quinta-feira, 31 de maio de 2012

Atufaia, Pimentel!

O deputado Raimundo Pimentel seria o palestrante de hoje no Senadinho. Digo seria, pois se afirmar que vai, terei que provar que foi. Não estarei lá para não gerar interpretações equivocadas.
Se o deputado confirmar sua participação, e se for, é o caso de César do Cachorro quente sentenciar: "Atufaia!", concluindo com o famoso "Aí é chuva!".
Por certo, o parlamentar só irá ao senadinho se já tiver plena consciência de que controla o PSL, de que Dra.Socorro é mesmo candidata e de que este é o melhor caminho a seguir, ou o caminho do meio. A outra alternativa  é  reconstruir o bloco PR/PMDB/PSL, indicar o vice, eleger uma boa bancada de vereaodores e sair para o abraço. Caso decida mesmo lançar a candidatura da esposa, terá que encontrar uma  fórmula eficiente para equilibar-se entre Araripina como sua base principal, relegando os demais municípios a segundo plano, sem dar demonstrações nem vacilos, o que não parece tarefa fácil, a menos que lance a doutora e deixe-a por conta da sorte, enquanto se dedica aos demais municípios.
Agora só resta aguardar as informações variadas da participação de Raimundo Pimentel no frenético Senadinho.
Não sei o que pensa e sabe sobre isso o advogado Raphael Souto Jr., especialista em direito eleitoral e assessor do deputado. Se soubesse, teria o que falar aqui e não ficaria enrolando, deixando as conclusões por conta do leitor.
Lembro aqui da primeira vitória de Dr.Raimundo, que coincidiu com a reeleição de Jarbas Vasconcelos: "Pimenta neles!"

ATUALIZAÇÃO
O deputado Raimundo Pimentel foi mesmo ao Senadinho ontem à noite. O conteúdo de sua conversa ainda não está disponível na rede 'oficial'. Por outro lado, o blog que gosta de lançar candidatos a prefeito antes do Meu Araripe ainda não deu sinais, mas isto não é dado conclusivo de que Pimentel não relançou Dra. Socorro.
Depois da derrapada federal de Magno Martins, que afastou João da Costa da disputa em Recife, sendo depois seguido por Inaldo Sampaio, que não foi seguido pelo próprio João da Costa, que se manteve firme na disputa, eu estou de orelha em pé. Assim como Ofelha, "Eu só abro a boca quando tenho certeza".
Até daqui a pouco, pois a cerveja inesperada e sem explicação de ontem ainda está zangada. Dizem que o candidato faz coisa que o homem condena. Entendam.

Alexandre não ouviu nada sobre Bringel ter dito aquilo que não disse.

Perguntado por uma fonte deste blog sobre as supostas declarações de Bringel acerca de lançamento de chapa independente, Alexandre Arraes foi lacônico: "Eu não ouvi nada disso. Você ouviu ele dizer alguma coisa?". A resposta que o prefeito recebeu foi um singelo 'também não'. Aí seguiu Alexandre: "Na última conversa que tivemos, Bringel afirmou novamente que me apoia, e também disse isso no rádio. Foi o que eu ouvi. Acho que está havendo conflito de versões", completou. A minha fonte pode até ser de aumentar, mas não é de inventar. 
Entenderam?  Eu também não. Então, se estamos justos e acordados, assinamos a presente postagem em duas vias, que vai por mim e por você assinadas, para posterior uso como prova, caso necessário.
Como dizia o meu velho avô: "Agora eu vi!"
Pare de sorrir que isso é assunto sério. Os homens estão conversando longe das lentes. Eu acho.

Mudando de assunto, quero lembrar que Eduardo Campos é 'menino danado'. Já jogou no colo do PT nacional o abacaxi de Recife e escondeu as facas que existem para descascar a fruta. Escalou Lula, que está muito ocupado com uma conversa que teve com Ministro Guilmar Mendes, para cuidar do assunto Recife. Isso quer dizer que Dudu vai usar todos os cartuchos que dispõe para transformar o interior de Pernambuco em 'Casa 40',  aliando-se depois àquele que escapar do suicídio coletivo da capital.
Araripina está nos planos do galeguinho. Prova disso é que já saiu o vencedor da obra de duplicação da perimetral. Alexandre estava tão animado com isso que sequer lembrou de fazer foto ao lado dos canos azuis do saneamento básico do Canal São Pedro. Aquele blog que gosta do 'primo de Eduardo Campos' (mais do que nós aqui) disse que o 'interino' teve grandeza ao não tirar proveito de uma obra conseguida pelo prefeito afastado. Enganou-se: Quem contratou, ajudou a elaborar e  aprovou o projeto de Saneamento Básico de Araripina foi o ex-secretário de Planejamento de Araripina, Ronaldo Lacerda - O prefeito era Valdeir. Ronaldo informou a amigos que vai terminar se sentindo 'coagido' a mostrar as fotos ao lado de Ciro Gomes (ex-ministro) e Gonzaga Patriota, e também o áudio das falas de ambos para confirmar o alegado. O problema é que quem 'aprovou' o projeto da Transnordestina foi D.Pedro I, mas quem iniciou  foi Sarney, que deixou para FHC, que deixou para Lula, que deixou para Dilma, que deve concluir, ou não. Como Alexandre é quem está na cadeira, é ele quem faz.
Esclareço, por último, quer não estou fazendo propaganda para ninguém, muito menos para Ronaldo Lacerda, que é candidato a vereador, mas antes de tudo é  leitor fiel da gente. Faço apenas um pedido: Não espalhem essa informação.

Tarado por ouro: Ladrão leva vibrador de 8 mil Reais.

Artigo, que pode ser comprado por encomenda, estava em exposição. Assalto aconteceu na noite desta quarta, em boutique erótica na 303 Sul.
Rafaela Céo, G1
Um homem roubou no começo da noite desta quarta-feira (30) um vibrador banhado a ouro 18 quilates de uma sex shop localizada na quadra 303 Sul, em Brasília. A peça, chamada de Nea, estava em exposição e só é vendida por encomenda. O vibrador custa R$ 8 mil.


O homem não levou nenhum outro artigo da boutique erótica. Vários objetos da loja, especializada no público de alto poder aquisitivo, custam até R$ 1 mil.
No momento do roubo, apenas uma funcionária estava na loja. “Ele entrou, me cumprimentou, depois ele mostrou a arma na cintura e anunciou o assalto. Pediu dinheiro, disse que não tínhamos dinheiro. Ele viu o Nea, que ficava em cima do balcão, e mandou eu abrir a caixa onde ele estava”, disse a funcionária, que não quis ser identificada.
Ela afirmou que o homem era "bonito, estava bem vestido e foi rápido – a ação durou cerca de cinco minutos. Antes de sair, ela teve as mãos amarradas e a boca tampada com fita adesiva. O ladrão a prendeu no banheiro da loja.
Uma das sócias da sex shop, Vanessa Baldini, disse que o ladrão fez um "mau negócio". “Ele [o ladrão] está com um elefante branco na mão. Ele não pode dissolver a peça porque ela é feita de aço inoxidável por dentro. Também não levou o carregador para poder usá-lo. Não sei mesmo o que ele vai fazer. Vou deixar por conta da imaginação dele.”

Vanesa, dona da loja. E a caixa forte que guardava o vibrador

Ele [o ladrão] está com um elefante branco na mão. Ele não pode dissolver a peça porque ela é feita de aço inoxidável por dentro. Também não levou o carregador para poder usá-lo. Não sei mesmo o que ele vai fazer. Vou deixar por conta da imaginação dele"
A empresária acredita, porém, que para as clientes, a peça de ouro tem um "valor inestimável". “Esse produto tem a intenção de dizer que o prazer dela vale muito.” Nenhum modelo do produto havia sido encomendado em Brasília, mas pelo menos três pessoas chegaram a manifestar interesse no produto.
A sex shop foi inaugurada há duas semanas e ficaria mais uma semana com o vibrador de ouro em exposição. Além da preocupação com a segurança, a dona da boutique disse que ainda não sabe se o objeto tinha seguro. “Ainda não sabemos se vamos ter que arcar com o prejuízo”, disse Vanessa.
A 1ª Delegacia de Polícia investiga o caso. A perícia era esperada na manhã desta quinta-feira.

Serra sugere que houve sabotagem da oposição no metrô de SP.

Ex-prefeito e ex-governador de São Paulo, o pré-candidato do PSDB à prefeitura da capital paulista, José Serra, associou ontem problemas registrados no metrô e na CPTM a suposta "sabotagem eleitoral" articulada pela oposição.

Ao falar sobre as repetidas falhas nos sistemas do metrô e da CPTM, em sabatina promovida pelo SBT e pelo portal Terra, o pré-candidato do PSDB insinuou que há motivações político-eleitorais por trás das panes. "Eu não descarto, numa parte, sabotagem, porque você sabe que uma porta aberta paralisa o trem. Se você puser um jornal, um pacote de jornal, uma gravata, você consegue parar", disse. Questionado se as supostas sabotagens teriam ligação com a eleição de outubro, respondeu: "Com vistas à eleição. Eu não diria que é tudo não, entendeu? Você tem uma combinação de coisas. Quando eu fui governador teve problemas assim também". Na sequência, Serra foi questionado sobre quem teria interesse nisso. "Quem? É a oposição".

Os recentes problemas no sistema de transportes sobre trilhos em São Paulo, com a colisão entre dois trens do metrô que deixou pelo menos 49 pessoas feridas, a greve dos metroviários na semana passada e sucessivas panes, voltaram a alimentar o embate entre PT e PSDB sobre mobilidade urbana.

Ontem, Serra ressaltou as ações de sua gestão no governo do Estado, entre 2007 e 2010, e disse que as falhas no metrô e na CPTM se devem ao aumento do número de passageiros. O ex-governador disse que os investimentos na área de transportes sobre trilhos foram triplicados nos últimos cinco anos, mas o volume de passageiros cresceu em um ritmo maior. "Na década passada investimos R$ 10 bilhões. Em 2005, 2006 havia 4 milhões de passageiros/dia no metrô e CPTM. Hoje tem 8 milhões", disse. "Aumentou muito o volume, então é natural que se produzam desajustes. Algumas coisas [são] puramente acidentais, como foi o caso desse choque dos trens dos vagões, que por sorte não teve nenhum ferido grave. Isso acontece em todo o mundo e o que tem de fazer é prevenir. Cada fato desse deve servir para evitar os problemas futuros", declarou na sabatina. Leia mais aqui.

Cheiro de circo: João da Costa confirma candidatura e fica uma leve impressão de que tudo o que se fez foi no sentido de dar visibilidade e cara de guerreiro ao prefeito que a população reprova. Logo saberemos com a decisão dos paulistas. Vai ou não acontecer o golpe para favorecer Humberto Costa?












Após muita expectativa, o prefeito reuniu a imprensa e declarou que se mantém na disputa pela Prefeitura do Recife. O gestor, que concorreu na primeira prévia do dia 20 e foi eleito com 7.503 votos, se diz apto a permanecer como candidato e vai esperar agora a homologação da executiva nacional. Antes da coletiva, João da Costa ligou para o presidente nacional do PT, Rui Falcão, e informou-lhe de sua decisão. Segundo o prefeito, o partido irá agendar uma nova reunião para avaliar o caso.
Ele está seguro de que prevalecerá o regimento interno, que assegura a ele o direito de disputar a eleição, já que o seu adversário, o secretário licenciado Maurício Rands, renunciou à prévia. “Pelo regimento, se um candidato desiste, o outro que está disputando é homologado. Do ponto de vista político, é a garantia de um direito”, declarou João da Costa.
O prefeito aproveitou a presença da imprensa para explicar passo a passo todo o processo que viveu desde o ano passado, quando teve início as primeiras resistências ao seu nome. Disse que participou de várias reuniões com a direção nacional e a estadual e compactuaram alguns acordos, entre eles, o de fazer avaliações sistemáticas sobre o seu desempenho e o da administração. “Em nenhum momento deixei de informar minha disposição de concorrer à reeleição”.
(Do blog de Magno)

Alexandre sem a foto ao lado dos canos do saneamento

A equipe que 'cuida' da imagem do prefeito Alexandre Arraes não venha reclamar do Meu Araripe . Vi e me alegrei com a constatação de que os tubos de meio metro de diâmetro já estão sendo enterrados ao longo do Canal São Pedro. A obra vai livrar Araripina dos odiosos pernilongos ou provar que tem gente criando muriçoca em casa só de pirraça.
Os canos eu vi. Só não vi em nenhum blog ou site oficial a foto dos canos azuis, menos ainda do prefeito Alexandre Arraes acompanhando os serviços. Só um detalhe: depois de enterrado, ninguém fica sabendo que a obra de esgoto foi feita ou existe. Dionéa Lacerda fez 18 quilômetros de esgoto e ninguém lembra disso, ressaltando apenas que ela não tinha onde divulgar, a não ser através de boletins.
Depois não sabem porque  as pesquisas apresentam uma coluna de gente que desconhece as ações da prefeitura incompatível com a realidade.
Podem ficar com cara feia os responsáveis por isso. Se conhecerem o editor do Meu Araripe, podem falar mal do mesmo para o prefeito. Caso Alexandre passe a mão em quem esconde a notícia é porque merece o 'tratamento'.

PSB leva tudo no País e oferece o que não tem em São Paulo. Eduardo Campos é mesmo um artista, mais que Lula, inclusive.

A visão dos paulistas sobre o refrega petista de Pernambuco
'Seguindo roteiro traçado pelo ex-presidente Lula, o deputado Maurício Rands retirou ontem sua pré-candidatura a prefeito de Recife pelo PT para apoiar o lançamento do senador Humberto Costa sem a realização de prévias. A desistência deve ser seguida pelo prefeito João da Costa, que queria disputar a reeleição contra a vontade do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Com isso, o PT sepultará o processo de votação interna para escolher seu candidato na cidade. O partido fez o mesmo em São Paulo no ano passado, ao forçar a saída da senadora Marta Suplicy para indicar Fernando Haddad.

A estratégia para evitar as prévias em Recife foi noticiada pela Folha na última sexta-feira, um dia depois de o PT anular a votação original, realizada no dia 20, e marcar uma nova disputa entre Rands e João da Costa. A cúpula do partido alegou que a eleição interna, vencida pelo prefeito, foi contaminada por irregularidades. No entanto, não anunciou punições e manteve o discurso de que a chapa seria definida pelo voto direto dos filiados. 

A intenção dos petistas é anunciar até amanhã a desistência de João da Costa e a indicação do senador. "Apostamos no acordo para garantir a unidade do partido, a manutenção da Frente Popular [com o PSB] e a continuidade da nossa gestão de 12 anos em Recife", disse Francisco Rocha, coordenador da maior ala do PT, a Construindo um Novo Brasil.

O acordo também inclui a entrega de uma vaga no Senado ao PSB. O socialista Joaquim Francisco é o suplente de Humberto Costa e assumirá caso ele se eleja. Em troca, Lula espera que o PSB dobre a resistência do seu diretório paulista e anuncie apoio a Haddad. Anteontem, João da Costa e Rands voltaram à sede do partido e receberam orientação para deixar a disputa. Humberto Costa só aguarda a desistência do prefeito para assumir a candidatura. Em 2010, ao se eleger, ele disse que cumpriria os oito anos de mandato no Senado'.

Médicos federais vão parar

Médicos vinculados ao serviço público federal vão cruzar os braços na próxima terça-feira, dia 5 de junho.
Eles farão um ato público, 09h, no Hospital das Clínicas da UFPE, para protestar contra a Medida Provisória 568, que prevê a redução do salário dos médicos que não trabalharem 40 horas semanais.
Segundo o diretor do Sindicato dos Médicos, Silvio Rodrigues, “A MP vai trazer enormes prejuízos para os usuários do Sistema Único de Saúde, que ficarão sem ter mais médicos dispostos a trabalhar no serviço público.

Evilásio nega que esteja fazendo aliança com Bringel

O vereador por Lagoa do Barro, Evilásio Matheus, negou que esteja de 'namoro' político com o ex-prefeito Emanuel Bringel. Sérgio Guerra, como sempre, está em rota de colisão com as bases municipais e deixando o pessoal que faz radialismo sem rumo. Uma emissora de rádio da cidade recebeu informação truncada de Recife e foi no embalo, acreditando na palavra de quem só deveria falar a verdade.
Bringel também negou que estivesse de conversa com Evilásio.
Na manhã de hoje, Evilásio reafirmou que abriu diálogo com outros pré-candidatos a prefeito, mas assegurou que com Bringel não conversou - até porque Bringel declarou apoio a Alexandre Arraes e publicamente não voltou atrás.
Sem afirmar com clareza, Evilásio deixou escapar que apoia Lula se este for candidato, mas não está obrigado a seguir sua decisão caso ele (Lula) desista da reeleição e passe a apoiar outro nome.
Este blog, por prudência, já adotou o critério de não divulgar o que os pré-candidatos a prefeito declaram pedindo segredo. Se fosse verdade, eles mesmos declarariam de público. Basta ver o constrangimento porque passam os jornalistas Inaldo Sampaio e Magno Martins, que divulgaram a desistência de João da Costa sem que este afirmasse publicamente.

A greve dos que ensinam

Jose Ricardo Diniz - Foto Divulgação Secretaria de Educação PE
Professores da rede privada decidiram em assembleia nesta quarta-feira decretar greve a partir do próximo dia 4 por tempo indeterminado.
A decisão foi em protesto contra o Sindicato patronal, que não compareceu ao encontro de mediação no Ministério do Trabalho.
O Ministério solicitou a presença do presidente do Sinepe, José Ricardo Diniz, para uma nova rodada de negociações.
A categoria pede, desde o começo da campanha salarial 2012, a unificação da hora/aula para R$ 10, que atualmente é de R$ 5 para os professores da educação infantil e ensino fundamental 1 (1º ao 5º ano) e de R$ 6,40 para os docentes que lecionam no fundamental 2 (6º ao 9º ano) e ensino médio.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

O porqueira que Recife vaiou

O olheiro acima foi enviado pelos mensaleiros de São Paulo para colocar cabresto nos petistas de Recife. Aquele que tem rabo preso já colocou o rabo entre as pernas e desistiu de ser candidato. O outro que não parece ter rabo preso aos 'pistoleiros' de São Paulo, nem mesmo àqueles que mataram o prefeito petista de Santo André, Celso Daniel, está resistindo bravamente. João da Costa, o prefeito, desgastado ou não, mostra ser mais pernambucano do que todos os bonecos que aceitaram as imposições paulistanas. Palmas para João da Costa. Se ele também desistir, cedendo a essa artilharia bandeirante, retiraremos o elogio.
Que Pernambuco enterre a arrogância e a prepotência dos paulistas de uma vez por todas.

O elemento da foto acaba de ser vaiado por militantes petistas pró João da Costa, no diretório do PT em Recife. Que a vaia lhe sirva para redefinir seu papel e seu tamanho na política local.
Segue a cachorrada petista na capital pernambucana. Que acabem todos arranhados.

João da Costa foi craque: Driblou os golpistas do diretório nacional e fez Rands desistir. Mas não desistiu.

Diferente do que noticiou Magno Martins na noite de ontem e Inaldo Sampaio na noite de hoje, João da Costa não desistiu de disputar as prévias de domingo. Mas deve ter sinalizado que desistiria, levando Maurício Rands a desistir, coisa que ele mais queria por saber que perderia.

Veja o que acaba de publicar Magno Martins, que passou o 'troféu' de 'mentiroso' para Inaldo Sampaio.

















Em conversa, há pouco, com este blogueiro, o prefeito João da  Costa reafirmou que não sai do páreo. Negou ainda que a sua mulher Marília Bezerra venha, neste processo, exercendo qualquer tipo de pressão ou influência. 'A minha decisão não é solitária, mas coletiva. Minha candidatura não me pertence, mas a 15 partidos. Eu não vejo argumento nem razão para sair da disputa. Tenho todas as condições de me reeleger. A sua própria pesquisa hoje no blog mostra o meu crescimento', desabafou.

Magno Martins atualizou com a nota abaixo, às 20:28
O enviado especial da executiva nacional, Paulo Frateschi, acaba de deixar o diretório municipal do PT, em Santo Amaro, debaixo de vaias e insultos por parte da militância do prefeito João da costa. Gritando palavras de ordem como “abaixo o tapetão, o prefeito é João da Costa”, mais de 300 militantes estão na frente da sede petista à espera de um pronunciamento do prefeito. João da Costa está reunido, neste momento, com aliados em local não divulgado pela sua Assessoria. É tenso o clima na sede do partido.

NOSSA TINTA
O Meu Araripe não tem responsabilidade pelas notícias desencontradas de lá nem de cá. No caso da capital, estou seguindo os passos dos blogueiros de lá, que estão bem perto do circo. Aqui, só vejo as raposas passando com o pelo assanhado. As 'galinhas' e os 'galos' correm e cantam alto, temerosos. Tá uma festa. O eleitor já está chamando raposa de cachorro. Deve ser porque se parecem. Com os políticos o eleitor está dizendo coisa pior.

Fala, Evilásio!

O vereador Evilásio Matheus ficou famoso ao ser citado pela voz das ruas como candidato a vice numa provável chapa encabeçada por Bringel pai ou Bringel filho. Ainda não se pronunciou. Poderá fazê-lo, para não deixar Dr. Raimundo muito preocupado. O certo é que os eleitores ligados a Lula estão começando a buscar novos candidatos a vereador depois de tanta especulação. Evilásio ainda não se deu conta disso, mas Boba já acionou o alarme para que lulistas convictos mudem de opção para a vereança.
Por falar em Dr. Raimundo, ele pode está vendo nas especulações sobre Bringel uma desocupação da vaga de deputado estadual no grupo de Alexandre Arraes. Ou não. O fato é que a (possível) movimentação de Bringel para ocupar espaço na oposição tira do deputado o espaço que desejava ocupar. Está provado que Araripina não abre pista para terceira via. Mas isto não implica dizer que Pimentel retornará ao grupo de Alexandre.
Sobre a postura de Evilásio, só ele mesmo pode falar.

Sem vice

O Meu Araripe não é candidato a prefeito para receber pressão e indicar vice. Não forcem a porta que 'eu não cedo'.  Aqui não tem furo nem solda a jato. "Passando, abacaxi!". Quem escolhe o vice é o candidato a prefeito. Ele sabe quem pode perder e quem pode achar. Sabe quem soma sem subtrair e quem subtrai sem somar, ou nada disso, muito antes ao contrário. Como o prefeito não fala sobre o assunto e eu não me chamo Alexandre Arraes, não especulo.
Por questão de prudência, nem pergunto quem deixa grupo se fulano ou beltrano for indicado. Só acho que o grupo está muito grande para poucos cargos. Alguém deve cair fora mesmo para virar oposição. Alguém precisa sentir o gosto de ser oposição, pois com esse gosto eu estou acostumado.  Por vocação.  Até quando sou governo me acostumo com chá de cadeira. Questão de estilo, humildade e compreensão.

Cheque-caução em hospital agora é crime.

Luiza Xavier, O Globo
A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que proíbe e pune com pena de prisão a exigência de cheque-caução para atendimento emergencial em hospitais do país.
A nova regra, que altera o Código Penal, foi publicada terça-feira no Diário Oficial da União e já entrou em vigor. A lei prevê detenção de três meses a um ano e multa para quem exigir cheque-caução, assinatura de nota promissória ou qualquer garantia assim como o preenchimento de formulários administrativos, como condição para prestar atendimento médico-hospitalar de emergência.
A pena triplica para até três anos de prisão, caso a negativa de atendimento resultar na morte do paciente. Se tal prática causar lesão de natureza grave, a pena dobra para até dois anos de cadeia. Os hospitais ficam obrigados a afixar, em local visível, cartaz ou equivalente com a seguinte mensagem:
“Constitui crime a exigência de cheque-caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial, nos termos do art. 135-A do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal.”
Leia mais em Cheque-caução em hospital agora é crime

Cantou e perdeu o emprego

Nunca antes na História deste país um funcionário do Palácio do Planalto foi demitido por assédio sexual. Aconteceu na gestão da presidente Dilma.

PT aplica golpe e Humberto Costa será o candidato a prefeito de Recife.

A turma de Zé Dirceu, radicada em São Paulo,  conseguiu o que queria na capital pernambucana. Exigiu e conseguiu tirar João da Costa do meio do caminho e emplacou Humberto Costa em seu lugar. De quebra, mandará o ex-pefelê Joaquim Francisco para o senado.
Sem mover uma palha, Eduardo Campos conseguiu arrancar cobra com a mão alheia, ao enterrar os dois Joões de Recife, o criador e a criatura, tudo de uma só vez. Agora é com o eleitor, que terá a chance de anular o golpe elegendo um candidato de oposição, que poderá ser Raul Henry ou Mendonça Filho. Com João da Costa no páreo, ou com Rands, a prefeitura certamente cairia no colo da oposição, cujos candidatos somavam o dobro dos governistas nas pesquisas recentes. Agora, o páreo será duro e o recifense poderá dar demonstrações de que não aceitra golpe.
A campanha será acirrada e Humberto Costa, além de ter que se explicar pelo caso de corrupção no Ministério da Saúde, terá também que abordar o golpe para ser candidato no tapetão. Ainda é dúvida como se comportará o eleitor de João Paulo e de João da Costa. Provavelmente migrarão para Raul Henry, com quem se identificam mais.

Cabral escapou. Por enquanto.

A CPI acaba de convocar os governadores de Goiás e do Distrito Federal para prestarem depoimento.Cabral escapa, por enquanto, já que a quebra do sigilo da Delta vai fazer a casa cair pra cima do governador do Rio.

Chavez defende Lula e lfaz crise atravessar fronteira Brasil-Venezuela.

Vejam a nota oficial da Embaixada da Venezuela do Chávez...
“Nota oficial Embaixada da República Bolivariana da Venezuela

As declarações do ministro do STF Gilmar Mendes ao jornal O Globo, se de fato ocorreram, constituem uma afronta à população venezuelana, e demonstram profunda ignorância sobre a realidade de nosso país.

Nossa Constituição, elaborada pela Assembleia Constituinte e referendada pelas urnas, determina a separação de poderes, estabelece direitos de cidadania e configura os instrumentos judiciais cabíveis, ou seja, o presidente da Venezuela não manda prender cidadão algum, independentemente do cargo que ocupe.

Recorrer à desinformação para envolver a Venezuela em debates que dizem respeito apenas aos brasileiros é uma atitude indecorosa - ainda mais partindo de um ministro da mais alta corte da nação irmã - e não reflete a parceria histórica entre Brasil e Venezuela.

Maximilien Arveláiz, embaixador da República Bolivariana da Venezuela no Brasil”

Medo de mensaleiro

Apesar de publicamente vestir a camisa de Rui Falcão para defender Lula nesse rolo com o STF, uma parcela considerável de petistas no Congresso reconhecia ontem a “trapalhada” de Lula ao tentar pressionar Gilmar Mendes e outros ministros a adiarem o julgamento do Mensalão. Um dos mensaleiros à espera de julgamento, João Paulo Cunha dizia “estar confuso” sobre o que pensar em relação a Lula e a Gilmar: – Acho que o Lula não seria inocente de chegar cobrando declaradamente alguma coisa, mas o ministro Gilmar Mendes é um ministro preparado. Eu diria até que o mais preparado do Supremo. Na avaliação de Cunha, Mendes não teria motivos para inventar um encontro tão escabroso como o ocorrido no escritório de Nelson Jobim. Para Cunha, ao tentar ajudar, Lula acabou contribuindo para jogar ainda mais luz sobre o Mensalão e ajudou a incendiar os ânimos dos ministros do STF às vésperas do julgamento. (Radar On Line)

Lula Sampaio: o desfecho sem ação da câmara

Estamos bem próximos de conhecer o desfecho do processo de afastamento do prefeito de Araripina Lula Sampaio. A justiça o afastou liminarmente por seis meses e este prazo se encerra em 10 de junho.
A câmara de vereadores teve acesso às provas mas não ouviu uma única pessoa citada nos autos, sinal de que não terá tempo daqui para a frente de caminhar com qualquer CPI. Ou seja: Se depender da câmara, Lula volta. O que a população pensa a respeito, como julga os vereadores? Isso é tema para ser avaliado por pesquisas. O editor só viu dados genéricos, que embora significativos, não são conclusivos.

CONTUDO, a justiça pediu um prazo muito dilatado, o maior que a lei prever, sinal de que não afastou para brincar de tomar mandato e favorecer interinos. A justiça e o Ministério Público foram fundo nas investigações e o que se espalhou pela imprensa, através de parte das investigações iniciais, justifica o afastamento definitivo. Pensando friamente, nenhuma pessoa que tem por finalidade manter a ordem e fazer justiça tomaria medida extrema e afastaria um gestor por meio ano para ao fim do prazo chegar a este e pedir desculpas pelo erro cometido. Isto é improvavel. Se fosse para acontecer um retorno de Lula Sampaio por falta de provas, o juiz o teria chamado antes, pedido desculpas e assumido que errou ao afastá-lo, comunicando à sociedade que nada de errado ou grave encontrou nas investigações.

Por isso, aos que abordam o editor, a minha opinião é esta. Não creio no retorno de Lula Sampaio, independente de juízo de valor. Sou obrigado a informar que não me baseio em fontes seguras, nem tampouco nos boatos mais variados. Não estou aqui afirmando, como as 'esquinas', que até o final da semana ou início da próxima haverá sentença final. Não tenho nenhuma informação neste sentido. Apenas os prazos estipulados pela justiça e o encaminhamento das coisas nos levam a concluir dessa forma. O processo corre em segredo de justiça. Somente o juiz e as partes podem ou devem saber detalhes. Mas um detalhe é evidente: a turma de Lula anda muito desanimada. Concordam?
Daqui para a frente é com a justiça. Poderia ser também com a câmara, mas não é e nem passará a ser, por motivos alheios ao nosso conhecimento. A interpretação é livre e só os vereadores podem expor suas razões. Não vou aqui jogar mais querosene na fogueira, pois ela já é muito alta nas ruas. Os candidatos novatos estão se aproveitando desse episódio para desclassificar os atuais vereadores e isto não é função nossa.

Araripina

A situação em Araripina é parecida com a de Recife, com um detalhe: Os que tentam tirar do prefeito Alexandre as condições para disputar não contam com um ex-presidente Lula para intervir. Aqui é o ontrário: Quem tem força junto a Eduardo Campos é o prefeito. Os motivos do enfrentamento que acontece na surdina também são outros.
Mas a guerra no escuro é tremendamente feroz.

Ainda o angu de Recife,segundo Magno Martins. Inaldo Sampaio voltou a afirmar que o prefeito resiste.

     Afastado com ou sem intervenção
Enfim, o PT conseguiu apunhalar João da Costa. Numa intervenção arquitetada pelo ex-presidente Lula, a pedido do governador Eduardo Campos (PSB), o prefeito abre mão da prévia de domingo, que disputaria com Maurício Rands, que também renunciará em nome da unidade da Frente Popular, agora reconstruída em torno do nome do senador Humberto Costa.
Chamados a São Paulo pela cúpula nacional do PT, João e Rands ficaram frente a frente com o presidente do partido, Rui Falcão, que intermediou o fim do impasse atendendo orientação de Lula. A articulação paulista teve a preocupação de conduzir as negociações com os dois candidatos de forma amena, buscando evitar uma intervenção brusca e oficial no diretório municipal do PT no Recife.
Sabendo que sairia de um jeito ou de outro, na medida em que se resistisse não teria a legenda para ir à disputa, João da Costa cedeu a contragosto. Mas continua negando por uma questão de estratégia.
Por ele, iria para a desforra com Rands, domingo que vem, mas o processo saiu do seu controle. Resumo da ópera: o prefeito teve o seu direito de tentar um novo mandato cassado pelo seu próprio partido. Reconheceu perante Rui Falcão e insiste em não confirmar em público.
FLECHADO- O prefeito João da Costa cuidou de tranquilizar seus aliados, ontem, após o meu blog noticiar em primeira mão que não haveria mais a prévia de domingo e que o candidato seria o senador Humberto Costa. Não poderia agir diferente, até porque esvaziaria a coletiva que deve dar para confirmar sua saída do páreo. João resistiu como um Davi frente a Golias até enquanto pode. Na condição de índio foi alvejadopelos caciques.
Lei da mordaça - Os caciques do PT no Estado atenderam, ao pé da letra, a orientação da executiva nacional de administrar o silêncio em relação à intervenção branca que o comando paulista fez na capital. Após o blog furar o resultado do encontro, todos desligaram os telefones, do presidente estadual da legenda ao ex-prefeito João Paulo.

Pertinho do Cabral

A aprovação do requerimento de quebra de sigilo da empresa Delta Construções provocou uma crise entre o PT e o PMDB na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira e ameaça a parceria entre os dois partidos na comissão. O atrito deixa a CPI sem unidade política na base. Nessas primeiras horas após a aprovação do requerimento na tarde desta terça-feira, 29, deputados do PMDB acusam os senadores do PT de romperem o acordo de evitar a quebra de sigilo da Delta.

O único voto contra o requerimento de quebra de sigilo foi do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). Ele justificou a posição afirmando que mantinha a coerência. Há duas semanas, Vaccarezza foi flagrado mandando um torpedo de seu celular, durante a reunião da CPI, para o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). Na mensagem, o petista mostrava que o governador seria protegido na comissão.

Fontes parlamentares consideram que a quebra do sigilo da empreiteira atingirá, inevitavelmente, o governador Cabral, que mantém estreitas ligações com o sócio da Delta Fernando Cavendish. A empresa tem negócios com o governo do Rio de Janeiro.(Do Estadão)

Aquilo no ventilador

Um procurador regional da República no Rio Grande do Sul encaminhou ao Ministério Público Federal em Goiás representação pedindo investigação sobre a origem do dinheiro pago pelo empresário Carlinhos Cachoeira ao seu advogado, o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos. Segundo o procurador Manoel Pastana, pode ter havido lavagem ou receptação culposa de dinheiro obtido por meio de crime. Ele cita reportagens que afirmam que Thomaz Bastos receberá R$ 15 milhões pela defesa de Cachoeira. De acordo com o procurador, Cachoeira está com bens bloqueados e não tem renda para justificar os pagamentos. O ex-ministro, por meio de nota, disse repudiar as "ilações" do procurador e que o questionamento é "um retrocesso autoritário" e uma "tentativa de intimidação".(Folha de São Paulo)

João da Costa resiste

Começo a achar que o prefeito de Recide, João da Costa, cortou muitos peitos e boquinhas dos figurões do PT estadual e nacional, e por isso é impiedosamente perseguido.
Apesar do enquadramento da cúpula nacional, envolvendo o próprio ex-presidente Lula, João da Costa resiste e não desistirá da prévia.
A turma que está tentando golpear o prefeito da capital já foi chamada de canalha pelo time da prefeitura, Daí pra lá é o que se fala em Brasília.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Teve golpe do PT nacional em Recife e Magno Martins confiou acertadamente em sua fonte.

Do blog de Inaldo Sampaio, que estava em silêncio sobre o golpe aplicado pelo PT nacional em Recife.

PT dá 24 horas de prazo a João da Costa e Maurício Rands para indicarem um terceiro nome

 

1- O presidente nacional do PT, Rui Falcão, comunicou hoje ao prefeito João da Costa e ao deputado Maurício Rands, em São Paulo, na sede do partido, que ambos estão perdendo as condições políticas para ser o candidato do partido e da Frente Popular à prefeitura do Recife.
2- Falcão teria dado um prazo de 24 horas a ambos, que vai se encerrar nesta quarta-feira, às 18h, para que, de comum acordo, indiquem um terceiro candidato que possa ser apoiado pelos dois.
3- Ele disse que a disputa política no partido está muito radicalizada e que talvez não convenha mais, a esta altura do processo, marchar com um ou com outro.
4- Em razão disso, as prévias que estão marcadas para o próximo domingo, dia 3, poderão não acontecer.
5- O nome preferido pela executiva nacional é o do senador Humberto Costa, que não tem o apoio de João da Costa por ser aliado de Rands.
6- Já Rands, que foi convocado pela corrente do senador, abriria mão da candidatura em favor dele sem nenhum tipo de dificuldade.
7- João da Costa já está voltando para o Recife e assim que chegar à capital pernambucana vai avaliar as ponderações feitas por Rui Falcão junto com o seu grupo político.
8- Sua disposição é resistir, mas cumprirá a orientação dos seus aliados, qualquer que seja ela.
9- Caso até as 18h desta quarta-feira o prefeito não tenha se entendido com Rands pela indicação de um terceiro nome, a executiva do partido poderá tomar uma DECISÃO EXTREMA.
10- Esta decisão, que está prevista no Estatuto do PT, é avocar para si a responsabilidade de indicar o candidato. Que seria Humberto Costa.
11- Esta hipótese é admitida em municípios com mais de 200 mil habitantes. Ou seja, a executiva pode decretar a retirada das duas pré-candidaturas e indicar um terceiro candidato.

DO MEU ARARIPE
Agora já sabemos: O PT combate a ditadura dos outros mas pratica a sua sem nenhum constrangimento e à luz do dia. Recife, logo Recife, está sendo palco desse assombroso e vergonhoso golpe. 

Receba!

Magno Martins falhou feio ao acreditar em fonte que garantiu o fim das prévias e a desistência de João da Costa e Maurício Rands em favor de Humberto Costa.

O blog de Margno Martins noticiou que João da Costa chorou em São Paulo mas acatou a imposição de Lula, que quer ver Humberto Costa disputando a prefeitura. O blog de Jamildo Melo divulgou uma nota do prefeito negando a desistência. Quem falhou?


O prefeito João da Costa desmentiu as especulações de que teria desistido de disputar a prévia de domingo (20) em nota enviada à imprensa na tarde desta terça-feira (29).
De São Paulo, onde teve uma reunião com o presidente nacional do PT pela manhã, ele ligou para todos os coordenadores da campanha e confirmou a agenda marcada para esta noite com a militância.
O prefeito chega no Recife às 19h e participa de duas reuniões, uma na 1ª Zona e outra na 2º Zona.
"Até sábado, a agenda será intensa. Não alteramos nenhum compromisso e ainda vamos incorporar novos encontros", garantiu o gestor.
No início da tarde notícias não oficiais afirmavam que o prefeito teria sido convencido a desistir de disputar a eleição interna, assim como o deputado federal Maurício Rands. O candidato petista para o pleito de outubro seria o senador Humberto Costa.
Na última segunda-feira (28), na gravação do programa Ponto Final, da TV Jornal, que vai ao ar hoje, João da Costa também comenta que não tem possibilidade de desistir.

A acessoria de Maurício Rands também confirmou que mantém a agenda para a noite desta terça-feira, com reuniões com militantes em três zonais, uma a mais que o prefeito.

Leia a informação dada por Magno Martins:
EXCLUSIVO
O que motivou o cancelamento da prévia de domingo, no Recife, e a intervenção de Lula junto ao governador Eduardo Campos (PSB), para indicar o senador Humberto Costa como nome alternativo a João da Costa e Rands, que saem do páreo, foi a judicialização da eleição prévia do segundo turno. João da Costa e Rands estavam caminhando para uma briga muito mais acirrada na Justiça e nas urnas do que se possa imaginar. O blog apurou que Rands, amigo de Humberto, foi o primeiro a abdicar da candidatura. Já o prefeito João da Costa resistiu até o último minuto, cedendo depois da intervenção de Lula e Eduardo no processo.

Cerco se fecha aos corruptos e a seus protetores nas câmaras de vereadores.











Fenelon: Câmaras Municipais podem não estar cumprindo as suas funções

Rivânia Queiroz
O procurador-geral do Estado, Aguinaldo Fenelon, informou há pouco que mais prefeitos pernambucanos podem ser afastados do cargo por improbidade administrativa, até o final do ano. A lista deve crescer em virtude de manobras políticas que foram identificadas através de um relatório elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).
O documento constatou que, nos últimos 15 anos, deixaram de ser julgadas pelos legislativos municipais 181 prestações de contas de prefeitos, cuja recomendação era pela rejeição. Em Pernambuco, os gestores dos municípios de Araçoiaba, Araripina e Maraial já tiveram seus mandatos cassados e foram afastados por improbidade.
O Ministério Público de Pernambuco expediu ontem uma recomendação aos promotores de justiça para que as Câmaras Municipais julguem, num prazo de 60 dias, as contas de todos os prefeitos que tiveram suas despesas rejeitadas pelo TCE.
O procurador adiantou que vai acompanhar de perto todos os casos e vai esperar dos legislativos municipais que justifiquem as razões pelas quais aprovaram contas consideradas irregulares. “Isso é uma falta de respeito à sociedade e a lei. O que queremos é que essas despesas sejam apreciadas dentro do parecer do Tribunal e não a partir de uma visão política”, declarou.
Aguinaldo Fenelon ainda explicou que se for entendido que as Câmaras Municipais estão criando dificuldades para a Justiça, bem como artifícios para suspender a fiscalização, por terem um entendimento apenas político, elas serão rigorosamente punidas. “Cabe, inclusive, uma anulação da aprovação das contas pelas Câmaras. Nesse caso, o representante do legislativo poderá responder por improbidade”, avisou.
A União dos Vereadores de Pernambuco também será acionada para que ajude no sentido de orientar os seus vereadores a não passar por cima das recomendações dos órgãos fiscalizadores.
Lista – Pelo menos 54 municípios estão com contas abertas. Sendo dez delas com mais de três prestações pendentes. Segundo Fenelon, há contas de 1994 que ainda não foram apreciadas. “Eles não podem deixar uma conta de 1994 parada. É preciso saber se essas Câmaras estão de fato cumprindo suas funções”, advertiu o representante do Ministério Público, em entrevista à Rádio Folha.

Lula cai na armadilha montada pelo próprio PT.

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, informou nesta terça (29), por meio da assessoria do órgão, que não é da competência dele analisar o pedido da oposição para que investigue a suposta pressão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, com o objetivo de adiar o julgamento do mensalão pelo STF.

A assessoria da PGR informou que, como Lula não possui mais foro privilegiado, o procurador-geral da República irá encaminhar o requerimento dos partidos de oposição para a primeira instância. Se Lula ainda fosse presidente, e, portanto, tivesse prerrogativa de foro, o procurador-geral teria a incumbência de analisar o caso. De acordo com a assessoria da PGR, o dispositivo deverá ser enviado para o procurador-geral do Distrito Federal, Rogério Leite Chaves, na medida em que o suposto ilícito teria ocorrido em sua jurisdição.

Ainda que Mendes tenha direito ao foro privilegiado por ser ministro da Suprema Corte, a prerrogativa não se aplicaria ao caso, explicou a PGR, em razão de o alvo da requisição ter sido Lula. O documento endereçado a Gurgel por parlamentares de PSDB, DEM, PPS e PSOL tem como alvo somente o ex-presidente. Os partidos oposicionistas argumentam que Lula teria cometido tráfico de influência, corrupção ativa e coação. (G1)

Guerra virtual: PT chama militância para defender Lula

O presidente do PT, Rui Falcão, conclamou a militância do partido a "ficar atenta" e associou o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), a uma suposta manobra para desmoralizar a sigla e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em vídeo gravado nesta terça-feira, Falcão disse que a versão de Mendes sobre a conversa com Lula em abril "já foi desmentida" e pediu que os petistas se empenhem para "desbaratar" seu relato.Leia mais aqui.

Será verdade?

A reconciliação, agora 'oficial', entre o governador Eduardo Campos e o senador Jarbas Vasconcelos já tem data e lugar marcados: sexta-feira, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, antecedida por almoço entre os dois, provavelmente no próprio palácio. Esta é a informação que circulou ontem, nos meios políticos, dando como aceito, pelo senador, o convite do governador para tomar parte na cerimônia de posse dos membros da Comissão da Verdade-PE, sexta-feira. Acompanhando o reatamento entre Jarbas e Eduardo estará o deputado federal e jarbista histórico Raul Henry (PMDB), igualmente convidado.
Agora o Meu Araripe
Quem cuida da agenda de Jarbas ainda não programou o dia sexta-feira. Portanto, o dia está livre para o senador decidir. 'Mas não há motivos para não ir', resumiu a nossa fonte.

O que deu em Inaldo Sampaio?

As palavras abaixo são de Inaldo Sampaio, batendo disfarçadamente no Lulinha do Nordeste

'O último grande acerto político do ex-presidente Lula foi a eleição de Dilma Rousseff para presidente da República. A um ano do término do seu mandato, ele farejou que o Brasil estava maduro para eleger uma mulher e pinçou como candidata uma ex-vítima do regime militar, que passara três anos numa penitenciária do Rio de Janeiro por sua militância política de esquerda. Dilma derrotou Serra no 2º turno, com 56% dos votos válidos. E isso fez Lula imaginar-se como um “semideus”.
A partir daí, porém, o ex-presidente começou a errar. Ele tirou Marta Suplicy da disputa eleitoral pela prefeitura de São Paulo, mesmo ela estando em 1º em todas as pesquisas, para colocar Fernando Haddad, que ainda pode crescer  no curso da campanha, evidentemente. Mas permanece atrás de Serra, Celso Russomano, Netinho de Paula, Gabriel Chalita e Soninha Francine. Além disso, Haddad é daquele tipo de político que gostaria de ser prefeito mas não gostaria de ser candidato.
No entanto, o maior de todos os seus erros foi o que foi citado pela Veja neste final de semana: o encontro com o ministro Gilmar Mendes a fim de apresentar-lhe uma proposta não republicana: você vota no STF pelo adiamento do julgamento do “mensalão” e eu salvo a sua pele na CPI do Cachoeira. Isso demonstra o seu primarismo sobre a importância das instituições num regime democrático e se estivesse no poder, como disse o ministro Celso de Mello, seria caso de “impeachment”.

Aqui para nós, Lula deve está caducando. Deve ser efeito da quimioterapia. A foto que Maurício Rands tirou com ele parece coisa de homem que não se guia. Só isso explica. Eu, aqui  neste blog, peguei muito pesado em 'Lulinha' quando ele era forte e era bom de saúde e armava os mensalinhos e mensalões da vida. Agora estou meio sem jeito. Por isso estranho muito Inaldo Sampaio fazer uma coisa dessas. Todo dia entro nos grandes jornais do eixo Sul-Sudeste e leio as pedradas que ele leva a mando da turma de Dilma, que quer ver seu fim. Além de moribundo, a turma de Dilma quer tranformar Lula num corrupto amalucado. Está conseguindo. Vai terminar sobrando para ele toda culpa pelo mensalão.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Casas

Amanhã, terça, na quadra da AEDA, o prefeito Alexandre Arraes vai fazer a alegria de 500 famílias, sorteando casas populares. Como o editor foi convidado para prestigiar o evento, estará por lá vendo gente esfregar as mãos esperando o nome aparecer entre os sorteados.

TIRANDO ONDA
Todo mundo que entrou aqui sem informação anterior passou a saber desse evento. O editor não recebeu um centavo por isso, mas a coluna dos 'desinformados' vai diminuir bastante na próxima pesquisa.
Estou dizendo isso apenas porque sei quantas pessoas entram aqui por dia. E sei qual o percentual de pessoas que desconhece as ações da prefeitura, reflexo direto do uso inadequado das ferramentas disponíveis (gratuitas) e das contratadas também.
Aí você deve perguntar: "E daí?".
E eu respondo: E daí, que a turma que deveria socializar a informação está mais preocupada em forçar a ida do leitor e dos editores para blogs chapa-branca. Você vai? Empatamos.
A turma que fica enferecida com essas verdades não deve ficar acanhada. Pode abrir as baterias. Aqui o jogo é aberto. Gostei do jeito que a turma do PT lava roupa suja lá em Recife. Vou fazer aqui.
O leitor e o leitor-militante deve tomar ciência de tudo. Aqui eu não boicoto informação que favorece o prefeito. Apenas não sou obrigado, nem moralmente, nem por contrato, a gastar gasolina e tempo atrás de informação e imagem. Existe um e-mail e a área de comentários. Quem ganha para difundir as informações da prefeitura que o faça. Então, quem me manda desaforos (na área de comentários) acusando o blog de boicotar o prefeito fique desde já sabendo: O que acontece é 'briga' por 'furo'. Ou seja: quem deveria socializar a informação está preocupado em guardar para informar primeiro. Como você entra aqui e não em outro lugar, fica sem se informar. Entendido?
Que fique claro: Gosto de informar o que é bom para Araripina, o que é conquista de todos nós. Não faço contrato nem aceito ganhar para informar, para não gerar vínculo, e por isso não tenho compromisso de buscar a informação. Mas se ela chega assinada por quem de direito e deviamente acompanhada das imagens, certamente encontrarei espaço para narrar do meu jeito e deixar o leitor do blog informado sobre o tema. Mas duvido que isso vá mudar - os motivos eu deixo pra lá.
Espero que de agora em diante os leitores 'desaforados' não entupam mais a caixa de mensagens com queixas sem fundamento. Queiram dirigir a cobrança para outro lugar.

Filtro instalado

Depois de passar doze dias em Recife, me reciclando e fazendo outras coisas (que são somente da conta daquela que manda aqui em casa), voltei a Araripina mais perdido do que cachorro que cai de caminhão de mudança - quando o tema é política local. Já estava quase 'especializado' em política de Recife. Lá a pancadaria é de corpo aberto e ninguém esconde o jogo, sendo fácil decifrar o jogo jogado.

Tirei duas conclusões: Grande parte dos políticos de Araripina fala a verdade quando está dormindo;
O resto fala a verdade de olho aberto mas ninguém quer ouvir nem propagar.
Por isto, prevalecem mais as mentiras contadas no atacado.

O meu filtro já foi devidamente instalado e testado. Já sei onde pisar novamente. Ouvi muito. Mas, por zelo às fontes, vou guardando e soltando aos pouquinhos. Já tem coisa perdida aí por baixo, tudo solto, para não comprometer quem informa.

POR EXEMPLO...
Já tinha gente vibrando, achando que conseguiu prejudicar a cidade de Araripina mais uma vez, ao tentar implantar o caos na política local. Sabiam estes que o governador só 'anda e libera' onde as coisas estão resolvidas politicamente. Mas, pelo visto, Araripina é caso à parte. O governador virá e deverá liberar.
Continuo sem tempo para vasculhar minhas postagens mais antigas. Ainda vou encontrar uma  que fala de político 'besta' levando político 'sabido' a se atirar. Começo a achar que tinha mais gente envolvida nessa engenharia política. Pelo visto, os mais experientes detectaram que não há mesmo tanto espaço no ex-frentão e decidiram forçar um 'aborto'. Quem terá se oferecido para encarnar o papel de 'natimorto'?

DIGITAIS EM TODAS AS PAREDES
Araripina virou um big brother. Tomei conhecimento de um político que procurou quatro correntes diferentes levando a mesma proposta num intervalo mínimo de uma semana. Detalhe: todos os que ouviram a proposta conversaram entre si e deram boas risadas. O editor estava na capital e não teve o direito de se divertir. Assim é covardia.

As famosas 'pegadas' de Gilmar Mendes na Alemanha, que Lula usou para exigir 'engavetamento' do caso do Mensalão.

"Eu vou a Berlim como você vai a São Bernardo do Campo..." - Gilmar Mendes para Lula.
Entre os dias 13 a 18/11/2008, o Presidente do STF realizou visita às cidades de Heidelberg, Berlim e Münster, na Alemanha. Na sexta-feira (14), em Heidelberg, o Presidente Gilmar Mendes participou da Reunião anual da Associação Luso-alemã de Juristas e falou sobre o tema: “Indivíduo e Sistema Legal”, na Faculdade de Direito da Universidade de Heidelberg. À tarde, participou da condecoração do professor Erik Jayme com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, comenda atribuída pelo Brasil a personalidades estrangeiras, em Kaminzimmer der Bel Etage, na Alten Universität.

No sábado (15), ainda em Heidelberg, o ministro Gilmar Mendes participou da Reunião anual da Associação Luso-alemã de Juristas. Na segunda-feira (17), em Berlim, proferiu a palestra “Desenvolvimento da Jurisdição Constitucional no Brasil, no curso “Estudo de Direito em Língua Estrangeira - Direito Brasileiro” na Universidade de Humboldt. Por fim, na terça-feira (18), em Münster, proferiu, na Faculdade de Direito – Universidade Wilhelms, a palestra “Jurisdição constitucional no Brasil e seu significado para liberdade e igualdade”, na abertura do Fórum Jurídico “Igualdade e Liberdade no Direito”.

(Fonte: STF) 

O Excelentíssimo Sr. Doutor Gilmar Mendes, em 1989, concluiu o seu mestrado na Alemanha, na Universidade de Münster, sob a orientação do Professor Hans-Uwe Erichsen. Em 1990 concluiu doutorado nessa mesma universidade, ainda sob a orientação do professor Hans-Uwe Erichsen.

Jobim, mesmo grandalhão, corre da parada.

O ex-ministro Nelson Jobim se recusou nesta segunda-feira (28) a comentar o encontro do ex-presidente Lula com o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, ocorrido em seu escritório no início de abril. Ao deixar reunião no Senado hoje, onde discutiu mudanças no pacto federativo com juristas, Jobim disse que não tem nada a declarar sobre o episódio. "Já dei todas as declarações sobre isso. Eu não vou mais falar sobre esse assunto. Está tudo encerrado." Diante da insistência de jornalistas, Jobim disse: "desistam". Leia mais aqui.

A ação de Valmir Filho e Ryan Lacerda no campo social impressiona prefeito

O Prefeito Alexandre Arraes (PSB) esteve na manhã do ultimo sábado (26/05) visitando a “Caravana da Saúde”, ação filantrópica promovida pela Uniclinic do Araripe, e idealizada pelos médicos Valmir Filho e Ryan Lacerda.

Durante todo o sábado a Caravana esteve na Praça da Igreja Matriz realizando exames de próstata PSA (Antígeno prostático específico). Foram realizados quase 1400 exames nos homens que terão o diagnostico entregue em 15 dias, caso seja constatada alteração nos níveis, a Uniclinic do Araripe fará a biopsia de próstata para comprovar os resultados.

De acordo com o médico Valmir Filho essa ação vai acompanhar o paciente do começo ao fim do tratamento. “Vamos dar toda assistência à nossa população carente desde o exame até uma eventual cirurgia. Muitos aqui não podem pagar e faz parte da ação social do médico realizar estas ações de forma gratuita”, destacou o médico.


prefeito Alexandre Arraes realizando o exame, observado pela primeira dama  Roberta Bertino, Dr. Valmir Filho e Dr. José Gomes

O prefeito Alexandre Arraes aproveitou para fazer seu exame e parabenizar a atitude do médico Valmir Filho. “Temos que valorizar atitudes como esta que ajudam a nossa população carente e complementa o serviço de saúde do município”, destacou Alexandre Arraes.

Jorge Posseti

CPI do Cachoeira pode virar CPI da Foz do Iguaçu de tão ampla. Até Lula poderá ir no rolo.

Vejam o que diz o Blog do Noblat:

Pegaria mal para um ex-presidente da estatura dele descer do trono para chamar um ministro do Supremo de mentiroso? Poderia ser mais bem educado:
- O ministro Gilmar Mendes faltou com a verdade.
Nem isso Lula parece disposto a dizer...
Andaram filmando o ex-ministro José Dirceu no apartamento de hotel em Brasília onde despachava com meia Repúbica.
Quem garante que o encontro Lula-Gilmar-Jobim não possa ter deixado vestígios?

Leia a íntegra no Blog do Noblat

Alexandre Arraes deve pedir que Raimundo Pimentel entregue a presidência do PSB

Ainda não está certo que o deputado Raimundo Pimentel terá o controle do PSL, hoje presidido por Idelfonso do Mel. Certo é, entretanto, que ele deverá entregar a presidência municipal do PSB, para que o prefeito Alexandre Arraes defina quem assumirá o cargo. Até porque não seria atitude elegante do deputado esperar que o prefeito peça o cargo publicamente, vez que Pimentel é do partido mas não engrossará fileiras nas eleições municipais.
Pelo andar da carruagem, o deputado está determinado a ocupar o lugar de líder de oposição no município, provavelmente de olho em parte do eleitorado fiel a Lula Sampaio, que não deve ser candidato e pode até mesmo apoiar Alexandre Arraes.

Evilásio Mateus, por seu lado, já anda pelos sítios pedindo voto para Dra.Socorro. Contam  fontes deste blog que o vereador afirmou em determinada comunidade que Lula Sampaio também apoiaria a médica. Um eleitor de Boba e Lula teria ficado aborrecido com a informação e foi tomar satisfações diretamente com Boba, de quem teria ouvido o seguinte: "Se Lula não for candidato, eu apoiarei Alexandre e em Dra. Socorro não voto em nenhuma circunstância". O blog também ouvi de outras fontes que a ex primeira-dama Irenilde Batista, seus filhos, principalmente Camila Sampaio e o esposo Venilton Carlos não aceitam sequer ouvir o nome da médica em qualquer conversa. Aconferir esta informação também.


QUEM MANDA NO PDT?
 A mesma fonte confidenciou ao blog que o comando municipal do PDT não será entregue a Evilásio e sim a quem Boba Sampaio decidir, depois de 29 de maio. Hoje, a presidência está com a esposa de Lula, Dona Irenilde Batista. Isto, se vier a ocorrer, significa dizer que Evilásio confiou além do que deveria na palavra de Fernando Bezerra Filho, que o teria tranquilizado quanto ao controle da sigla no município. Acontece que Wolney Queiroz não teria nada a ganhar entregando o controle de uma sigla em Araripina a um eleitor de seu concorrente na região.
É esperar para ver. Como se percebe, além da indefinição no comando local do PSL, existe também a indefinição no comando do partido de Evilásio, o PDT.
É a eleição mais confusa da história. Nem comando partidário está sendo conhecido nesta eleição, faltando apenas 30 dias para os 'cavalos' começarem a correr oficialmente.

Universitários brasileiros 'estudando' como fazer greve

Mais três universidades federais entraram em greve nesta segunda-feira (28): a Universidade Federal da Grande Dourados (UFDG), a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e o campus Jataí da Universidade Federal Goiás. A paralisação geral teve início no dia 17 desse mês e, com a adesão dessas três universidades, o número de instituições paralisadas chegou a 52. Além das 48 universidades federais, estão em greve docentes de quatro institutos federais: Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) de Minas Gerais, o Instituto Federal de Minas Gerais (IFGM), o Instituto Federal do Piauí (IFPI) e o Instituto Federal e Tecnológico do Sudeste de Minas Gerais.
De acordo com o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), mais de 500 mil alunos estão sem aula por conta da greve. Entre as principais reivindicações estão a incorporação de gratificações, acréscimo de titulação, melhores condições de trabalho e reestruturação do plano de carreira. Os docentes também pedem aumento do piso salarial, de R$ 557,51 para R$ 2.329,35.

Reinventando a educação, por Leonardo Boff

Muniz Sodré, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, é alguém que sabe muito. Mas o singular nele é que, como poucos, pensa sobre o que sabe. Fruto de seu pensar é um livro notável que acaba de sair: Reinventando a educação: diversidade, descolonização e redes (Vozes 2012).
Nesse livro procura enfrentar os desafios colocados à pedagogia e à educação que se derivam dos vários tipos de saberes, das novas tecnologias e das transformações processadas pelo capitalismo.
Tudo isso a partir de nosso lugar social que é o Hemisfério Sul, um dia colonizado e que está passando por um instigante processo de neodescolonização e de um enfrentamento com o debilitado neoeurocentrismo hoje devastado pela crise do Euro.
Muniz Sodré analisa as várias correntes da pedagogia e da educação desde a paideia grega até o mercado mundial da educação que representa uma crassa concepção da educação utilitarista, ao transformar a escola numa empresa e numa praça de mercado a serviço da dominação mundial.
Desmascara os mecanismos de poder econômico e político que se escondem atrás de expressões que estão na boca de todos como “sociedade do conhecimento ou da informação”.
Melhor dito, o capitalismo-informacional-cognitivo constitui a nova base da acumulação do capital. Tudo virou capital: capital natural, capital humano, capital cultural, capital intelectual, capital social, capital simbólico, capital religioso...capital e mais capital.
Por detrás se oculta uma monocultura do saber, aquele maquínico, expressso pela “economia do conhecimento” a serviço do mercado.
Hoje projetou-se um tipo de educação que visa a formação de quadros que prestam “serviços simbólico-analíticos”, quadros dotados de alta capacidade de inventar, identificar problemas e de resolvê-los.
Essa educação “distribui conhecimentos da mesma forma que uma fábrica instala componentes na linha de montagem”.
Leia a íntegra em Reinventando a educação

Leonardo Boff é teólogo e filósofo

Silêncio ensurdecedor

O editor tem muita curiosidade para saber o que têm a dizer Bringel, Valmir Filho, Valdeir Batista, Raimundo Pimentel e o próprio prefeito Alexandre Arraes.
Não aqui no blog, pois aqui sou anônimo. Gostaria mesmo de entrevistar os cinco de uma só vez, sem direito sequer a sair para tomar água ou usar o banheiro, de preferência em cadeia de rádio. Só para ver se as coisas que vazam nas esquinas serão sustentadas perante os novatos e os donos de mandato e 'dos destinos alheios' dos concorrenetes.
O silêncio sobre o tema central desses cinco ilustres chega a ser 'ensurdecedor'. E olha que ainda não foi tocado no tema Chapinha x Chapão. Se tocar agora incendeia. Sobre a escolha do vice, aí é que não se fala abertamente mesmo, deixando para depois algo que pode ser resolvido logo, doa a quem doer.
Melhor que falem logo ou calem para sempre, aceitando a regra única dos partidos de ou com novatos. Deixar para última hora é acreditar na força. Se 'com' jeito já é difícil, imagine com o silêncio tendencioso e a força que poucos temem.

Se for homem abalará a República

O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que representa o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) no processo do Conselho de Ética que o investiga por quebra de decoro parlamentar, afirmou que ele está "preparado" para responder aos questionamentos dos senadores. Demóstenes presta depoimento ao Conselho de Ética na próxima terça (29). "A grande expectativa é pelo que será perguntado. Não temos como saber o que os parlamentares vão querer saber, se estará além da representação, mas ele [Demóstenes] está preparado para dar todas as respostas", disse o advogado ao G1.

As declarações no Conselho de Ética serão as primeiras explicações do senador sobre sua relação com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso pela Polícia Federal em fevereiro durante a Operação Monte Carlo. Demóstenes responde ao processo no colegiado por suspeita de ter utilizado o mandato para auxiliar os negócios de Cachoeira. Segundo Kakay, o depoimento de Demóstenes irá começar por um discurso, em que ele pretende apresentar um pouco sobre sua história parlamentar. Após o discurso, que deve durar cerca de 20 minutos, o senador se colocará à disposição para responder às perguntas dos senadores.

Demóstenes falará ao conselho depois que duas testemunhas de defesa arroladas no processo se negaram a depor. A primeira negativa veio do advogado de Goiás Ruy Cruvinel, que prestaria depoimento na última terça. Ele alegou motivos "pessoais e familiares" para não comparecer. A segunda negativa foi do bicheiro Carlinhos Cachoeira. O depoimento de Demóstenes deverá ser último no Conselho de Ética antes da elaboração do relatório final, de autoria do senador Humberto Costa (PT-PE). O parlamentar já afirmou que a previsão de votação do relatório no conselho é final de junho.

Além do depoimento no Conselho de Ética, o senador Demóstenes Torres é esperado nesta semana para prestar depoimento na CPI mista que investiga as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários. O depoimento está marcado para a próxima quinta-feira (31), mas o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro admite que o senador poderá ficar calado.
"A CPI é uma decisão jurídica. Vamos avaliar como serão as perguntas que ele terá de responder no conselho para depois saber se será necessário ele falar na CPI ou não", afirmou o advogado. Antes de Demóstenes, a CPI tem programados para quarta-feira (30) os depoimentos do ex-diretor da construtora Delta Cláudio Abreu, além de Gleyb Ferreira, José Olímpio de Queiroga e Lenine Araújo de Souza, auxiliares de Cachoeira. (Do G1)

Habemus código!

Clique aqui para conhecer a íntegra do novo código florestal brasileiro. É produto do debate e do poder de veto da presidenta Dilma.
Assim como os católicos anunciam a demorada escolha de um novo Papa com a frase "Habemus papa", devemos fazer o mesmo com o nosso código florestal. Está dito no título.
Da minha parte eu comento apenas que: "Não li e não gostei".

Participe que é importante

jose arlindo soares - divulgação
Em parceria com o Ipespe (instituto de pesquisas), o Centro Josué de Castro promoverá no Recife, nesta segunda-feira, um seminário sobre a atualidade do “Protagonismo Municipal”.
O Centro, dirigido pelo sociólogo José Arlindo Soares, vem realizando uma série de pesquisas e análises sobre a realidade dos municípios de Pernambuco e do Nordeste.
E, além disso, “ajuda na formulação de  propostas alternativas de gestão através de um  modelo de planejamento participativo e descentralizado”, diz a sua assessoria.
O objetivo desses estudos é colocar à disposição de candidatos a prefeito e a vereador uma discussão sistematizada sobre os desafios dos gestores públicos no gerenciamento das cidades.
O evento terá início às 19h no auditório do Memorial da Medicina (bairro do Derby) e terá como palestrantes o sociólogo Antonio Lavareda (A Lógica das Eleições Municipais), o professor Adriano Oliveira (Sentimentos e Demandas do Eleitor) e o professor Aquiles Magide (O Poder Legislativo Municipal: Uma análise comparativa do Brasil/ Espanha).
(Do blog de Inaldo Sampaio)

Duas broncas

Além de encontrar solução para o problema da vice, o prefeito Alexandre Arraes terá que conciliar os interesses dos candidatos novatos e dos atuais vereadores. Por onde andam, alguns vereaodes asseguram que o prefeito vai obrigar todos os nivatos a servirem de calda para os que jpa ocupam cadeira na casa legislativa.
Pelo que se ouve da parte ofendida é que será mais fácil o prefeito perder o apoio do que estes novatos se submeterem a tal capricho.
Outro fato já verificado é o episódio de figurões passarem pela casa de lideranças comprometidas com candidatos novatos oferecendo serviços de valor sem a presença do candidato do peito da pessoa visitada. Alguns estão reagindo e deixando bem claro o que poderá acontecer. Pior é quando tocam em ferida antiga  não cicatrizada adequadamente.
Parece que lealdade, macômetro e grartidão não são privilégio de todos.

Rachas em Santa Filomenta

Santa Filomena não é diferente de outros municípios da região. Lá, tanto na situação quanto na oposição a divisão impera.
Uma cunhada do ex-prefeito de Ouricuri Gilvan Coriolano, por nome de Nailma(PP), se prepara para disputar a prefeitura de Santa Filomena. O mesmo ocorre na base da atual prefeita, que encontra a resistência do ex Pedro Gildevan.
Enquanto a cunhada Nailma passou a semana na capital ajustando a pepelada e os apoios para disputar as eleições e o poder em Santa Filomena, onde se diz que ela é favorita, veja o que diz o blog de Magno Martins:

"O ex- prefeito da cidade de Ouricuri (Sertão de Pernambuco), Gilvan Coriolano (PDT), teve suas contas de 1994 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontou superfaturamento em gastos de obras públicas no valor de R$ 33.995,43. Mas, na Câmara dos Vereadores, teve vitória e foi aprovado com 7 votos a favor e 3 contra.

“Graças a Deus os vereadores reconheceram o trabalho que fiz pela cidade. Eu não merecia sair desta casa como ficha suja', disse Gilmar, que concorrerá à prefeitura de Santa Filomena, no Sertão do Estado, nessa eleição e teria sua candidatura suspensa caso não fosse aprovado".


É esperar para ver quem terá mais tutano.

domingo, 27 de maio de 2012

Instalando o filtro

Cheguei ontem à tarde em Araripina, depois de doze dias fora da base. Comecei a ouvir gente, especialmente sobre política local. Pelo que percebi, o angu está mais encroçado do que se possa imaginar.
Quase nada do que se ouve pode ser considerado a primeira intenção. Estou descartando até mesmo a suposta segunda intenção e tentando encontrar a terceira contida em cada fala.
Nunca ouvi nem presenciei nada igual. Nem mesmo em 2008. O serpentário está repleto e em pleno processo de 'picamento'.
Estou tentando ativar meu filtro para entender as coisas da política local. Sem entender, nada posto de concreto ou conclusivo. Andam mentindo muito nas esquinas. Muitos, apenas repassando ingenuamente.
Uma coisa está como antes: Uma pessoa está muito segura. Das duas uma: Ou é muito ingênua ou está vendo o jogo de todo mundo pelo espelho. Pode também ter força extra, um turbo e uma tração de reserva para acionar quando bem entender.
Vamos para frente. De qualquer modo, ouvi de um político com interesse em mandato de vereador que o mesmo continua sem entender algo: Só é chamado para ser inquirido; nunca para definir sua plataforma eleitoral. Outros, contudo, já estão entrando com cara de jogo batido, restando saber se estão sendo solidários nas suas vitórias aos seus supostos projetos majoritários.
Está perto. As conspirações em curso já ganharam até imagem de uma 'bomba' prometida.
Vamos ver se bomba é bomba ou se é apenas chuvinha na mão de um ingênuo.

Zé Dirceu e os problemas que cria para Lula

O ex-presidente Lula procurou o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes para tentar adiar o julgamento do mensalão. Em troca da ajuda, Lula ofereceu ao ministro, segundo reportagem da revista "Veja" publicada neste fim de semana, blindagem na CPI que investiga as relações do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com políticos e empresários. Mendes confirmou hoje (26) à Folha o encontro com Lula e o teor da conversa revelada pela revista, mas não quis dar detalhes. "Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula", afirmou o ministro. O encontro aconteceu em 26 de abril no escritório de Nelson Jobim, ex-ministro do governo Lula e ex-integrante do Supremo.

Lula disse ao ministro, segundo a revista, que é "inconveniente" julgar o processo agora e chegou a fazer referências a uma viagem a Berlim em que Mendes se encontrou com o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), hoje investigado por suas ligações com Cachoeira. Membro do Ministério Público, Demóstenes era na época um dos principais interlocutores do Poder Judiciário e de seus integrantes no Congresso Nacional. A assessoria de Lula disse que não iria comentar. 

Na conversa, Gilmar ficou irritado com as insinuações de Lula e disse que ele poderia "ir fundo na CPI".
De acordo com a reportagem da "Veja", o próximo passo de Lula seria procurar o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, também com o intuito de adiar o julgamento do mensalão. Em recente almoço no Palácio do Alvorada, na ocasião da instalação da Comissão da Verdade, Lula convidou Ayres Britto para tomar um vinho com ele e o amigo comum Celso Antonio Bandeira de Mello, um dos responsáveis pela indicação do atual presidente do Supremo.

À Folha Britto também confirmou o convite, mas disse que não percebeu qualquer malícia em Lula e que o encontro não ocorreu. "Estive com Lula umas quatro vezes nos últimos nove anos e ele sempre fala de Bandeirinha. Ele nunca me pediu nada e não tenho motivos para acreditar que havia malícia no convite", disse. Ele diz que a "luz amarela" só acendeu quando Gilmar Mendes contou sobre o encontro, "mas eu imediatamente apaguei, pois Lula sabe que eu não faria algo do tipo". Na última sexta-feira (25), em Salvador, Ayres Britto disse que os ministros do STF "estão vacinados contra todo tipo de pressão". "Ainda está para aparecer alguém que ponha uma faca no pescoço dos ministros do STF."(Folha Poder)

De traidor a traído, rapidinho e merecidamente.

O PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que sempre operou em Minas Gerais como linha auxiliar do PSDB do senador Aécio Neves, mudou de direção política e caminha rumo ao PT. Isto, graças à influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que plantou seu ex-ministro Walfrido Mares Guia no comando do PSB mineiro, com a missão de afastar os socialistas dos tucanos e aproximá-los dos petistas.

A operação ainda está em curso, mas já abalou as relações política e pessoal de Aécio com o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), e segundo cálculos de dirigentes do PSB estadual ameaça destruir metade das parcerias seladas na disputa municipal de 2008. Isto sem falar no distanciamento entre Aécio e Eduardo Campos, hoje vistos como dois líderes políticos popstars e presidenciáveis de campos opostos - governo e oposição -, que podem se confrontar em 2014 ou 2018.

O clima é tenso entre as duas legendas e nem mesmo uma conversa reservada e a sós entre Aécio e Campos, uma semana atrás, em Recife, foi suficiente para reverter o distanciamento que vai além das montanhas de Minas. Que o diga o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que mantém socialistas no secretariado, mas já dá por perdida a aliança eleitoral para eleger o tucano José Serra prefeito da capital paulista.

Eduardo Campos, do PSB, troca Aécio Neves, do PSDB, por Fernando Pimentel, do PT. Sem o pernambucano, sem Kassab e com o DEM pelas tabelas, Aécio pode acabar correndo da briga presidencial, buscando um novo mandato como o herói das montanhas de Minas...

Decepção. Aécio mostrou-se desanimado especialmente em razão do comportamento de Lacerda. Tucanos e socialistas lembram que o prefeito chegou a dar declarações simpáticas à reeleição da presidente Dilma Rousseff, embora Aécio, um de seus padrinhos na política, tenha anunciado que pretende disputar a Presidência.

Na quinta-feira passada, foi a vez de um expoente da ala aecista do PSB mineiro alertar o governador pernambucano e presidente nacional do partido. O interlocutor de Campos falou claramente que Mares Guia está "atropelando" acordos fechados com os tucanos para compor com o PT.

Campos foi advertido de que está havendo um "alinhamento automático" do PSB com o PT em Minas. E não apenas em pequenos municípios do interior, mas também em cidades-pólo, como Uberlândia, onde o PSB municipal já compôs com o PT, e em Governador Valadares, um dos locais em que o acerto com os petistas é iminente.

Os socialistas também tendem a fechar com o PT em Poços de Caldas, Teófilo Otoni, Ipatinga, Divinópolis e Betim. "O Aécio acreditou na aliança e no Marcio, mas o prefeito está seguindo o Walfrido", conclui um dirigente do PSB mineiro, para quem o erro do tucanato foi não ter preparado uma alternativa eleitoral da própria legenda. Este dirigente está convencido de que, se o PSDB tivesse um nome "minimamente viável" para enfrentar Lacerda em Belo Horizonte, o jogo de forças estaria mais equilibrado. 

Apesar das dificuldades, este socialista afirma que ainda aposta na relação com Aécio e trabalha pela reaproximação. Mas em um cenário em que o prefeito passa a ser contabilizado como expoente da ala do PSB petista de Mares Guia, fica difícil imaginar que o PSDB repita o erro de não ter opção própria para disputar o Palácio Tiradentes, sede do governo de Minas, em 2014.

Pimentel. Em recente reunião em São Paulo, o ex-prefeito de Belo Horizonte e ministro da Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT), comunicou aos socialistas que não deseja mais ser candidato a governador de Minas daqui a dois anos. Pimentel teria dito que o candidato será Marcio Lacerda e a direção nacional do PSB avalia que o prefeito é mesmo o nome natural do partido ao governo. Lacerda só não é mais o "trunfo" que Aécio um dia imaginou negociar com o PSB de Campos - na época o ex-governador tucano tinha como principal ponte na legenda socialista o ex-ministro Ciro Gomes, atualmente sem a mesma força na sigla -, ofertando-lhe o governo de Minas em troca do apoio à sua candidatura ao Palácio do Planalto.

Ninguém tem dúvidas de que, depois da vitória da reeleição com mais de 80% dos votos válidos e do sucesso administrativo do governo pernambucano, Campos tem cacife para se lançar na disputa presidencial. Ele e Aécio só não devem se confrontar diretamente na próxima corrida pela Presidência porque Lula já interveio, oferecendo ao socialista a vice de Dilma em 2014. (Estadão)

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Malufada geral

Dono do quarto maior tempo de TV no horário eleitoral gratuito, o PP passou a ser cortejado por petistas e tucanos. O líder do partido no Estado, deputado Paulo Maluf, foi procurado há cerca de um mês tanto pelo pré-candidato do PSDB, José Serra, quanto pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, que esteve na casa de Maluf, no Jardim Europa, com outros dois petistas. Os tucanos já dão como certo o apoio de Maluf a Serra. Nas tratativas, uma das sinalizações feitas pelos tucanos foi a Secretaria da Habitação (com a Cohab junto). Ontem, em jantar na casa do deputado Fabio Ramalho (PV-MG), vizinho de Maluf em Brasília, o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto, e os deputados Cândido Vaccarezza e Carlos Zarattini voltaram a insistir na aliança com o PT. O PP pretende anunciar a decisão em 15 de junho.(Do Blog da Juliana Duailibi, no Estadão)

Lula mete o dedo na ferida dos outros.

Em entrevista à documentarista Graça Castanheira, reproduzida ontem no site do jornal português "Público", Lula focou na crise europeia. "Fico preocupado com a ausência de liderança hoje no mundo. Essa crise [na Europa] vem há anos e as pessoas aceitaram-na como se fossem culpadas. Pobre do povo grego. Pagando para quem? Para os bancos franceses, para os bancos alemães", disse. "Obama pensa nos americanos, Merkel nos alemães, cada um no seu mandato. O mundo não está pensado de forma globalizada", disse 
Lula. 

"O FMI é muito bom quando a crise é na Bolívia, mas quando a crise é nos Estados Unidos, o FMI não vale nada", declarou o ex-presidente, na entrevista concedida na sede de seu instituto, em São Paulo.Com a voz rouca, Lula disse que a "Europa não pode destruir a União Europeia". "Os países europeus ficaram muito na dependência da Alemanha. Mas se a Alemanha teve grande importância na unificação da Europa, também foi a grande ganhadora [desse mercado] porque 70% das suas exportações são para a Europa". A crise da Grécia, ressalvou o petista, "podia ter sido resolvida há um ano" com poucos bilhões.

O ex-presidente analisou a situação da China e disse que o país terá que tomar a decisão de incrementar o consumo interno e gerar uma classe média maior. "[A China] tal como os Estados Unidos têm um papel importante, só não podem é achar que fazem com o dólar o que querem. O mundo fica à disposição do Tesouro americano. Não é justo que a gente dependa do dólar".

Lula falou também sobre os erros da esquerda e disse que hoje "não existe um pensamento de esquerda como no passado", quando "bastava ler o "Manifesto Comunista"", de Karl Marx. "Houve muitos erros. A esquerda foi pressionada durante muito tempo e foi cedendo espaço". O ex-presidente falou de sua vida depois que deixou a Presidência e comentou que não consegue descansar "três dias seguidos". O ex-presidente contou ter viajado para 36 países em oito meses e que "foi um erro" para a saúde, mas disse que não conseguiria fazer diferente. Sem barba, Lula afirmou sentir falta do antigo visual e disse que antes do câncer só tinha operado uma apendicite. O ex-presidente comentou que, depois do tratamento, está "mais compreensivo" e "mais disposto a dar do que receber".(Do Valor Economico)

O capital de Mino

Reinaldo Azevedo posta a trajetória de Mino Carta, o dono da Carta Capital, de quem o José Dirceu  é uma espécie de eminência parda. Ou seja: o José Dirceu é proprietário do Mino Carta, mesmo que não seja dono das suas rotativas.
Se você usava a 'Carta' de Mino Carta como 'antídoto' para Veja, sinto muito. Mino só gosta do capital de Carta.

PT e PSDB nas águas turvas de Cachoeira.

O ex-vereador Wladimir Garcez, apontado como um dos braços políticos do grupo de Carlinhos Cachoeira, afirmou ontem à CPI que é amigo, conhece ou têm relações com membros do governo e com integrantes de PSDB, PT, PMDB e PSD. A lista foi apresentada por Garcez, filiado ao PSDB e ex-presidente da Câmara de Goiânia, de forma espontânea, logo no início de sua fala, em tom de intimidação. 

Ele começou citando José Eduardo Cardozo, que, como ministro da Justiça, é também chefe da Polícia Federal, a mesma que prendeu Garcez na Operação Monte Carlo -ele ainda não foi solto."Não sou delinquente, criminoso, tenho história e família. Conheço muitas lideranças neste país, a começar pelo ministro Cardozo.", disse. Também afirmou ter amizade com Olavo Noleto, assessor do Planalto que já assumiu ter sido procurado por Garcez para negociar apoio do senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) à campanha da presidente Dilma em 2010. 

Garcez afirmou também ser "amigo e coordenador da campanha [a deputado, em 2002] do doutor Henrique Meirelles [ex-presidente do Banco Central, hoje no PSD]". Disse ainda que conhece "desde criança" o ex-governador de Goiás Iris Rezende (PMDB), outro "amigo". Em continuação, o tucano também afirmou ter emprestado uma casa para o senador Paulo Paim (PT-RS) passar uns dias com a família em Três Ranchos (GO). No depoimento, lido, Garcez disse que nunca tratou com os citados de atos ilícitos. 

Cardozo e Meirelles negaram relação pessoal com Garcez. O segundo disse que o ex-vereador fazia contatos políticos em sua campanha. Noleto disse apenas ter sido chefe de gabinete na Prefeitura de Goiânia na época em que o tucano comandava o Legislativo local. Iris Rezende não foi localizado. Paim confirmou ter pernoitado na casa, ofertada pela Câmara de Goiânia. 

Após sua fala inicial, Garcez se manteve em silêncio na maior parte da sessão. Outros integrantes do grupo de Cachoeira, Jairo Martins de Souza e Idalberto Araújo, o Dadá, também se calaram. A CPI marcou para terça a votação dos pedidos de quebra dos sigilos bancário e fiscal do comando nacional da Delta e de convocação dos governadores suspeitos de envolvimento com o grupo. Congressistas também pediram à Justiça o bloqueio dos bens da Delta e a nomeação de um interventor.(Folha de São Paulo)