. O fim desses bandidos, que perderiam o meio de roubo junto com o PT;

2) Orientaria o eleitor a não conversar sobre política com militante contratado pelo PT ou empregado por este partido. Essa turma chega ao ponto de tentar desmoralizar pai diante de filho inocente. O treinamento que recebem é brutalizador e por isso assustador. Eles são capazes de tudo, mesmo quando têm boa índole.

3) Pediria reforço policial a todos os governadores dos estados a serem visitados na reta final.

PORQUE.... Porque a eleição está consolidada, depois que bateram em Serra e que o chefe da turma da pinga comparou nosso candidato ao goleiro chileno, no dia de hoje. O premier da pinga cresceu usando o futebol para fazer frases de efeito e encerrou sua carreira também com elas.

Dilma chegou a dizer que foi alvejada com uma bexiga de água no Paraná. Nem molhada estava. O petista que fabricou a cena era ruim de pontaria. Ela mesma deveria ter atirado, pois é só o que sabe fazer com perfeição.

A turma do PT foi orientada por Zé Dirceu a bater em Serra. Os petistas mais raivosos não quiseram saber o tamanho da agressão que estavam autorizados a praticar. Foi assim quando derrubaram uma fazenda de laranja em São Paulo e quando quebraram cabo de bandeira na cabeça de Mário Covas. O preço é alto. Dilma merece pagar por todos os crimes que já praticou. Deus escreve certo por linhas tornas. Está na Bíblia.

Serra denuncia Ibope que havia sido pré-divulgado por "blog bem informado".

Do IG:
De acordo com José Serra, “essa pesquisa do Ibope é estranha porque não há registro dos questionários, como a legislação exige. Segundo, porque o resultado já havia sido divulgado antes que a pesquisa estivesse pronta”, afirmou. O tucano disse que o resultado da pesquisa já havia sido divulgado por um “blog bem informado”.


O Meu Araripe vinha denunciando a farsa desde sempre. Missão cumprida.
Falta agora o PSDB entrar na justiça para processar o IBOPE e a Globo. Antes, porém, deve proibir a divulgação de qualquer pesquisa que tenha por intuito lesar o eleitor e induzi-lo a não se movimentar em favor de Serra e da democracia.

A Lei do Silêncio chavista do PT começa no Ceará do PSB.

Da Folha de São Paulo:

Por sugestão do PT, a Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, por unanimidade, a criação de um Conselho Estadual de Comunicação Social que terá como atribuição "orientar", "fiscalizar", "monitorar" e "produzir relatórios" sobre a atividade da imprensa local "nas suas diversas modalidades".O conselho segue várias das propostas restritivas à liberdade de imprensa aprovadas pela Confecom (Conferência Nacional de Comunicação), realizada pelo governo federal no ano passado.

Lembram que Eduardo Campos silenciou Zé Silva? Zé Silva que cobrava médicos, água nas torneiras, redução dos impostos de madeira e mel? Lembram que ele enganou Zé Silva, dizendo que mandaria médicos para Araripina, retirou Zé Silva do ar, antes que a campanha pró-médicos fosse desencadeada? Os médicos vieram? Só se estão atendendo exclusivamente na sua casa!
Chavismo é isso!

Votem em Dilma. Silenciem o Brasil. Mas, depois, pare de reclamar. Ou entre no tapa com a falange vermelha.

Hora dos homens garantirem a virada

Chegou a hora de botar Aécio Neves e Geraldo Alckmin no programa eleitoral, conclamando os seus estados contra as mentiras assacadas contra mineiros e paulistas. É hora de colocar Fernando Henrique Cardoso e Itamar Franco na TV, chamando Lula para um debate, para falar olho no olho, cara à cara. É hora de chamar nos brios. É hora de mostrar as difamações contra os dois mais importantes estados do país. É hora de criar um movimento de Minas e São Paulo Unidos pela Democracia. É hora dos valores, segundo já apontou Reinaldo Azevedo. É hora da ética. Chega de genéricos, chega de viadutos, chega de sala de aula, chega de UPA. É preciso abrir os olhos do país para que ele não mergulhe nas trevas do socialismo e da ditadura chavista que o PT quer implantar no Brasil. É hora de chamar os homens de bem para mostrar todas as falcatruas, toda a corrupção, toda a sujeira amontoada como lixo dentro do Palácio do Planalto. Se as eleições forem perdidas, que sejam perdidas por homens, por brasileiros, por cidadãos e não por covardes manipulados por marqueteiros que já estão com a vida ganha e que, seja quem for o vitorioso, terão apenas feito mais uma campanha. Duda Mendonça, por exemplo, fez 16 neste ano. É hora de assegurar a virada virada. Da virada do conteúdo, da mensagem, do foco. O Brasil, que não é composto só por 2%, está querendo a verdade. É por ela que queremos vencer e é por ela que vamos resistir, se por acaso a vitória for roubada pela Globo e demais TVs, associados aos IBOPES da vida. Ontem, foi humilhante ver José Serra apanhando de petistas no Rio de Janeiro. Foi repugnante. Queremos, como brasileiros, uma reação à altura. É hora de reagir. Você é homem? Você é mulher? Pois prove.

REFLEXÃO:
Um lar pode até uma família, pode até conseguir conviver com um homem violento. Os filhos podem até crescerem homens de bem. Um homem violento quase sempre é controlado pela mansidão e habilidade da mulher.
Mas uma Nação comandada por uma mulher violenta como a Dilma, jamais terá paz. Está provado. O dia de ontem não deixa dúvidas. Enquato seus bandidos batiam em Serra, ela agredia verbalmente uma pacifista do Grenpeace.