segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Lembra disso?

Caruaru briga por fábrica da Wolks. Araripina não briga sequer pela água doce que já teve.

Araripina é mesmo acomodada. Já teve água do São Francisco e agora se cala ante a água salgada que voltou a beber de Lagoa do Barro. Enquanto isso, Caruaru briga por uma montadora de automóveis, já Araripina não briga sequer para funcionar uma fecularia que chegou ao município na era Jarbas.

Nesta segunda-feira, o deputado Tony Gel (DEM) fez um apelo ao governador Eduardo Campos. Ele gostaria que, acaso a Volkswagen decida instalar uma montadora em Pernambuco, a unidade seja instalada em Caruaru.

Ele encaminhou indicação neste sentido à Mesa Diretora da Assembleia, onde ressalta que a Capital do Agreste possui uma localização estratégica para o escoamento da produção, já que está situada a 130 quilômetros do Recife e a 160 quilômetros do Porto de Suape, com principal acesso pela BR-232, com faixa dupla em toda sua extensão e pela BR-104 que está sendo duplicada.

Nas suas justificativas, o parlamentar diz ainda que além de ser a cidade mais populosa do interior pernambucano, com uma população superior a 300 mil habitantes, "Caruaru tem recursos humanos suficientes para atender à demanda de uma indústria de grande porte, campi das duas principais universidades do Estado, além de instituições de ensino superior privadas, sem contar que possui espaço físico suficiente para a implantação e expansão de grandes empreendimentos".

Tony Gel afirmou também que o novo empreendimento, que terá um financiamento de R$ 2 bilhões, irá produzir cerca de 200 mil unidades por ano, sendo gerados milhares de empregos diretos e indiretos. O anúncio oficial da montadora pode ser feito no próximo dia 8 de novembro.

Trindade: 'Lixo' sob o lixo é o que encontra TCE

O presidente da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Dirceu Rodolfo, expediu medida cautelar, sugerida pela Inspetoria de Petrolina, determinando à Prefeitura de Trindade que se abstenha de efetuar pagamento à empresa F& P Energia Ambiental S/A, pelo transporte de resíduos sólidos de origem orgânica, até posterior deliberação. Segundo ele, a auditoria de acompanhamento de Obras e Serviços de Engenharia identificou indícios de irregularidades no contrato, cujo objeto é a realização de serviços de limpeza urbana.

O conselheiro concedeu o prazo de até cinco dias ao prefeito Gerôncio Figueiredo para, se tiver interesse, apresentar suas contra-razões. De acordo com o relatório de auditoria, o valor unitário contratado e pago pelo transporte dos resíduos sólidos até o seu destino final “está superestimado”, pois as despesas com aluguel do veículo e pessoal já estariam cobertas pelos custos do item de serviço, qual seja, “coleta de resíduos domiciliares e comerciais de origem orgânica”. Apenas para este item, afirmam os técnicos do TCE, os valores pagos indevidamente totalizam R$ 37.404,84.

Araripina 2012: Vai dando candidato testado e aprovado



Até agora, o militante de oposição dá indicações de que prefere um candidato testado e aprovado para enfrentar Lula Sampaio em 2012.
A votação está baixa, comparando-se a outras enquetes em que havia interessado direto em jogo. Aqui só existe interessado indireto.
Como não há sinais de mobilização de nenhum pré-candidato através das redes sociais - o que altera o cenário real - vai prevalecendo o entendimento da maioria dos militantes, que de fato desejam um candidato com mais densidade e serviços prestados. A enquete continua.

Quimioterapia: Pessoas comuns esperam 76,3 dias na fila do SUS.

O modelo correto é este que atende ao nosso querido Lula.

Matéria publicada em O Globo, no último dia 25 de outubro:

O Ministério da Saúde, responsável pela política nacional de oncologia, tem fracassado nas ações para atender doentes de câncer, enquanto a doença avança no Brasil, com o envelhecimento da população. Conforme o tipo de tratamento, nem a metade dos pacientes que procuram o Sistema Único de Saúde (SUS) consegue assistência. E, num contexto em que o tempo é fundamental para a cura ou a sobrevida, a espera média pela primeira sessão de radioterapia chega a ser desesperadora: mais de três meses. Os dados constam de auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU).


Conforme o relatório, as unidades públicas de saúde deveriam ter atendido em 2010 169,3 mil doentes que necessitavam radioterapia, mas só 111,5 mil foram contemplados (65%). No caso das cirurgias oncológicas, os números são ainda piores: de 152,4 mil pessoas, 71,2 mil ou 46% conseguiram passar pelo procedimento. No Rio, os dados são mais dramáticos: só 41% dos pacientes tiveram acesso à radio e 29% às cirurgias.


Quimioterapia vai além da demanda
No caso da quimioterapia, a situação é inversa. O número de procedimentos é maior que o necessário, fruto do excesso de prescrições. Mesmo quando as sessões não surtem mais efeito, segundo o Ministério da Saúde, os médicos as indicariam por "obstinação terapêutica". Mesmo assim, comparado aos parâmetros internacionais, é longa a espera pela assistência. Em países como Canadá e Reino Unido, a quase totalidade dos doentes aguarda no máximo 30 dias, a partir do diagnóstico, para iniciar o combate ao câncer. No SUS, a primeira quimioterapia é feita em 76,3 dias e a primeira radioterapia, em 113 dias.

Um dos cinco ministros caídos é indiciado como "líder de organização criminosa".

Relatório de 40 páginas da Polícia Federal descreve o modus operandi do ex-ministro Wagner Rossi (Agricultura), apontado como "líder da organização criminosa" que teria arquitetado fraude no Programa Anual de Educação Continuada (Paec) - capacitação de servidores - para desvio de R$ 2,72 milhões. A PF vai indiciá-lo criminalmente nesta semana, imputando a ele formação de quadrilha, peculato e fraude à Lei de Licitações.


Segundo o relatório, a investigação descobriu "verdadeira organização criminosa enraizada no seio do Ministério da Agricultura". A PF sustenta que "os investigados, muitos travestidos de servidores públicos, atuavam no âmbito de uma estrutura complexa e bem definida, agindo com o firme propósito de desviar recursos da União". Rossi foi o quarto ministro do governo Dilma Rousseff a perder o cargo. Ele caiu em agosto, após denúncias de tráfico de influência, falsificação de documento público, falsidade ideológica, corrupção ativa e distribuição de propinas a funcionários que teriam participado do procedimento administrativo que ensejou a contratação da Fundação São Paulo (Fundasp), mantenedora da PUC-SP.


O relatório é subscrito pelo delegado Leo Garrido de Salles Meira. Além do ex-ministro, ele decidiu indiciar outros oito investigados, inclusive o ex-chefe de gabinete Milton Elias Ortolan. A PF confirmou denúncia da revista Veja, que revelou que o lobista Júlio César Fróes Fialho detinha poderes excepcionais na pasta, embora não tivesse vínculo formal com a pasta. "Toda a trama inicia-se com a associação do lobista com a cúpula do Ministério da Agricultura", assinala a PF. "O plano consistiria em direcionar a execução do programa de capacitação de servidores para determinada instituição de ensino, da qual seria exigida vultosa quantia." A PF destaca que Rossi, Ortolan e Fróes "dando prosseguimento à trama delituosa, associaram-se a dois professores da PUC".


O lobista teria exigido contrapartida de 28% do valor bruto do contrato. Segundo a PF, "a organização criminosa, quando se viu compelida pela consultoria jurídica a efetivar uma pesquisa de preço para dar respaldo à contratação da PUC-SP por dispensa de licitação, passou a forjar diversos documentos".Para a PF, os gestores da Fundasp "foram ludibriados". O plano falhou quando a servidora Joana Luiza Gonçalves da Silva exigiu apresentação de notas fiscais, o que teria provocado intervenção direta de Rossi. (Do Estadão)

Perguntas sobre mais um ENEM fraudado irritam o pré-candidato Haddad.

A presidente do Inep (órgão do MEC responsável pelo Enem), Malvina Tuttman, se reúne hoje em Fortaleza com o juiz federal Luiz Praxedes Vieira da Silva para defender que o exame não seja anulado em todo o país.O MEC quer que apenas os 639 concluintes do ensino médio do colégio Christus refaçam o exame. O ministro da Educação, Fernando Haddad, voltou a dizer ontem, em evento político em São Paulo, que "basta aplicar uma nova prova aos alunos que foram, inadvertidamente, beneficiados".

Haddad amenizou o vazamento das questões. "Sempre haverá tentativas de burlar o sistema de segurança." Disse também que somente o inquérito da Polícia Federal irá esclarecer como as questões do Enem vazaram. A Justiça Federal no Ceará deu prazo até hoje para o Inep se manifestar sobre o pedido do Ministério Público Federal, que quer cancelar o exame nacionalmente. Outra alternativa proposta pela Procuradoria é a anulação de 14 questões do Enem entregues a alunos do Christus antes da prova. A direção do Christus nega irregularidades. Segundo o colégio, as questões estavam no banco de dados da escola e podem ter sido inseridas ali por alunos que fizeram o pré-teste, sem a escola saber.

Uma aluna do pré-vestibular do Christus, que não está no grupo que teve a prova cancelada, disse à Folha que também recebeu as questões. O assessor especial do ministro, Nunzio Briguglio Filho, disse que não há nenhuma evidência de que os alunos do pré-vestibular tenham recebido as questões, mas, se isso ficar comprovado, eles podem ter de refazer o teste.

O ministro participou ontem de novo evento político na capital onde pretende concorrer à prefeitura em 2012. Ele se irritou quando questionado sobre como encontra tempo para dedicar-se a esse tipo de reunião em meio a uma crise do Enem. "Isso está me tirando duas horas. Não posso visitar minha família? Não posso conversar com meus amigos?"

Trem-bala não sai do lugar.

Mais um atraso no cronograma e uma parcela maior de risco na conta do governo. Esse é o retrato atual do projeto do trem de alta velocidade que ligará São Paulo ao Rio de Janeiro. Na melhor das hipóteses, o trem começará a circular em 2017 e a um custo maior para os cofres públicos. Só o projeto executivo custará R$ 600 milhões. A rodada de conversa com os candidatos a operar o negócio e oferecer a tecnologia do trem levou o governo a estudar assumir uma demanda mínima de passageiros. Se o número de usuários ficar abaixo do estimado, o governo compensará a operadora. Além disso, os candidatos querem um seguro contra eventuais atrasos na obra, adiantou ao Estado o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo. O leilão deverá ser realizado em julho.

O problema está nas ONGS de "capacitação".

A medida publicada hoje no Diário Oficial, onde a Presidência da República congela por trinta dias o pagamento às ONGS com irregularidades, é pura demagogia. Tanto é que um dos programas que será preservado, segundo o noticiário, é o Pronatec, que simplesmente não existe, já que a sua oficialização ocorreu na última quarta-feira.O que o governo federal deveria fazer é acabar com qualquer programa de capacitação realizado por ministérios, inclusive o MEC, pois aí é que está o grande rombo, a grande roubalheira. Foram nos programas de treinamento que surgiram os roubos no Turismo, no Esporte, no Trabalho, em vários ministérios. O país possui o Sistema S, que é duramente fiscalizado pela AGU e outros órgãos, que pode cumprir este papel com eficiência, eficácia e efetividade. O problema é que ele é gerido por empresários e não por políticos. Não há como meter a mão na grana. O Pronatec terá a participação do Sistema S. Este sim, é um bom começo. O resto é conversa para boi dormir.

domingo, 30 de outubro de 2011

sábado, 29 de outubro de 2011

Prepare o bolso: Petrobras vai reajustar preços da gasolina e diesel em novembro

A Petrobras informa o reajuste nos preços de venda nas refinarias dos derivados abaixo, a vigorar a partir do dia 1º de novembro de 2011: Gasolina A 10%
e Diesel 2%.

Os preços da gasolina e do diesel sobre os quais incide o reajuste anunciado não incluem os tributos federais CIDE e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS.

Esse reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da Companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional, em uma perspectiva de médio e longo prazo, que vem apontando um novo patamar para os preços praticados.

Médicos vão " buscar preservar" voz de Lula. Depois "vão avaliar caminho a seguir".

O tratamento ao qual será submetido o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva buscará preservar os orgãos afetados pela doença (supraglote, glote e subglote), segundo o oncologista Artur Katz, um dos médicos que assina o boletim do Sírio Libanês. Katz falou ao O GLOBO enquanto trabalhava nos exames do ex-presidente.
- O tratamento tem caráter curativo e não deve afetar a voz do ex-presidente - disse o médico. Segundo ele, a quimioterapia, realizada em três ciclos, será o primeiro passo do tratamento. - Depois vamos avaliar qual caminho seguir. Ainda de acordo com o médico, o tumor do Lula é um carcinoma epidermoide. Segundo a Associação Médica Brasileira, o carcinoma é um câncer de origem epitelial, tecido que reveste cavidades internas de determinado órgão. Este tipo de tumor representa 90% de todos os tumores malignos da faringe. Katz disse que a doença foi diagnosticada hoje e que o estado de saúde do presidente é "bom".(O Globo)


Chances de cura são 68%.
Lula terá de fazer tratamento com sessões de quimioterapia. A doença foi confirmada após avaliação multidisciplinar. Ainda segundo boletim, Lula encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial. A equipe médica que o acompanha é formada por Roberto Kalil, Paulo Hoff, Artur Katz, luiz Paulo Kowalski, Giberto Castro e Rubens V. de Brito Neto.

Ex-presidente Lula acaba de diagnosticar câncer na laringe

Uma péssima notícia foi dada pela Rede Globo. O ex-presidente Lula está com câncer de aproximadamente 3 centínetros de diámentro na laringe.
Independente de questões ideológicas, Lula é um grande pernambucano e um ser humano com mais virtudes que defeitos. De origem pobre, enxergou a pobreza quando esteve na presidência da República, estendendo a estes a mão amiga do governo.

Araripina 2012: O Dilema da oposição


Dezembro está chegando. O ano da eleição chega junto, separados um do outro apenas pelo estouro dos fogos de artifício que anunciam o ano novo.
Araripina vive um momento singular, que não se restringe aos encantamentos e simbolismos do final de ano. As cúpulas partidárias e líderes de tendências queimam pestanas e perdem noites de sono para encontrar a fórmula ideal de ir às urnas em outubro de 2012. O resultado prático da eleição de Lula Sampaio obriga gente com responsabilidade a buscar uma fórmula para enfrentar o atual prefeito. Esta fórmula está sendo testada nos bastidores, muitas vezes sem que uma ou mais de uma das partes envolvidas tomem conhecimento. São os ossos do ofício.
A dúvida maior persiste. Até onde se tem conhecimento, ela não reside em como vencer Lula Sampaio, mas sim, em como suceder Lula Sampaio. As pesquisas indicam que será relativamente fácil derrotar o atual prefeito estando o bloco de oposição unido. Mas o problema que aflige é como RESOLVER os problemas que se avolumam. Sim, pois a festa das urnas se encerram junto com a proclamação do resultado, mas a tarefa de trabalhar arduamente recairá sobre os ombros de um só: o VENCEDOR. E geralmente o eleitor que faz a festa e garante a vitória não reaparece para colaborar, para reconstruir nada, para oferecer ajuda, mas sim, para cobrar faturas. Aí começam os problemas de quem assume o comando.
Por este motivo, e também por outros de menor importância, a oposição ainda não escolheu um nome para chamar de candidato. Ao contrário, jogou mais nomes na rua, os chamados balões de ensaio, que servem para ganhar tempo e amadurecer as idéias, inclusive cansando os mais insistentes na arte de desagregar.

OS NOMES POSTOS

A renovação
Valmir Filho, Alexandre Arraes, Leonardo Farias, Dra. Socorro e Dr. Divanágoras - que não aparece na foto por não estar em campanha declarada - são os nomes mais conhecidos que podem representar a oposição na disputa, empunhando a bandeira da “Renovação”. Todos se dizem pré-candidatos, embora apenas Valmir Filho e Alexandre Arraes cumpram agenda de candidatos.

A experiênia
Valmir Lacerda, Valdeir Batista e Bringel são os nomes citados, com uma particularidade: Bringel defende a unidade e não postula de forma ostensiva a candidatura, e Valmir Lacerda respeita o ‘time’ do filho, se abstendo de propangadear seu nome. Por seu lado, Valdeir Batista se diz pré-candidato, embora tenha feito pouco esforço para montar um grupo, ou uma chapa de candidatos a vereador. Bringel, vez por outra, faz questão de perguntar: "E por que não Valmir pai?", compelentando a indagação com uma afirmação: "Esse homem é a baraúna da política de Araripina", referindo-se ao conteúdo, firmeza e caráter do ex-prefeito Valmir Lacerda.

A definição do Vice e dos futuros deputados resolverá a disputa interna
Sendo escolhido um candidato de Renovação, ou jovem, não fará sentido ter na vice um candidato experiente. É impensável uma chapa com Valmir Filho na cabeça e Valdeir Batista ou Bringel na vice. Ou uma chapa Alexandre Arraes com Valmir Lacerda na vice. Uma vez sendo escolhido um candidato jovem, o vice também será outro jovem.
Sendo escolhido um candidato testado, abrem-se as possibiliades, facilitando o entendimento. Seja para contemplar os novatos com uma vice e uma vaga de deputado, seja com secretarias de destaque, para furura projeção (e ganho de experiência).
O FATO é: Raimundo Pimentel pleiteia uma candidatura de deputado federal e não se colocará como impedimento a acordos, estando disposto a retirar o nome da esposa da disputa; Bringel pleiteia ser candidato a deputado estadual (deve reassumir em janeiro de 2013); Valdeir Batista tem repetido que só se envolverá na disputa se for o candidato, o que sugere distância de Araripina em 2012, pela postura que vem adotando.

O GOVERNADOR
Eduardo Campos quer vencer em Araripina. E, certamente, não quer vencer com um candidato que seja ligado a Armando Monteiro ou a Humberto Costa. Mas, também certamente, só entrará em campo para defender alguém em que confie plenamente, que tenha chance de agregar, que tenha chance de vencer e que possa governar bem, fazendo parcerias (extatamente com este perfil), não pondo em risco o seu jogo com vistas a 2014. Em tese, o governador tem dois nomes preferidos em vista.

Façam suas apostas. A enquete está aí do lado para você opinar. Este blog não tem candidato. Apenas deixa você por dentro do que está acontecendo nos bastidores.

Pássaros sem rumo

Tucano volta a criticar PSDB sem comando.

O senador Aloysio Nunes Ferreira (SP) voltou a criticar o comando do PSDB. Pelo Twitter, o tucano cobrou posição do partido sobre diversos temas nacionais e ainda reformulação interna. Segundo ele, sem uma atuação marcante a partir de hoje, a oposição pode se fragilizar para a disputa presidencial de 2014. "Dessa forma, sem trabalhar direito hoje, sem formular propostas, sem organizar o partido, sem uma oposição firme agora, 2014 já era", afirmou o tucano no microblog. Para o senador, mais votado do Estado de São Paulo em 2010, é preciso que o PSDB marque posição sobre as reformas política e do Código Florestal, em discussão no Congresso Nacional e avalie as obras para a Copa de 2014.


"Outro 'aliás': o que o PSDB pensa sobre Código Florestal? Sobre lambanças preparatórias da Copa? Na reforma Política, qual é nossa posição?", disse. O senador também alfinetou a presidente Dilma Rousseff na discussão sobre a projeto que estabelece uma nova divisão das receitas de petróleo. "Dilma lavou as mãos. Não quer se meter nisso. Nosso mundinho político também não. Aliás, o que o PSDB pensa sobre o assunto?" Ele ainda cobrou organização do PSDB. "A quantas anda a tão alardeada reorganização do partido, especialmente das seções estaduais praticamente dizimadas nas últimas eleições? Eleita no fim de maio, a Executiva Nacional não se reuniu nenhuma vez até agora. E o recadastramento dos militantes, indispensável à realização de prévias?", questionou.

E o PT aparelhou o carnaval.

O Carnaval 2012 promete colocar em lados opostos o ex-presidente Lula e sua sucessora Dilma Rousseff.Há meses, a Gaviões da Fiel anunciou que o ex-presidente é inspiração para o enredo que levará ao Anhembi no ano que vem: "Verás que o filho fiel não foge à luta _ Lula, o retrato de uma nação". Dilma, por sua vez, será homenageada pela atual campeã do Carnaval de São Paulo, a Vai Vai, que tem o enredo "Mulheres que Brilham _ A força feminina no progresso social e cultural do país". É certo que a deferência à presidente é menos direta do que a feita a Lula pela escola corintiana. Mas a letra da Vai Vai não deixa dúvidas de que Dilma também conquistou os corações sambistas. "Senhora da vida/guerreiras na lida/hoje és presidente e me rendo a teus pés/pra sempre te amarei mulher", diz o samba da escola do bairro do Bixiga.

Integrantes da Vai Vai esperam que a presidente deixe de lado o estilo reservado e participe do desfile, marcado para o dia 17 de fevereiro. Esta seria uma chance de Dilma participar da festa paulistana. No ano passado, já em campanha, a presidente assistiu ao desfile das escolas de samba do Rio e fez aparições nos carnavais de Recife e Salvador. Neste ano, preferiu descansar no litoral do Rio Grande do Norte. Já Lula será a estrela do Anhembi na noite seguinte. A Gaviões só escolheu o samba no dia 8 deste mês. Foi a última escola a definir a canção, que faz referências à vida do ex-presidente, lembrando a origem nordestina, a luta operária e o enfrentamento ao governo militar. E chama de "nova era" o combate à desigualdade. O peculiar é que a festa ocorre num Estado governado há 16 anos por tucanos. ( Da Folha de São Paulo)

Bomba-relógio no colo de Haddad

O Inep tem até 13h45min de segunda-feira para se manifestar sobre o pedido de anulação total ou parcial das provas do Enem feito pelo Ministério Público Federal no Ceará. O prazo foi dado nesta sexta-feira pelo juiz da 1.ª Vara da Justiça Federal local, Luís Praxedes Vieira da Silva. Uma equipe do MEC chega a Fortaleza no domingo para contestar o pedido do MPF. Vieira da Silva prometeu dar sua posição sobre o caso na própria segunda. O pedido de anulação foi feito procurador da República Oscar Costa Filho, por meio de uma ação civil pública. Nela, Costa Filho pede a anulação total das provas do Exame. Mas também aponta uma segunda opção que seria a anulação apenas das 13 questões que vazaram para alunos do Colégio Christus, de Fortaleza. Embora o procurador fale em 13 questões, o MEC já admitiu que os estudantes tiveram acesso a 14 itens da prova.


Ao contrário do que o MEC anunciou, que fará uma nova aplicação do Enem somente para alunos do Christus, Costa Filho disse que o ideal seria a anulação do exame, total ou parcial, no País inteiro. "O concurso é nacional. A quebra da igualdade foi para todos. Vão fazer exame de DNA para saber quem teve ou não acesso às questões vazadas?", ironizou. Segundo o procurador, obrigar apenas os alunos do Christus a refazer o Enem é puni-los antecipadamente por algo que ainda está sendo investigado. "É preciso corrigir no plano onde houve a contaminação. Do contrário, estão apenas elegendo bodes expiatórios." ( Do Estadão)

A USP é a UNB amanhã.

“Os policiais não são trabaliadores, são o braço armado$ dos exploradores”. A foto do cartaz com erros de português – ao lado de rapazes com o tronco à mostra e os rostos cobertos por camisetas – poderia ter sido tirada em alguma rebelião da Febem. Não foi. Quem aparece nas imagens são estudantes da Universidade de São Paulo (USP), uma das 100 melhores instituições de ensino superior do mundo. As cenas de fúria do bando de jovens se atracando com policiais militares e os gritos de “fora a imprensa golpista” berrados da janela do prédio transformado em bunker da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), poderiam ter sido pinçadas de um documentário sobre as manifestações estudantis contra a ditadura militar. Não foram – embora os manifestantes pareçam decididos a acreditar que continuam estacionados em 1968.


Ao mesmo tempo em que o retrocesso pairava sobre a USP, a Universidade de Brasília (UnB) dava um exemplo de evolução. Nesta quinta-feira, a Aliança pela Liberdade, única chapa que não era composta por militantes profissionais, alimentados com recursos de partidos políticos, venceu a eleição para o Diretório Central dos Estudantes (DCE). As propostas da nova diretoria passam longe da reforma agrária, da destruição do capitalismo global ou da defesa de Fidel Castro. Suas bandeiras são o aumento da segurança, o incentivo a parcerias com fundações privadas e a melhoria na gestão da burocrática instituição de ensino. Procure Veja e leia mais.

Araripina 2012: Enquete ao lado

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Policial cita irmão de Aldo em suposto esquema no Esporte

Segundo delator, parente de ministro foi quem indicou responsável por arrecadação de dinheiro desviado. Apolinário diz que não tem poder para fazer indicações na pasta e que vai entrar na Justiça contra Ferreira

Fernando Mello e Maria Clara Cabral, Folha de S. Paulo

Em depoimento de mais de oito horas à Polícia Federal na semana passada, o policial militar João Dias Ferreira envolveu Apolinário Rebelo, vice-presidente do PC do B-DF e irmão do deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), no suposto esquema de desvios no Ministério do Esporte.

O policial, que denunciou um suposto esquema de corrupção na pasta, disse que foi Apolinário quem indicou a pessoa que atuava como "responsável pela arrecadação" do dinheiro obtido pelo suposto esquema.

Segundo o delator, essa pessoa é Fredo Ebling, que foi chefe de gabinete de Aldo na presidência da Câmara dos Deputados e atualmente trabalha na liderança do PC do B. Ebling não retornou aos contatos da Folha.

Apolinário nega as acusações do delator. Disse que não tem poder para fazer indicações no ministério e afirmou que pretende entrar na Justiça contra o policial.

Apolinário foi diretor de esporte estudantil do ministério por dois anos e meio. No cargo, trabalhou em projetos especiais do Programa Segundo Tempo, principal alvo das acusações.

Um racha civilizado

Tudo obra de 'maestros' da traição.
Veja esta do blog de Inaldo:
O senador Armando Monteiro está clarificando, aos poucos, a posição do PTB para a eleição de prefeito do Recife.

Ele tirou o partido da base de apoio ao prefeito João da Costa e não deseja apoiar o atual prefeito em sua candidatura à reeleição. Ele só marchará com o PT se o candidato for João Paulo.

Em seguida, o senador reconheceu a legitimidade de o ministro Fernando Bezerra Coelho disputar a prefeitura pelo PSB. Com isso, ele espera que o PSB também considere “legítima” a candidatura do deputado estadual Sílvio Costa Filho, que começa a ganhar corpo no PTB".


AGORA, NÓS
É ou não uma forma civilizada de Armando Monteiro pregar João da Costa na cruz e Eduardo Campos na parede? Claro! Sendo João Paulo o prefeito da capital, Armando estará consolidado como candidato a governador com apoio do petista; sendo Fernando Bezerra o candidato a prefeito da capital, estará consolidado o racha de Eduardo com o PT e viabilizada a via de Armando. Elegendo-se Fernando Bezerra, Armando passa a ser o candidato do palácio, visto que Eduardo se deslocará do PT.
Mas, convenhamos, isto vai acontecer? Somente o racha está bem claro e estampado.
O PT vem com candidato ao governo em 2014 de qualquer jeito. Seja com João Paulo na prefeitura, seja com Fernando Bezerra se elegendo; seja com a oposiçao tomando a capital. O fato é que Humberto Costa entrará na disputa em 2014.

Septicemia corruptante.

É septicemia. O ministério do Esporte foi atacado pelo vírus da corrupção que se espalhou de forma generalizada. Não escapa um!


Apontado como ministro interino do Esporte após a demissão de Orlando Silva, o secretário executivo da pasta, Waldemar Souza, assinou convênios com organizações não governamentais suspeitas de irregularidades.Filiado ao PC do B do Rio de Janeiro, Souza foi quem firmou o contrato de R$ 6,2 milhões com um sindicato de cartolas do futebol para um projeto da Copa do Mundo de 2014, conforme revelou reportagem do Estado publicada em agosto. Waldemar Souza faz parte da tropa do PC do B dentro do ministério. É homem de confiança do ministro Orlando Silva. Passa pelo crivo dele os principais contratos do Ministério do Esporte. Em suas entrevistas, o delator do esquema que derrubou Orlando, João Dias Ferreira, também inclui o nome de Waldemar. O nome do secretário executivo aparece, por exemplo, na prorrogação de um convênio do Programa Segundo Tempo no valor de R$ 911 mil com o Instituto de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Idec), da cidade de Novo Gama (GO).

TSE deixa tucanos sem TV em 2012: Não faz diferença nenhuma.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou hoje o PSDB à perda do direito de veicular o próximo programa nacional da legenda e também 12,3 minutos de inserções ao longo da programação televisiva. As propagandas deveriam ser transmitidas entre o final deste ano e o início do próximo. O programa nacional seria veiculado na primeira metade de 2012. O TSE decidiu punir o partido ao concluir que a propaganda veiculada pela sigla no primeiro semestre de 2010 foi usada com o objetivo de promover a candidatura de José Serra, que disputou no ano passado a Presidência da República. O espaço é reservado aos partidos para divulgação da atividade das legendas e não para propaganda de candidatos. O tribunal também decidiu multar o PSDB em R$ 50 mil e José Serra em R$ 20 mil.(Do Estadão)
Pergunta: Por acaso o PSDB tira algum proveito do horário de TV? Alguma liderança tucana cresce por conta deste tempo?

Briga com a FIFA é cortina de fumaça para encobrir a roubalheira da Copa.

O jogo de cena de brigar com a FIFA, armando um clima de conflito baseado em defesa da soberania, é para mascarar as obras atrasadas, o superfaturamento, a corrupção no ministério do Esporte, a falta de planejamento e a roubalheira que começa a aparecer com o aumento dos orçamentos para a Copa do Mundo. Meia entrada, venda de bebidas alcoólicas, restrições à propaganda e outras besteiras são factóides perto dos bilhões que serão gastos para atender interesses de prefeitos, governadores, presidentes de clubes, empreiteiros e outros personagens que são muito piores do que Ricardo Teixeira. Imaginem o que acontecerá em Brasília, a cidade que terá mais jogos da Copa, sendo comandada por um petista investigado pelo STJ por fraudes e falcatruas justamente na sua gestão no ministério do Esporte. Dilma e sua turma estão usando a briguinha com a FIFA como cortina de fumaça para encobrir o pior: a explosão dos gastos públicos com a competição, que já pensa em usar até mesmo o FGTS do trabalhador para pagar campo de futebol. Clique na imagem abaixo para ampliar e ler editorial do Estadão



Desânimo e revolta nas MAVs(*).

Cabe registrar o desânimo e a revolta da militância virtual petista e comunista que acreditaram que poderiam ser mais fortes do que a imprensa livre. Apostavam que, desta vez, Dilma resistiria ao PIG (partido da imprensa golpista) e manteria o quinto corrupto. Ontem, 9 entre 10 militantes da esgotosfera bradavam pela volta de Lula e lançavam impropérios e ameaças contra a atual companheira do Planalto. Mas não foi só isso. O blogueiro Ricardo Kotscho, que foi quem transmitiu nas entrelinhas do seu blog o recado de Lula de que ele havia abandonado Orlando Silva, exigindo a demissão do ministro, também passou a ser escorraçado. Até mesmo Mino Carta e a sua revista movida a capital público caíram em desgraça. O melhor de tudo: os guerrilheiros virtuais do PT já estão apostando que o ministro Fernando Haddad será o próximo alvo da "mídia golpista". Com a terceira fraude no ENEM, confirmada agora, eles estão cobertos de razão.

Estudantada exige a anulação ampla, geral e irrestrita do ENEM fraudado.

Circula pela internet o "Abaixo-assinado Enem para todos ou para ninguém". A petição pública virtual é dirigida ao Ministério Pública Federal tem o objetivo de mobilizar candidatos para originar uma ação coletiva que respeite o direito de todos os que se sentem lesados com a decisão de reaplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a uma parcela de candidatos. De acordo com o documento, que já foi assinado por mais de 600 pessoas, isso feriria o princípio de igualdade. Clique e acesse a íntegra do texto.

Depois dos malfeitos que derrubaram cinco ministros por corrupção, Dilma resolve obedecer a lei.

Abalado com a sucessão de escândalos que já causou o afastamento de seis ministros em menos de um ano, o governo federal resolveu adotar um conjunto de medidas para fechar os ralos de desvio de dinheiro público por meio de Organizações Não Governamentais (ONGs) e impedir a indicação de políticos fichas sujas como ministros e altos dirigentes públicos. A informação foi dada hoje pelo ministro chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage. A ideia, segundo Hage, é reproduzir nas nomeações do poder Executivo a lei da ficha limpa, que veta candidaturas a cargos eletivos de políticos processados ou condenados judicialmente. Daqui por diante, os próprios ministros terão de assinar os convênios de sua Pasta e não mais delegar a gestores e secretários. Os convênios só poderão ser firmados com ONGs idôneas e com experiência mínima de três anos na área, escolhidas mediante chamamento público.

Foram pagos R$ 4 bilhões ao Ziraldo, ao Cony, ao Lula, às "vítimas da ditadura". Comissão vai fomentar novas ações.

A Comissão da Verdade poderá abrir caminho para uma onda de ações judiciais contra militares e outros agentes responsáveis por violações de direitos humanos durante a ditadura militar (1964-1985). O objetivo dessas ações seria obrigá-los a ressarcir aos cofres públicos o dinheiro gasto pelo governo com indenizações a vítimas do regime militar nos últimos anos. Essa possibilidade não é prevista pela lei que cria a comissão, que foi aprovada pelo Senado anteontem e agora só depende da sanção da presidente Dilma Rousseff para entrar em vigor. Mas advogados e funcionários do governo que acompanham de perto as discussões sobre o assunto disseram à Folha que as ações serão uma consequência provável do trabalho da comissão.
Na avaliação dessas pessoas, essas ações não contrariam a Lei da Anistia, de 1979, porque ela só teria anistiado "crimes políticos" cometidos durante a ditadura e outros crimes associados a eles. A base jurídica para as ações estaria no artigo 37 da Constituição, segundo o qual o Estado deve cobrar ressarcimento na Justiça sempre que um agente estatal gerar dano aos cofres públicos. Assim, se a Comissão da Verdade provar que um militar torturou um militante de esquerda, e que a tortura levou esse militante a receber uma indenização do governo mais tarde, o militar poderia ser processado para ressarcir o dinheiro gasto.
Desde 2001, o governo pagou cerca de R$ 4 bilhões em indenizações a vítimas da ditadura que recorreram à Comissão da Anistia, do Ministério da Justiça. "O Estado indenizou essas vítimas e agora tem o dever de, identificando quem causou esses danos, quem foi o torturador, quem foi que sumiu com a pessoa, promover uma indenização ao Estado", disse o professor de direito constitucional Pedro Serrano, da PUC-SP. (Da Folha de São Paulo)

ENEM: Haddad pega um colégio para "Cristo". O incompetente é ele.

O problema não é o Colégio Christus de Fortaleza, Ceará, ter repassado as questões do exame para os seus alunos, na medida em que o mesmo perdeu a sua finalidade e está transformando escola em cursinho pré-ENEM. O problema é o sistema furado, que utiliza pré-testes e que pode ter derramado o mesmo problema para outros colégios.Quantos Christus existem no Brasil, que copiaram e repassaram questões aos alunos? O ENEM, novamente, está sob suspeita. E Fernando Haddad, ministro da Educação, mostra mais uma vez a sua incompetência.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, acusou nesta quinta-feira o colégio Christus de dar acesso antecipado a questões do Enem a seus alunos. Um simulado realizado pela escola de Fortaleza há duas semanas trazia testes idênticos aos aplicados pelo exame nacional no final de semana passado em todo o país. O ministro disse que integrantes da escola chegaram a pedir a alunos que não comentassem que o simulado continha questões do Enem. Haddad afirmou que alguém do Christus copiou irregularmente dois dos 32 cadernos com questões pré-testadas ano passado no colégio. O pré-teste avalia o grau de dificuldade das questões, que depois são incluídas em banco do exame nacional. O ministro ressaltou, porém, que ainda não é possível saber quais pessoas do colégio se envolveram na ação

TESTE DE MEMÓRIA


Quem reconhece este lugar?


Quem reconhece esses três senhores?

Os gestos começam a aparecer. A campanha fervilha nos bastidores.



Para quem Eduardo Campos está fazendo sinal de positivo?

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Cáos na saúde e no trânsito de Araripina: A vergonha chega à tela da Globo.

VEJA VÍDEO AQUI
Araripina, no Sertão de Pernambuco, a 700 km do Recife, é a cidade recordista em número de vítimas fatais por acidente de moto, de acordo com números contabilizados pelo governo de Pernambuco. Esta foi uma das estatísticas apresentadas em reportagem do NETV 2ª Edição, na terceira reportagem da série que aborda os acidentes de moto.
Dos 23 mil veículos que circulam nas ruas, 57% são motos, diz o Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran). Mas esta é uma realidade relativamente recente. Os animais utilizados no transporte foram sendo substituído por motos em consequência do aumento do poder aquisitivo. O crédito tornou-se mais fácil e a frota aumentou mais do que o esperado. Faltou a cidade se preparar para a mudança: apenas dois policiais militares fazem a fiscalização. A Policia Militar disse que vem realizando ações de prevenção e repressão a motociclistas infratores, mas lembrou que a organização do trânsito é de responsabilidade do município
O agricultor e mototaxista Cícero Pereira leva a filha na escola na garupa da moto. Ela não usa capacete e tenta justificar: “É porque ela vem cedo pra escola, toma banho, aí o cabelo dela vem molhado aí usar o capacete vai grudar o cabelo dela de novo”, diz. Já Kauê Guedes, 14 anos, aprendeu a pilotar com os pais e os tios. Ele não demonstra preocupação com equipamento de proteção ou fiscalização. “A polícia aqui não liga muito”, conta. A Prefeitura do município está criando a Autarquia de Trânsito e Transporte, que deve começar a funcionar em janeiro, com 32 agentes. “O nosso objetivo é educar, mas caso continuem as infrações, nós vamos ter como coibi-las, como no caso de multas, apreensões, tudo que a lei permitir”, explica Vicente Alencar, chefe de gabinete da Prefeitura de Araripina.

Oposição de Araripina: Um atrás do outro - batendo pesado no prefeito.

No início da semana foi Dra. Socorro; amanhã será Valmir Filho o entrevistado das rádios locais. Em comum, o desejo de ser candidato a prefeito de Araripina e a forma de conseguir se firmar como o anti-Lula: apontar os problemas da atual gestão.
Da forma que a 'fala entrou' na entrevista de Dra. Socorro, o mesmo se dará com Valmir Filho. O médico vai em dose dupla: 7 da manhã com Martinho Filho, na Arari FM e meio dia com Genival Souza, na Grande Serra.
Pelo visto, quem bater mais e apanhar menos será o candidato escolhido para representar a oposição em 2012.
Não duvidem: todos têm projetos para Araripina. Só não lançam agora para não estragar a surpresa.
Quem anda calado é o ex-prefeito Valmir Lacerda, preferido de uma ala da oposição que quer ver o trem andar a mil por hora. Leve-se em conta que o silêncio de Valmir (pai) quer dizer bem mais do que nós podemos supor. A conferir.

Cadocar

O deputado Cadoca vai ser lançado pelo seu partido, o PSC, candidato a prefeito da capital pernambucana. Mais uma vez.
Cadoca já não é novidade nesses debates pré-eleitorais. A careca e as ideias (engessadas) servem para comprovar. Mas ninguém deve confundir cadocar (votar em cadoca) com caducar.
É legítimo o pleito do PSC. Resta saber se não está apenas barganhando algo entre as grandes alianças.

Araripina vai parar para beber. De novo.



Não é verdade que Araripina fecha uma escola e abre dois bares a cada semana. Isso é invenção dos fabricantes de bebidas alcóolicas.
Mas os costumes estão se acentuando com os feriadões prolongados.
Vejam só que combinação de fatores e resultados:
28 de outubro/ Sexta: Dia do servidor público (ponto facultativo na prefeitura)
29 de outubro/Sábado
30 de Outubro/Domingo
31 de Outubro/Segunda (imprensada)
01 de novembro/ Terça: Dia do Evangélico (Feriado municipal)
02 de novembro/ Quarta: Dia de finados.

Apenas uma segunda imprensada e o trabalho do mundo evangélico poderá impedir romaria aos bares.
O progresso anda a galope. Ou será a gole atrás de gole?

Petrolina: Júlio entrega 44 creches em menos de 3 anos. Outros contróem crateras.


Nesta sexta-feira, a cidade de Petrolina ganhará mais duas novas unidades do programa “Nova Semente”, o de maior visibilidade do prefeito Júlio Lóssio (PMDB).
Com mais essas duas novas creches, a cidade passa a contar com 44 unidades de acolhimento só na gestão do atual prefeito.


Só em construção de creches o prefeito Júlio Lóssio ultrapassa a maioria dos gestores municipais da região. Mesmo que junte todas as 'obras', alguns deles caberiam numa única creche construída em Petrolina na atual gestão. É de fazer vergonha. Pior são aqueles que só fazem aumentar os buracos. Neste caso, não há creche feita em Petrolina que comporte o volume da cratera.

Só muda o nome; O esquema prevalece.

Achei que o Brasil era um País que vivia o presidencialismo com um presidente forte. Estava tão enganado quanto os que saem dizendo por aí que este é um país sério.
Depois de tudo que ficou provado; depois de ficar comprovado que oesquema no Ministério dos Esportes é montado pelo PC do B, para o PC do B se locupletar, vem dona Dilma pedir lista tríplice a este partido para indicar o futuro ministro.
Num momento em que o Brasil luta para conseguir se ajustar às necessidades de uma Copa das Conferederações, de uma Copa do Mundo e das Olimpíadas, a presidenta descobre um esquema fraudulento no ministério responsável pela execução das obras necessárias a estes eventos e mesmo assim decide mudar apenas a cor da raposa que cuida do galinheiro.
O PC do B chantageou e vai continuar à frente dos esportes, da Copa das Confederações e das Olimpíadas. Veja o que está sendo noticiado nacionalmente:

"A cúpula nacional do PCdoB entregaria à presidente Dilma Rousseff na manhã desta quinta-feira uma lista triplice com os nomes que o partido indica para a vaga do ex-ministro do Esporte Orlando Silva.
A lista é composta pelos deputados Luciana Santos (PE) e Aldo Rebelo (SP) e pelo ex-deputado e presidente da EMBRATUR Flávio Dino".

Algum desses aí sabe ao menos falar inglês? Arranha francês, alemão?
Pois além de ser competente, de ser rodado, escolado, de entender de orçamento; de entender de cronograma e de já ter comandado grandes eventos e executados muitas obras, é preciso ser poliglota nessa hora, para não ficar com cara de idioda em meio à cerimônias simples que surgirão de agora em diante.
E ainda dizem que o Brasil tem jeito. Em nome do esqueminha do PC do B, sacrifica-se todo um projeto grandioso que poderia levar o Brasil a um outro patamar.
Tanto dinheiro jogado fora.

Orlandão não foi demitido; a gente o derrubou.

Dilma defendeu Orlando Silva enquanto pode; Lula da mesma forma; o PC do B cometeu até crime eleitoral, ao usar o horário de TV para defender seu corrupto.
Então quem derrubou Orlando Silva, já que Dilma não queria demiti-lo? Nós. Nós do mundo anônimo e a Veja, que foi seguida pela Folha e Estado de São Paulo, e estranhamente pela Rede Globo, também. Diga-se de passagem que a Globo só entrou nessa batalha contra o comunista para vingar Ricardo Teixeira, outro pilantra que assalta em escala planetária, tendo a FIFA como plataforma.
É bom que fique claro: Ninguém cai nesse governo Dilma apenas por ser desonesto; só cai por contrariar interesses. Corruptos todos são, desde quando aceitam participar de um conluio comandado pelo PT.

Orlando Silva foi o quinto a descer a rampa em menos de um ano. Como este governo tem a raiz podre, é provável que mais cinco caiam até junho de 2012. Começo a apostar na irmã de Chico Buarque, Ana de Holanda, que está fazendo rapa na Cultura. Ela deverá ser a bola da vez.
Ela faz dupla com Fernando Hadadd, que só faz besteira na Educação, mas por ser protegido de Lula continua balançando sem cair.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Orlandão resiste: Fazendo o cata final, aumentando a chantagem ou exigindo recompensa para não entregar Dilma?

Ainda não saiu?
Em reunião com deputados e senadores do PC do B, o presidente do partido, Renato Rabelo, informou que o ministro Orlando Silva (Esporte) decidiu pedir demissão do cargo, o que já foi comunicado em conversa mais cedo ao ministro Gilberto Carvalho e será oficializado à presidente Dilma Rousseff num encontro às 17h30. A reunião dos parlamentares durou cerca de três horas. Ao final, Rabelo pediu à imprensa que aguardasse o encontro com a presidente Dilma, quando o partido espera ser informado se permanece com a pasta. O partido decidiu na reunião que irá continuar defendendo o ministro das acusações de corrupção na pasta. Segundo um interlocutor da legenda, "a pessoa física" Orlando terá o apoio do partido. "Vamos continuar na defesa dele, o que foi feito com ele é inaceitável", disse o líder na Câmara, Osmar Júnior (PC do B-PI). As denúncias que envolvem o ministro também atingem o partido. Dinheiro do programa Segundo Tempo, tocado pelo Esporte, teria sido desviado para o ministro e o caixa da legenda. Ambos negam.(Folha Poder)

STJ aprova, em decisão inédita, casamento civil entre duas mulheres

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou nesta terça-feira o casamento civil entre duas mulheres gaúchas que vivem juntas há cinco anos, em uma união homoafetiva. A decisão foi tomada pela Quarta Turma do tribunal, por quatro votos a um. Em maio deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) havia reconhecido a união estável entre pessoas do mesmo sexo. Mas, agora, as pessoas terão direito a uma certidão de casamento registrada em cartório, no mesmo modelo da usada por casais heterossexuais.

Testemunha de desvios de verbas no Esporte diz ter sido ameaçada

O motorista Célio Soares, uma das principais testemunhas dos supostos desvios de dinheiro do Ministério do Esporte , afirmou nesta terça-feira que recebeu ameaças de agressão de duas pessoas ligadas a Organizações Não Governamentais (ONGs) suspeitas de envolvimento em irregularidades.
Uma das tentativas de coerção teria partido do irmão de um político petista de Brasília. A outra ameaça teria como origem um homem que teria relações com a ONG Instituto Liga de Futebol Society.
Em entrevista ao GLOBO nesta terça-feira, o motorista reafirmou ter levado R$ 1 milhão para o ministro do Esporte, Orlando Silva, que nega com veemência.
Soares está intimado para depor nesta quarta-feira na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara. O motorista disse que os dois responsáveis pelas ameaças estiveram na casa dele em Sobradinho, na semana passada. Como não encontraram o motorista, os dois teriam deixado com familiares recados ameaçadores.
Desde então, Soares não anda sozinho. Só se movimenta em Sobradinho, cidade-satélite de Brasília, na companhia de amigos. Soares foi motorista de Fredo Ebling, ex-candidato a deputado federal pelo do PCdoB e um dos principais aliados de Orlando no partido.

Como entregar 1 milhão de propina

"Levei um R$ 1 milhão em notas de R$ 50, R$ 100. Parei do lado, desci, abri o porta-mala do carro, peguei o dinheiro. O motorista abriu o porta-mala do carro oficial. Fui eu quem botou com a ajuda do motorista".

Célio Soares, o motorista que diz ter entregado ao ministro Orlando Silva, do Esporte, dinheiro desviado de Ongs.

Cunhado de Orlando sai de fininho

Cunhado de Orlando Silva, Gustavo Petta se demitiu da Secretaria de Esporte de Campinas (SP), onde recebeu R$ 3,5 milhões do ministério, e evitou depor na Câmara local. É lá que o ministro tem megaterreno. (de CH)

Exame da OAB: Acaba ou continua? Hoje é o dia D.

Os que há muito esperam o afrouxamento das exigências para exerceram a profissão de advogado estarão atentos hoje para o Supremo Tribunal Federal, que deve julgar a constitucionalidade do Exame de Ordem, necessária para que bacharéis em Direito exerçam a advocacia. Presente na pauta desta semana, o Recurso Extraordinário no STF foi movido pelo bacharel em direito João Volante. Em julho deste ano, o relator do caso, ministro Marco Aurélio, pediu um parecer ao subprocurador-geral da República Rodrigo Janot Monteiro de Barros, que apresentou uma avaliação contrária à prova.

PSD busca fundo partidário e tempo de TV.

A vice-presidente nacional do PSD, senadora Kátia Abreu (TO), defendeu na manhã de hoje que o PSD tenha direito a recursos do fundo partidário e tenha assegurado o horário televisivo proporcional aos políticos que, após terem sido eleitos, tenham aderido à nova legenda. "Como eu vou reconhecer um partido e não dar a ele os seus direitos?", questionou. "Como eu permito que um parlamentar possa criar uma nova sigla e ele não pode levar a sua bagagem, que é o tempo de televisão?", acrescentou. A senadora participou hoje da abertura do 22º Congresso Brasileiro de Avicultura, na capital paulista. "Mais do que o fundo partidário, a nossa preocupação e o nosso desejo é o tempo de televisão", reconheceu a vice-presidente.


O PSD, que marcou para esta semana a apresentação oficial da sua bancada na Câmara dos Deputados, estuda ingressar na Justiça Eleitoral tanto pelo direito ao fundo partidário como pela garantia ao tempo televisivo, o que tem sido criticado por integrantes de siglas como o DEM e o PSDB. Os partidos argumentam que a atual legislação eleitoral determina que o tempo televisivo pertence à sigla pela qual o deputado federal foi eleito. O presidente da Comissão de Estudos Eleitorais e Valorização do Voto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Silvio Salata, concorda com o argumento, mas pondera que o assunto ainda não tem jurisprudência, ou seja, não há consenso sobre essa questão na Justiça Eleitoral.(Do Estadão)

Aprovado fim do sigilo eterno em documentos oficiais.

O Senado aprovou no início da noite desta terça-feira em votação simbólica o projeto de lei que põe fim ao sigilo eterno de documentos oficiais e que regula o acesso a informações do governo. Foi mantido o texto da Câmara e rejeitados os destaques apresentados pelo senador Fernando Collor (PTB-AL) , principal opositor à imposição de um limite temporal para o sigilo de documentos oficiais. O texto segue agora para a sanção presidencial. Mais cedo, por 43 votos a nove, o Senado já havia rejeitado o substitutivo de Collor. Antes disso, o senador chegou a gastar uma hora para ler seu substitutivo na tribuna no Senado, a ponto de o presidente da casa, o senador José Sarney (PMDB-AP) - outro opositor ao fim do sigilo eterno - pedir que Collor concluísse a leitura. Ao terminar a defesa do sigilo eterno, Collor ganhou apoio para que seu substitutivo tivesse preferência de votação. Como previsto, no entanto, a tática de vencer seus colegas pelo cansaço não funcionou e o substitutivo foi rejeitado. O projeto sobre a Lei de Acesso à Informação Pública já poderia ter sido convertido em lei se não fosse justamente a oposição de Collor, que preside a Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado e há meses segura o projeto. A própria presidente Dilma Rousseff ensaiou atender a demanda de Collor e Sarney - ambos ex-presidentes da República -, mas, após a má repercussão, recuou e voltou a defender a proposta de limitar a 50 anos o sigilo dos documentos oficiais.(O Globo)

CHANTAGEM EXPLÍCITA PARA MANTER MINISTÉRIO: Orlando faz ameaças e Dilma dá sinais de que vai egolir seu corrupto.

Com apenas 15 deputados, PCdoB peita o governo e mantém ministro acusado. Vai começar o vale-tudo. Podem voltar o Pedro Novais - ele é um velhinho inofensivo.

O PCdoB não tem representação alguma em 17 estados brasileiros. O estado com maior número de deputados é a Bahia, com três representantes. Os comunistas tem uma bancada de 15 membros, menor do que o PSC, que 99% dos brasilerios (inclusive este blogueiro) não sabe o nome completo e nem quem são os seus parlamentares. O que pode fazer com que o governo petista segure no cargo o ministro mais acusado de corrupção desde que o PT chegou ao poder, com mais provas concretas de envolvimento direto, ainda por cima investigado pelo STF? Só pode ser chantagem. Só pode ser conluio. Só pode ser blindagem para o companheiro Agnelo, o novo Arruda do DF. Ou será que Orlando Silva revelaria casos escabrosos de aliciamento de delegados para trazer para o Brasil a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos? A frase de Orlando Silva dizendo que o seu futuro "está nas mãos da presidente Dilma" é ameaçadora e, ao mesmo tempo, reveladora.O batom na cueca já apareceu e Dilma insiste em manter o casamento. Mulher só é cega (e aí não vai nenhum machismo) quando lhe convém. Isso também vale para a "presidenta".

PCdoB: daqui não saio, daqui ninguém me tira.

Comunistas insistem: Querem continuar comendo bola das criancinhas e querem também manter no bolso o dinheiro das carteirinhas do estudante.

O presidente do PCdoB, Renato Rabelo, admitiu que o esporte nunca foi uma bandeira do partido, só abraçada pela sigla graças ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o comunista, quando o ministério foi criado, em 2002, Lula ofereceu a futura pasta ao PCdoB, vislumbrando um crescimento para o partido. Deu certo. De acordo com Rabelo, a legenda conta hoje com 500 filiados envolvidos com o tema do esporte, entre secretários, assessores técnicos e o próprio Orlando Silva. Avesso à ideia de deixar a pasta, o presidente avisa: "Não consideramos essa hipótese". A entrevista abaixo, com o presidente do PCdoB, é do Correio Braziliense.


Como começou a ligação entre o PCdoB e o esporte?
Quando o Lula assumiu a presidência, o ministério não existia. Nós não tínhamos experiência nessa área, não era o tema prioritário (do partido). E o Lula nos convenceu que, num ministério novo, o do Esporte, a gente poderia jogar um papel importante.


O esporte se tornou um nicho do partido em todo o país?
Começamos a esmiuçar a questão, puxamos para o lado da educação. O PCdoB tem bons quadros. Não colocamos qualquer pessoa nos cargos. E o ministério passou a ter peso. Nós temos secretários em vários municípios. O partido passou a ter quadros técnicos na área do desporto em muitos lugares. Não era um tema que o partido tinha na frente dele, mas passou a ter. Hoje, nós temos em torno de 500 pessoas envolvidas com essa questão do esporte, em cargos públicos. Umas em secretarias, outras em assessorias técnicas.


A ligação do partido com a UNE influenciou nessa opção pelo esporte?
Tem a ver. O esporte tem uma relação muito próxima com a juventude. O PCdoB é um partido diferente dos outros, em que a juventude tem um papel grande. Temos juventude organizada.


Uma eventual troca do Esporte pelo Ministério da Cultura interessaria ao PCdoB?
Eu não posso responder nada nesse sentido porque nós não consideramos essa hipótese. O PCdoB acha que deve manter o ministro, ele é de nossa confiança.

Pra (não) dizer que não falei de flores: O PSD vem com cara de novo.

Daqui a pouco, o PSD, Partido Social Democrático, passará a existir de fato, ao reuniur os seus 55 deputados federais e 2 senadores no Congresso. Em menos de um ano, cumpriu todos os requisitos legais e tornou-se o terceiro partido brasileiro. O partido nasceu debaixo do mau tempo. Uma campanha infame e mentirosa foi movida contra os seus fundadores, tanto por parte da imprensa quanto por parte de alguns parlamentares do DEM, partido que originou a nova legenda, em função de que a antiga direção falsificou documentos partidários e retirou de Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, uma liderança acordada e consensuada. O DEM sem voto deu um golpe no DEM com voto, determinando o surgimento do PSD. A imprensa tentou de todas as formas colocar uma marca de fisiologia no PSD, mas ele nasce independente e sem cargos no governo. A imprensa buscou desqualificar o PSD, por não ter um programa e não ser de esquerda, de direita ou de centro, mesmo que os fundadores insistissem em dizer que o partido era independente, que estava reunindo tanto parlamentares vindos de partidos da base quanto originários da oposição. O PSD nasceu em cima de diretrizes claras, mais importantes que um programa partidário, defendendo liberdade de imprensa e direitos individuais, lucro, economia de mercado, propriedade privada, capitalismo. Enfim, o PSD nasce para compor, para negociar, para buscar consenso em nome de grandes causas do país, tendo como fundo a defesa inegociável da democracia. Nunca um político apanhou tanto sem razão quanto Gilberto Kassab, durante a montagem do PSD. Sua resposta está aí: nunca um político brasileiro conseguiu liderar a criação de um partido deste porte em pouco mais de seis meses, o que coloca o prefeito paulistano como uma das grandes lideranças nacionais. Mas não é só isso. Hoje os jornais publicam que a senadora Kátia Abreu, presidente da CNA, vai construir o programa do partido, no tema do meio-ambiente, em conjunto com Fábio Feldmann, ex-PV, marineiro, ongueiro e ambientalista. Sem dúvida alguma, algo de novo está acontecendo na política brasileira. O tempo dirá se para melhor. Mas que é um começo arrasador, isso é.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Dinheiro: Somos os Estados Unidos 86 anos atrás.


Riqueza dos brasileiros hoje equivale à dos americanos em 1925

Número do dia: US$ 5 trilhões
É o valor da riqueza de todos os brasileiros, segundo pesquisa do Credit Suisse

O Credit Suisse incluiu no meio de um estudo sobre riqueza no mundo algumas informações inusitadas. Por exemplo, o banco notou que a população brasileira adulta possui hoje um patrimônio total de cerca de US$ 5 trilhões, o que equivale ao dos americanos em 1925.

Naquela época a população dos Estados Unidos era de 116 milhões de habitantes. No Brasil, havia 191 milhões de pessoas em 2010, segundo o censo mais recente, o que quer dizer que a riqueza por pessoa ainda é menor do que nos EUA de 1925.

Apesar de o Brasil estar atrasado em relação aos Estados Unidos nesse quesito, o país latino-americano atualmente avança em um ritmo muito mais rápido do que o norte-americano caminhava naquela época.

Confiança Zero: Importador de carro quer ressarcimento de IPI

As importadoras de veículos voltaram atrás e vão cobrar do governo o repasse do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) cobrado a mais antes de se comprometerem a devolver o dinheiro aos seus clientes. Na semana passada, depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu liminarmente que o IPI maior só poderá ser cobrado em dezembro, a Abeiva, entidade que reúne as importadoras independentes de veículos, anunciou que seus associados devolveriam o dinheiro aos clintes. Agora, a entidade condiciona essa devolução ao comprometimento do governo em ressarci-los.

Hora de conhecer: Europa em crise, viagem mais barata

Com os países ricos estrangulados pela crise global, as agências de turismo europeias saíram à caça de clientela - e o Brasil, em alta, vem concentrando as atenções. De acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), pacotes para Portugal, Itália, Grécia e Espanha - nações que estão no centro da turbulência - estão, em média, 15% mais baratos em relação ao mesmo período do ano passado. Em algumas empresas de turismo, a queda nos preços verificada em hotéis chega a 20%.

Saúde na UTI: Médicos do SUS param hoje em 21 estados

Não serão realizadas consultas, cirurgias e exames; categoria reivindica melhores salários e condições de trabalho.

Em 21 estados, não serão realizadas hoje consultas, exames e cirurgias marcados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os médicos cruzarão os braços durante todo o dia em protesto contra as más condições de trabalho e a baixa remuneração. Os atendimentos de emergência, no entanto, serão mantidos. O movimento é organizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pela Federação Nacional dos Médicos (Fenam), que calculam a adesão de pelo menos metade dos 195 mil profissionais do SUS.

Estudantes pagam a farra dos comunistas


PCdoB e UNE, sócios no negócio milionário da carteirinha
Dono de impressionante máquina de arrecadação de dinheiro, o PCdoB controla há décadas a União Nacional dos Estudantes (UNE), onde suprimiu eleições diretas, e por meio dessa entidade estabeleceu o monopólio na emissão de carteirinhas de estudante no País. O cartório é repassado a empresas ligadas a dirigentes e militantes do partido. UNE e PCdoB não divulgam o faturamento com o monopólio.


Faça as contas
Estima-se que a UNE emita cerca de 300 mil carteirinhas estudantis por ano em todo o País, ao preço que varia de R$ 10 a R$ 30 cada.


Meta empresarial
Como não existe lei que discipline o assunto, a UNE S/A planeja emitir pelo menos um milhão de identidades estudantis, em 2012.


Importante é faturar
A UNE embolsa também uma “comissão” de 25% sobre carteirinhas emitidas por entidades regionais, na maioria ligadas ao PCdoB. (De CH)

Dilma: ontem Lula, hoje FHC.

Ontem Dilma botou cocar na cabeça e levou Lula para inaugurar a ponte sobre o Rio Negro, que custou o dobro do orçado. Hoje bota laquê no cabelo para receber FHC para uma sopinha no Planalto. Fica entendido assim: Lula só foi convidado (ontem) para não perder para FHC em encontros com a criatura.

Quase nove anos depois de deixar a Presidência, Fernando Henrique Cardoso voltará hoje ao Palácio da Alvorada como convidado da presidente Dilma Rousseff. Ela receberá para jantar o grupo conhecido como The Elders (os anciãos, em português), que reúne líderes mundiais em torno de uma agenda de promoção da paz. Estão confirmados o arcebispo sul-africano Desmond Tutu; o ex-presidente norte-americano Jimmy Carter; o ex-presidente da Finlândia Martti Ahtisaari; a ex-primeira-ministra da Noruega Gro Brundtland; e a ex-alta comissária da ONU para Direitos Humanos Mary Robinson. O grupo foi criado em 2007 pelo ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que não participará do jantar por motivos de saúde.

Em fevereiro, FHC pediu a Dilma que os recebesse em audiência. À época, a presidente confirmou o desejo de encontrar os líderes. Eles estão reunidos no Rio. Será a primeira vez que FHC voltará ao Alvorada, residência oficial da Presidência, desde o final de seu governo (1994-2002). Depois de um convívio difícil com Lula, FHC tem mantido relações cordiais com Dilma. Ele chegou a irritar o PSDB com declarações elogiosas à ação da presidente no combate à corrupção. Já Dilma desagradou o PT ao fazer elogios a FHC em seu aniversário de 80 anos. (Folha de São Paulo)

O partido de Dra. Socorro

PSL é a nova sigla partidária de Dra. Socorro. Como dissemos aqui antes, ela não foi para o partido do esposo, o deputado Raimundo Pimentel. Não porque estejam brigados. Ao contrário disso, estão muito unidos. A médica foi para partido diferente do PSB do médico para ficar livre das sequelas e amarras da disputa entre Pimentel e o vice Alexandre Arraes.
Por enquanto, a crise 'socialista' ficou resolvida assim: O presidente do PSB é Raimundo, mas o pré-candidato posto pelo partido é Alexandre, segundo palavras do tocador do partido, Adilson Gomes. Esta afirmação gerou uma nota conjunta da oposição e a fuga de Dra. Socorro para um partido que no passado deu abrigo ao atual deputado.
Você não está entendendo nada? Não precisa se preocupar com isto. Poucos estão.

PSD ultrapassa PSDB em número de federais e o PT em número de prefeitos.

O recém-criado PSD busca ultrapassar os tucanos como terceira maior bancada na Câmara dos Deputados, mas a temporada de filiações do partido terminará amanhã com um resultado que atinge diretamente os petistas. A legenda capitaneada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, já nasce como a terceira maior em número de prefeitos e empurra o PT para a quarta colocação. De acordo com levantamento feito pelo Valor nas 27 unidades da Federação, o PSD filiou entre 656 e 712 prefeitos. Os números variam em razão da possibilidade de novas adesões, mas devem superar em mais de cem o total de 560 prefeituras petistas.


O PMDB e o PSDB são os partidos que dominam o plano municipal. Elegeram, respectivamente, 1.199 e 790 prefeitos na eleição de 2008. Como dezenas de trânsfugas são tucanos, é possível até que a sigla de Kassab ultrapasse o PSDB ou fique bem próximo da segunda posição. Até o fechamento desta edição, a grande maioria das direções estaduais do PSD ainda não tinha uma lista fechada com os nomes e a origem partidária dos prefeitos filiados. Mas já se sabe que entre os maiores perdedores estão PSDB, PP, PR, PPS, PMDB e principalmente o DEM. Em Santa Catarina, todos os 42 prefeitos saíram do DEM e rumaram com o governador e correligionário Raimundo Colombo para o novo partido. Em Tocantins, liderados pela senadora Kátia Abreu e o vice-governador João Oliveira, 15 de 31 debandaram da legenda. Na Bahia, mais da metade dos 40 prefeitos que a sigla tinha acompanharam o vice-governador Otto Alencar, que estava no PP mas é um dos expoentes do carlismo, grupo do ex-governador, senador e cacique político do DEM Antônio Carlos Magalhães, morto em 2007.

Dilma: "Orlando não resistiria a uma nova denúncia".

Hoje saíram mais três.
Numa conversa reservada nesta segunda-feira, em Manaus, a presidente Dilma Rousseff demonstrou preocupação com a situação política do ministro do Esporte, Orlando Silva. Ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de outros interlocutores, ela admitiu, segundo relato de presentes, que o surgimento de novas denúncias poderia inviabilizar a permanência do ministro no governo. - Ele não resistiria a mais uma denúncia nova - constatou Dilma, segundo relato de interlocutores que estavam em Manaus.


Em outro momento, foi o próprio Lula quem demonstrou preocupação com a quantidade de denúncias envolvendo o Ministério do Esporte e assessores de Orlando. Mas ressaltou que era preciso ter cautela com a veracidade das denúncias. - Lula está preocupado com o volume de acusações envolvendo Orlando. Mas ele alertou: "Tem que saber até onde tudo isso é verdade" - revelou ao GLOBO um integrante da comitiva presidencial. Nos bastidores, o ex-presidente Lula tem sido um dos maiores defensores da permanência de Orlando Silva no governo Dilma, mesmo depois das denúncias. Para surpresa de vários integrantes da comitiva, Lula viajou no avião presidencial com Dilma de Brasília para Manaus e conversaram reservadamente. Ele se deslocou de São Paulo para Brasília para acompanhar a presidente.


Em Manaus, Dilma e Lula foram abordados pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Segundo a senadora, a presidente teria dito que "gostou muito da conversa com Orlando e que ele pareceu estar muito firme". De Lula, ela ouviu que, se os comunistas estiverem seguros da inocência do ministro, que continuassem resistindo. - Se vocês têm segurança, têm que ir em frente - disse Lula, segundo Vanessa.


Nesta segunda-feira, o ministro Orlando Silva tentou sair da agenda negativa, e pelo Twitter passou informações de que já está cuidado das demandas da pasta. Uma das principais preocupações no Palácio do Planalto é com a paralisia do Ministério do Esporte. Ele já esteve ausente do evento da Fifa, em Zurique, na semana passada, para o anúncio dos jogos da Copa de 2014. "Encerrei há pouco uma reunião do Comitê de Responsabilidades, que reúne as cidades da Copa. A pauta foi acessibilidade", escreveu Orlando Silva no Twitter.(O Globo)

Lula se sente enganado por aliados

Depois de comandar uma campanha de bastidor pela permanência de Orlando Silva à frente do Ministério do Esporte e de pedir ao PCdoB que resistisse às pressões para abandonar o posto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mudou o discurso, passou a criticar o partido e o ministro e admitiu que o desfecho da crise “está em aberto”. Em conversa com um correligionário ontem, Lula confessou que está preocupado e desabafou: “Não tenho mais convicção de nada. Esses caras não me falam a verdade”.

Nessas conversas, Lula deixou claro que está “muito preocupado” , e que não tem convicção formada sobre as denúncias, “nem para o bem, nem para o mal”. Sua única certeza é a de que ele não vem recebendo as informações por completo. “Só me contam o que interessa. O que não interessa, eu fico sabendo pelos jornais”, queixou-se.

Diante de mais uma notícia de fraude em programa do ministério, envolvendo notas frias e empresas fantasmas, conforme notícias publicadas ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo, Lula reclamou dos dirigentes do PCdoB que não lhe contam a história por inteiro. A mais de um interlocutor, o ex-presidente admitiu ter sido surpreendido não só pelas denúncias, como pela sequência de suspeitas levantadas, que parecem não ter fim. E não escondeu o incômodo causado pela situação.(Agência Estado)

MST vaia Dilma e aplaude Lula em Manaus


Militantes do MST vaiaram Dilma Rousseff ontem à tarde, durante a inauguração da maior ponte estaiada do Brasil – a Ponte do Rio Negro, em Manaus, conta Lauro Jardim, na sua coluna da Folha de S.Paulo.

''Com Lula, que havia acabado de discursar(e foi muito aplaudido)ao lado, Dilma respirou fundo e disse que já bastava, que queria poder falar. Dilma foi prontamente atendida: os cerca de 200 manifestantes, numa plateia de umas 1 500 pessoas se calaram e Dilma mandou brasa. Ou seja, foi tudo muito rápido. Mas o suficiente para criar constrangimentos.''

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Dra. Socorro Pimentel na Arari, amanhã cedo.


Quem gosta de política e acompanha os lances municipais pelo rádio, amanhã tem opção: Dra. Socoro estará, a partir da 7 da manhã, concedendo entrevista ao radialista Martinho Filho.
Deverá abordar o destino partidário, o rompimento com Lula Sampaio e a administração deste; a relação com o governador Eduardo Campos e as ações deste para o município; e as prováveis alianças para 2012.
Dezembro está chegando e a oposição não deverá comer o peru de natal sem saber o nome do candidato. A partir de agora, cada palavra dita poderá sedimentar a aliança oposicionista ou, do contrário, indicar uma divisão de forças, o que é improvável.
Nossa fonte foi o facebook, rede social sempre utilizada pela médica para se comunicar com os amigos.

domingo, 23 de outubro de 2011

O custo da corrupção no Brasil

Reportagem de Otávio Cabral e Laura Diniz na mais recente edição da VEJA revela o custo da corrupção no Brasil: R$ 82 bilhões por ano — ou 2,3% do PIB.

Trechos:

(...) Nos últimos dez anos, segundo estimativas da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), foram desviados dos cofres brasileiros R$ 720 bilhões. No mesmo período, a Controladoria-Geral da União fez auditorias em 15.000 contratos da União com estados, municípios e ONGs, tendo encontrado irregularidades em 80% deles.

Nesses contratos, a CGU flagrou desvios de R$ 7 bilhões - ou seja, a cada R$ 100 roubados, apenas R$ l é descoberto. Desses R$ 7 bilhões, o governo conseguiu recuperar pouco mais de R$ 500 milhões, o que equivale a 7 centavos revistos para cada R$ 100 reais roubados. Uma pedra de gelo na ponta de um iceberg.

Com o dinheiro que escoa a cada ano para a corrupção, que corresponde a 2,3% de todas as riquezas produzidas no país, seria possível erradicar a miséria, elevar a renda per capita em R$ 443 reais e reduzir a taxa de juros.

(…) As principais causas da corrupção são velhas conhecidas: instituições frágeis, hipertrofia do estado, burocracia e impunidade. O governo federal emprega 90.000 pessoas em cargos de confiança. Nos Estados Unidos, há 9.051. Na Grã-Bretanha, cerca de 300. “Isso faz com que os servidores trabalhem para partidos, e não para o povo, prejudicando severamente a eficiência do estado”, diz Cláudio Weber Abramo, diretor da Transparência Brasil.

(...) Há no Brasil 120 milhões de pessoas vivendo exclusivamente de vencimentos recebidos da União, estados ou municípios. A legislação tributária mais injusta e confusa do mundo é o fertilizante que faz brotar uma rede de corruptos em órgãos como a Receita Federal e o INSS. A impunidade reina nos crimes contra a administração pública.

Uma análise de processos por corrupção feita pela CGU mostrou que a probabilidade de um funcionário corrupto ser condenado é de menos de 5%. A possibilidade de cumprir pena de prisão é quase zero. A máquina burocrática cresce mais do que o PIB, asfixiando a livre-iniciativa.

A corrupção se disfarça de desperdício e se reproduz nos labirintos da burocracia e nas insondáveis trilhas da selva tributária brasileira.

Falha grave do ENEM: vaza tema da redação.


Uma hora antes do término do prazo mínimo de permanência nos locais de prova, quando os participantes do Enem podem sair e se comunicar com pessoas fora do exame, o site do jornal O Globo publicou o tema da redação do ENEM. A proposta, "Viver em rede no século 21: limites entre o público e o privado", foi divulgada pelo site às 13h59. Os participantes poderiam deixar a prova a partir das 15h. Segundo a nota do site, "os textos de referência são os artigos 'Liberdade sem fio', da revista Galileu e 'A internet tem ouvidos e memória', do portal Terra. Eles ainda citaram uma tirinha da série Quadrinhos dos anos 10, do cartunista André Dahmer". De acordo com o jornal, a informação foi passada à redação por um dos participantes do Enem, o que comprova o vazamento. Leia mais aqui.

A ex-guerrilheira amarelou ante as chantagens do comunista corrupto que (des)manda nos esportes

O moribundo político e moral Orlando Silva, ministro do Esporte, jaz no colo de Dilma Rousseff. Ela o embala e o acalenta. Ontem a revista Veja publicou a gravação de um dos principais assessores do Ministério do Esporte, combinando a fraude que foi denunciada pelo PM João Dias Ferreira. A fraude aconteceu. A fraude está documentada. A prova é contundente. Uma das frases ditas pelo assessor, na antesala do ministro, foi: "Nós vamos apurar que merda é essa, a coisa fugiu do controle", prometendo abafar uma investigação contra um dos corruptos comunistas que estavam roubando os cofres públicos. Era uma explosão destas que o Brasil inteiro esperava da Presidente da República, quando ela chegou da África. Que ela tivesse um acesso de furia, já que é famosa por isso, bradando um impropério diante das câmeras, demitindo imediatamente o corrupto. Que nada. Dilma Rousseff preferiu dar uma prova de fidelidade a uma aliança corrupta entre o PT e o PCdoB, que já roubou centenas de milhões dos cofres públicos. Preferiu fazer politicagem e se dobrar a chantagens do que governar. Que ninguém venha dizer que a presidente não é leniente com o malfeito. Ela seguiu o conselho de Lula e virou um "casco duro". Ficou provado que, ao não ter um gesto concreto e definitivo para frear um dos maiores esquemas de corrupção da história deste país, o que temos no Brasil é o que o povo comumente chama de um "governo de merda".Como diz o assessor do Orlando e da Dilma, "a coisa fugiu do controle". Fugiu de vez e ninguém segura os corruptos do Brasil!

sábado, 22 de outubro de 2011

Implacável: Por isso querem amordaçar a imprensa.


As três principais revistas nacionais abrem o final de semana com denúncias arrasadoras contra a corrupção no Ministério do Esporte. A Veja sai com as gravações definitivas, feitas na antesala do gabinete de Orlando Silva, envolvendo os seus principais assessores, montanto mais uma fraude para roubar os cofres públicos. A Isto É vem com uma matéria extensa em que surge um novo acusador, desta vez disparando uma série de denúncias contra o governador petista, Agnelo Queiroz, o novo Arruda do DF. Por fim, a Época faz uma reportagem antológica sobre o "Comunismo de Resultados", mostrando as vísceras infectadas do PCdoB. Enquanto isso, a Dilma e a sua Turma tentam segurar a lama que já invade o Palácio do Planalto. O governo federal é cúmplice ou está sendo chantageado? Esta é a questão colocada diante do país, neste final de semana em que o implacável PIG (sigla de Partido da Imprensa Golpista criada pelas ratazanas da esgotosfera chapa branca) mostra o quanto uma imprensa livre pode ajudar o país a se livrar da corrupção.

Orlandão: Surgem provas contundentes


Depois de mais uma revelação de VEJA sobre o escândalo no Ministério dos Transportes, a oposição intensificou o coro pela saída do ministro Orlando Silva. O líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA), acredita que, se a presidente Dilma não exonerar o subordinado, deixará claro que é conivente com a corrupção. "Se isso não for prova, Dilma legalizará a corrupção no País. Ou toma atitudes, ou ela chancela a corrupção em seu governo. Orlando tem que sair", opina o parlamentar.


Para Duarte Nogueira (SP), líder tucano na Câmara, a demissão do ministro já devia ter ocorrido na semana passada. E, agora, a situação se torna ainda mais grave: "A própria presidente, num ato de apoio ao PCdoB, fez ontem a manifestação de que precisava de provas. Se precisava, as provas estão aí", afirma. A situação do ministro pode gerar um impasse: como fez nos casos anteriores, Dilma espera que o ministro peça demissão. Mas o PCdoB não aceita. "Até agora ela não demitiu ninguém. Se o PCdoB e o Orlando Silva insistirem, não vai restar alternativa senão exonerá-lo", afirma o líder tucano. A oposição, que já pediu investigação sobre o ministro à Procuradorai Geral da República e cobrou satisfações de Orlando Silva quando ele esteve no Congresso, agora se prepara para a oitiva de João Dias, o policial militar que delatou o esquema. Ele vai comparecer à Comissão de Fiscalização Financeira da Câmara na semana que vem.


Reportagem - A edição de VEJA que chegou às bancas neste sábado mostra como assessores diretos do ministro Orlando Silva favoreceram João Dias usando um expediente fraudulento. Em 2 de abril de 2008, o ministério havia encaminhado à Polícia Militar um ofício mostrando irregularidades cometidas por entidades controladas por Dias. Mas o delator do esquema foi até o ministério e cobrou uma mudança de posição. Deu certo. Cinco dias depois, o Esporte pediu à Polícia Militar que desconsiderasse o primeiro ofício. E o documento foi emitido com data anterior à real - uma farsa para permitir que o prazo para a defesa de João Dias fosse prorrogado. "O que nós estamos tentando fazer aqui é remediar a m. que foi feita", diz, na reunião, Fábio Hansen, assessor especial de Orlando Silva. Os fatos mostram como o homem que foi chamado de "delinquente" pelo ministro gozava de privilégios dentro da pasta. ( Da Veja)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Ana Arraes já é ministra do TCU


Ana Arraes tomou posse como ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) em cerimônia administrativa, na manhã de ontem, em Brasília. No evento, estavam presentes o presidente em exercício do Tribunal, ministro Valmir Campelo; e o ministro Raimundo Carreiro, além dos ministros pernambucanos José Jorge de Vasconcelos e José Múcio Monteiro, e os ministros-substitutos Augusto Sherman Cavalcanti e Weder de Oliveira.

A deputada federal Sandra Rosado, nova líder do PSB na Câmara dos Deputados, representou a Casa, a bancada e a liderança do partido na solenidade. No próximo dia 26, acontecerá a posse solene da ministra, que é a única mulher a compor a corte formada por nove ministros.

Durante a cerimônia de ontem, Ana Arraes leu o termo de posse, onde prometeu desempenhar “com independência e isenção” os deveres do cargo, vago com a aposentadoria do ministro Ubiratan Aguiar. O presidente do TCU, Benjamin Zymler, não compareceu ao evento por estar em missão oficial fora do País. O ministro Valmir Campelo, que o substituiu, destacou em seu discurso de boas-vindas que, pelo fato de Ana Arraes ter sido a deputada federal mais votada em Pernambuco, nas últimas eleições, e uma das campeãs no Brasil, provavelmente sentirá saudades da vida parlamentar, mas que logo irá se adaptar pelo fato de o TCU ser uma “Casa digna de se trabalhar”.

A ministra afirmou que está honrada com a missão que lhe foi confiada e reiterou o compromisso de continuar lutando pelos interesses do povo brasileiro e para que o TCU seja, cada vez mais, um instrumento de justiça social. Ana Arraes foi eleita em votação no dia 21 de setembro na Câmara dos Deputados, com 222 dos 493 votos dos parlamentares que estavam presentes no plenário, após intensa campanha encabeçada pelo filho, o governador Eduardo Campos (PSB). Ana derrotou os deputados Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que recebeu 149 votos e Átila Lins (PMDB-AM), com 47 votos, além de outros três candidatos.

Obama e o seu jeito diferente de ir à guerra e matar: Com a mão alheia.

O 'socialista' Cid Gomes só aprendeu a bater em professor

Pergunta no velório

Lula mandará ao menos uma coroa de flores a Muammar Kadhafi, o tirano a quem chamou de “meu amigo, meu irmão e líder”? (De CH)

Dilma já rifou Orlando Dias, mas quer preservar Agnelo do PT. PCdoB avisa que vai levar o petista junto.

O Palácio do Planalto trabalha incessantemente para separar o PCdoB de Orlando Silva. O PCdoB, inclusive usando o programa partidário levado ao ar na noite de ontem, não abandona o ministro e atua em bloco para mantê-lo no cargo, transformando o escândalo em problema institucional. A burrice é dos dois lados. Não há como dissociar o escândalo do partido, já que tanto os acusadores quanto os maiores beneficiários das falcatruas do Segundo Tempo são comunistas do mais alto escalão. Não há como manter um ministro que, em pleno exercício do cargo, passa a ser investigado pela Procuradoria Geral da República, que julga os fatos extremamente graves. No meio disto tudo, está a preocupação do PT em manter Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, longe da lama. E a chantagem do PCdoB ameaçando arrastar junto o ex-camarada. Já começam a pipocar na imprensa as denúncias contra o governador que, justiça seja feita, foi o mentor do Segundo Tempo e está enrolado até o pescoço nas falcatruas do programa. Clique e amplie, abaixo, matéria do Estadão. Ao lado da matéria, um anúncio do Ministério do Esporte, pedindo idéias para a promoção do Brasil na Copa do Mundo. Que tal acabar com a corrupção e passar ima imagem da gente decente deste país lá fora?

No PT, um jantar com o chefe do mensalão é "o" jantar.

No auge do poder, o petista cassado fazia questão de dizer que um telefonema seu era "o" telefonema...

No sábado, Fernando Haddad ganhou mais um apoio, o do ex-ministro e deputado cassado José Dirceu, selado em jantar no apartamento do cacique. Apesar de ser réu no processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, Dirceu tem grande ascendência no PT e sobre aliados de Marta, como Vaccarezza, Mentor, Devanir e João Paulo. No jantar, Dirceu e Haddad discutiram "saídas" para evitar as prévias. A avaliação foi que, caso o ministro derrote Marta, ela não se engajará na campanha -e Haddad, desconhecido, precisará dela como puxadora de votos. Foi depois desse jantar que o grupo de Marta fechou o diagnóstico de inviabilidade de sua pré-candidatura. ( Da Folha de São Paulo, sobre o esvaziamento da candidatura de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo, traída e abandonada por Lula, Dilma e o PT)

Cômico.

O momento mais cômico do programa do PCdoB, levado ao ar ontem à noite em rede nacional, foi quando um jovem militante de Brasilia, centro do escândalo que atinge em cheio a sigla, afirmou: " ser socialista é respeitar o dinheiro público". É?

Em 2005, o TCU já havia flagrado os desvios do Programa Segundo Tempo. O que o TCU fez? Nada.

Em 2005, o TCU já havia flagrado os desvios do Programa Segundo Tempo. O que o TCU fez? Nada.

Entre fevereiro e junho de 2005, o Tribunal de Contas da União realizou "auditoria com o intuito de avaliar o Programa Segundo Tempo", levantando problemas e propondo melhorias. A metodologia foi visita direta aos núcleos com maior número de participantes e 2.429 questionários enviados para outros conveniados. O resultado está publicado na internet. Vejam, abaixo, trechos copiados do sumário executivo apresentado ao plenário da casa, em junho de 2006.
É surpreendente que o TCU não tivesse, à época, interrompido o Programa Segundo Tempo, que desde 2003 já havia consumido R$ 100 milhões. Surpreendente nem tanto. A associação dos funcionários do tribunal é uma das entidades inadimplentes no convênio realizado com o programa, de quem a CGU tenta reaver dinheiro público, R$ 2,5 milhões desviados das suas finalidades.
Há 5 anos atrás, o TCU tão somente recomendou corrigir todas as distorções encontradas hoje. Nada mais foi feito.Nada mais foi cobrado. A farra continuou. Inclusive para a alegria dos membros da sua associação de funcionários. Desde 2004 (clique na imagem acima para ampliar) o próprio TCU recebia dinheiro público do Segundo Tempo, fraudando vergonhosamente os seus objetivos. Por que o TCU não fiscalizou a própria casa? A resposta é uma pergunta: um país destes tem jeito?

Conhecem essas praças? Reconhecem esse lugar?


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Copa 2014: Pernambuco sem jogo da seleção. A culpa é de quem fez estádio acanhado no meio do mato.


Recife não sediará um só jogo da Seleção Brasileira na Copa de 2014. Fortaleza sediará dois jogos, caso o escrete nacional chegue às semifinais.
A FIFA jamais marcaria um jogo da seleção brasileira, em Copa alguma, menos ainda a do Brasil, num estádio com capacidade inferior a 50 mil espectadores, muito menos ainda se este estádio for construído num terreno fora do perímetro urbano da cidade Sede, como ocorre em Pernambuco, que resolveu fazer política rasteira construindo seu estádio numa cidade chamada São Lourenço da MATA.
Eduardo Campos nos deve essa. Vai gastar 1 Bilhão de Reais para construir um estádio em lugar que hoje serve para desova de cadáveres, quando poderia ter levado o investimento para lugar próximo ao Centro de Convenções, para Jaboatão ou, ainda, para ampliar e modernizar o Arruda (melhor solução).
Dudu preferiu construir um estádio novo para o Náutico mandar seus jogos. Vai entrar para a história como o governador que fez um estádio para o time do coração, em detrimento do torcedor em geral e do estado em particular. Recife só tem a lamentar. Quando os jornalistas internacionais começarem a transmitir nossas imagens, dirão que estão 'em São Lourenço da Mata, em meio a mata que circunda o estádio'. Quando, e se falarem a palavra Recife, certamente será para apresentar os canais da Agamenon e da Fernando Simões.
Toda burrice tem seu preço. Recife pagará caro pela burrice do neto de Arraes. Ainda bem que estou mais perto de Fortaleza, para onde irei 'brigar' por ingressos. Eu e todo mundo. Inclusive os repórteres brasileiros, que sequer lembrarão que Recife existe. Estarão à vontade entre as praias do Náutico, de Iracema e do Futuro.

Boa notícia: STF adia para dezembro aumento de IPI de carros importados

DEM acerta uma

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu, por liminar, a validade imediata do aumento da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) referente a carros importados. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, por unanimidade, no julgamento de uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo DEM. Segundo o partido, a cobrança não poderia ter sido feita de forma imediata, e sim 90 dias após a publicação do decreto que aumentou a taxa. A Corte concordou com a tese. Como o decreto é de 15 de setembro, o aumento só valerá a partir de 15 de dezembro.

Os ministros do STF decidiram que a liminar tem validade retroativa, a partir de 15 de setembro. Ou seja, o consumidor que tiver pago o IPI maior nesse período poderá cobrar o ressarcimento do dinheiro na Justiça. Apenas o relator, Marco Aurélio Mello, defendeu que a decisão tivesse validade a partir desta quinta-feira, e não retroativa à data do decreto.

- Alguém que tenha pago (IPI mais caro) poderá pedir reparação na Justiça - explicou Marco Aurélio.

A decisão é provisória, pois foi tomada em caráter liminar. O mérito da ação ainda será julgado, em data não definida. No entanto, diante do placar absoluto, é pouco provável que o entendimento do tribunal mude.

À espera do próximo

Dilma apedreja a moral dos brasileiros.

Há roubo. Há desvio. Há falcatruas. Há má gestão. Há suspeitas. Há denúncias. Há provas. Há um mar de lama inundando o Ministério do Esporte, há anos, praticamente desde o momento em que o PT loteou o país e entregou este pedaço para o aliado PCdoB. Agora que a tampa do bueiro explodiu e a lama voou para todos os lados, a presidente da República está preocupada como "apedrejamento moral" do ministro. Deveria estar peocupada com o "apedrejamento moral" de quem trabalha e paga imposto. De quem cria os filhos honestamente, liga o Jornal Nacional e assiste a esta roubalheira instituída. De quem vive com uma aposentadoria miserável e pena nas filas do SUS, porque o dinheiro público é roubado por ONGS como as do Segundo Tempo. Esquecer de um povo sofrido, honesto e decente para acolher corruptos é que é "apedrejamento moral", Dona Presidenta!

Impressionante! Demissão de ministro por corrupção virou rotina e não coloca mais o governo em crise.

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-RS), negou que o governo passe por uma crise por causa das acusações de irregularidades contra mais um ministro: "Não vamos confundir demissão de ministro com crise do governo", afirmou o petista. Desde o início do governo, Dilma Rousseff já demitiu quatro ministros acusados de irregularidades -Alfredo Nascimento (Transportes), Wagner Rossi (Agricultura), Pedro Novais (Turismo) e Antonio Palocci (Casa Civil).Orlando Dias, do Esporte, caminha para ser o quinto. Vejam que dado estarrecedor: tirando a Agricultura, os demais ministérios enlameados são os mais importantes para vender bem o Brasil com a Copa 2014 e a Olimpíada 2016. Em vez disso, são o espelho que reflete o esquema de corrupção que, há quase 10 anos, toma conta do Governo Federal.